A Política de Esporte e Lazer no Município de Campo Grande/MS: Caminhos e Possibilidades para a Gestão Pública

  • Rodrigo Barbosa Terra Fundação Municipal de Esportes do Município de Campo Grande – MS (FUNESP)
  • Rafael Presotto Vicente Cruz Fundação Municipal de Esportes do Município de Campo Grande – MS (FUNESP)
Palavras-chave: Política Pública, Esportes, Atividades de Lazer, Gestão Pública

Resumo

O artigo relata a experiência do desenvolvimento de políticas públicas de esporte e lazer em Campo Grande-MS. Tem como objetivo apresentar os caminhos percorridos pela gestão pública no município. O método de pesquisa envolveu análise documental das diretrizes implementadas pelo órgão gestor, a Fundação Municipal de Esportes, a qual fundamenta suas ações em diferentes níveis de organização. Outra proposição da instituição, envolveu a elaboração do Sistema Campo-Grandense de Esporte e Lazer, composto pelo órgão gestor (Coordenação); conselho e conferência (Instâncias de articulação e deliberação); plano, cadastro e política de financiamento (Instrumentos de gestão); e pessoas, entidades e instituições (Usuários). Conclui-se que as políticas públicas organizadas em níveis de ações e norteada por um sistema, favorece a sistematização das ações da gestão pública e a efetivação das políticas públicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARMANI, D. Como elaborar projetos: guia prático para elaboração e gestão de projetos sociais. Porto Alegre: Tomo Editorial, 2002.

BRASIL. I Conferência Nacional de Esporte – I CNE, 2004. Disponível em: http://www.esporte.gov.br/conferencianacional/arquivos/cneDocumentoFinal.doc . Acesso em: 10 dez. 2017.

______. I Fórum do Sistema Nacional de Esporte e Lazer, 2005. Disponível em: http://www.esporte.gov.br/conferencianacional/arquivos/coletaneaCadernoII.pdf . Acesso em: 10 dez. 2017.

BRASIL. II Conferência Nacional de Esporte – II CNE, 2006. Disponível em: http://www.esporte.gov.br/conferencianacional/conferencia2.jsp . Acesso em: 10 dez. 2017.

______. Coletânea Esporte e Lazer: Políticas de Estado. Caderno I: Esporte, Lazer e Desenvolvimento Humano. Brasília, DF: Ministério do Esporte, 2009 a.

______. Coletânea Esporte e Lazer: Políticas de Estado. Caderno II: Construindo o Sistema Nacional de Esporte e Lazer. Brasília, DF: Ministério do Esporte, 2009b.

______. III Conferência Nacional de Esporte – III CNE, 2010. Disponível em: http://www.esporte.gov.br/conferencianacional/conferencia3.jsp . Acesso em: 10 dez. 2017.

GODOY, Letícia. Sistema Nacional de Esporte no Brasil: diagnóstico da proposta, estudo comparativo com outros sistemas e caminhos possíveis para sua efetivação. In: Anais do Seminário Nacional de Sociologia e Política: sociedade e política em tempos de incerteza 2009, Curitiba: Ed. UFPR, 2009. v. 9. p. 255- 269.

______. Sistema Nacional de Esporte no Brasil: revelações e possíveis delineamentos. 2013. 164 f. Tese (Doutorado em Educação Física). Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2013.

MORIN, Edgar. Por uma reforma do pensamento. In: PENA-VEGA, A.; ALMEIDA, E. P. de (Org.). Edgar Morin e a crise da modernidade. Rio de Janeiro: Garamond, 1969.

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO (PNUD). Relatório Nacional de Desenvolvimento Humano do Brasil 2017 - Movimento é Vida: atividades físicas e esportivas para todas as pessoas. Brasília: PNUD, 2017.

SAVIANI, Demerval. Educação brasileira: estrutura e sistema. 7. ed. Campinas: Autores Associados, 1996.

______. Sistemas de ensino e planos de educação: o âmbito dos Municípios. Educ. Soc., Campinas, v. 20, n. 69, p. 119-136, dez. 1999.

______. Sistema Nacional de Educação articulado ao Plano Nacional de Educação. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 15 n. 44, p. 380-412, maio/ago. 2010.

Publicado
2019-06-25
Seção
Relatos de Experiências