A favor da metrópole, contra a metrópole

uma perspectiva lefebvriana da contrarrevolução urbana

Autores

  • Renan dos Santos Sampaio Universidade de São Paulo - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-549X%20.2021.29596

Palavras-chave:

metropolização, revolução urbana, Henri Lefebvre, produção do espaço, cidade-campo

Resumo

A partir de uma contradição fundamental que se faz presente também na obra de Henri Lefebvre – cidade-campo – este artigo tenta traçar uma crítica radical à metrópole conforme a enquadra como contrarrevolução urbana: um distanciamento cada vez maior do urbano lefebvriano, virtualidade (im)possível do devir das grandes cidades. Através desta contradição, do movimento de instrumentalização do espaço, da dialética entre forma urbana e seu conteúdo e da noção de continuidade e descontinuidade, pretende-se iluminar a problemática urbana pela sua antítese, precisamente para apontá-la como obstáculo ao urbano. Parte-se do pressuposto de que a hipótese contida na obra de Lefebvre, a urbanização total, contém uma contribuição fundamental na busca por relações emancipadas, diferenciais e autônomas, rumo à cotidianidade da cidade mundial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

GOTTMANN, Jean. Megalopolis. New York: XX Fund, 1961

LEFEBVRE, Henri. A cidade do capital. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.

_____. A Revolução Urbana. Belo Horizonte: UFMG, 2019a

_____. De L’Etat. Tome IV. Paris : Union Generale d'Editions, 1978

_____. De lo rural a lo urbano. Barcelona: Edicions 62, 1978

_____. Espaço e política, direito à cidade II. Belo Horizonte: UFMG, 2019b

_____. La production de l’espace. Paris: Anthropos, 2000

_____. Une pensée devenue monde: Faut-il abandonner Marx?. Paris: Fayard, 1980

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. São Paulo: Boitempo, 2017

POLANYI, Karl. A grande transformação. Rio de Janeiro: Campus, 1980.

Downloads

Publicado

2021-07-02

Como Citar

dos Santos Sampaio, R. (2021). A favor da metrópole, contra a metrópole : uma perspectiva lefebvriana da contrarrevolução urbana. Revista Geografias, 29(1), 121–141. https://doi.org/10.35699/2237-549X .2021.29596

Edição

Seção

Artigos