Os "avatares" do corpo rascunho

Experiência de Jovens Universitários nas Redes Sociais

Autores

  • Carolina Nascimento Jubé Universidade de Brasília (UNB)
  • Dulce Filgueira de Almeida Universidade de Brasília (UNB)
  • Alfredo Feres Neto Universidade de Brasília (UNB)

DOI:

https://doi.org/10.35699/1981-3171.2014.621

Palavras-chave:

Corpo Humano, Adolescente, Rede Social

Resumo

Esse estudo possui como tema central a participação de jovens em redes sociais e as representações de corpo ali existentes. O objetivo do presente artigo é compreender o papel do corpo na construção identitária de jovens universitários inseridos em ambientes virtuais denominados de redes sociais. As informações coletadas foram tratadas por meio do programa SPSS 17.0 para Windows. Para dar suporte teórico à análise empreendida, utilizamos como interlocutores Bourdieu (2006), Castells (2002), Featherstone (1995), Hall (2006), Le Breton (2003; 2004; 2006), Lévy (1999), Daólio (1998), Betti (2008) e Feres Neto (2014). Os resultados apontam que os jovens investigados usam diversas ferramentas presentes nas redes sociais para representar o seu corpo. A representação proporcionada pelos sujeitos investigados tende para uma supervalorização dos atributos físicos, e os sujeitos exercem papéis sociais que sugerem um estilo de vida ativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

BETTI, Mauro. A Janela de Vidro. 4. ed. Campinas: Papirus, 2008.

BOURDIEU, Pierre. La distinción. Criterio y bases sociales del gusto. Madrid: Taurus, 2006.

BRUNO, Fernanda. A obscenidade do cotidiano e a cena comunicacional contemporânea. Famecos, Porto Alegre, n. 25, p.22-28, dez. 2004.

CASTELLS, Manuel. O poder da identidade. A era da informação: economia, sociedade e cultura. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do Ensino de Educação Física. São Paulo: Cortez,1992.

DAÓLIO, Jocimar. Da cultura do corpo. Campinas: Papirus, 1998.

FEATHERSTONE, Mike. Cultura de consumo e pós-modernismo. São Paulo: Studio Nobel, 1995.

FERES NETO, Alfredo. Videogame e educação física/ciências do esporte: uma abordagem à luz das teorias do virtual. Revista Digital – Buenos Aires v. 10, n.88, 2005. Disponível em: <<http://www.efdeportes.com/efd8/video.htm>> . Acesso em: 10 jan. 2014.

GUIMARAES JR., Mário J. L. De pés descalços no ciberespaço: tecnologia e cultura no cotidiano de um grupo social on-line. Horiz. antropol., Porto Alegre, v.10, n.21, p. 123-154. jan./jun 2004.

HALL, Stuart. A Identidade Cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

JUBÉ, Carolina N. Os “avatares" do corpo rascunho: sobre a formação identitária de jovens universitários na cibercultura. 2010. 186f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Educação Física, Universidade de Brasília, Brasília. 2010.

LE BRETON, David. Adeus ao corpo. Campinas: Papirus, 2003.

LE BRETON, D. Sinais de Identidade - Tatuagens, piercings e outras marcas corporais. Lisboa: Miosótis, 2004.

________. A sociologia do corpo. Petrópolis: Vozes, 2006.

LEMOS, André. Cibercultura, tecnologia e vida social na cultura contemporânea. 3. ed. Porto Alegre: Sulina, 2007.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 1999.

________. O que é o virtual. São Paulo: Editora 34, 2003.

MARIVOET, Salomé. Aspectos Sociológicos do Desporto. Lisboa: Livros Horizonte, 2002.

MOSCOVICI, Serge. Representações sociais: investigação em psicologia social. Petrópolis: Vozes, 2003.

PAIS, José Machado. Culturas Juvenis. Lisboa: INCM, 2003.

SEGATA, Jean. A Pessoa on-line. Corporalidades, identidades de gênero e subjetividades no ciberespaço Brasileiro. Journal of applied anthropology, v. 2, p.109-117, 2007. Disponível em: http://www.omertaa.org/archive/omertaa0014.pdf. Acesso em: 02 jul. 2013.

Downloads

Publicado

2014-03-20

Como Citar

Jubé, C. N., Almeida, D. F. de, & Feres Neto, A. (2014). Os &quot;avatares&quot; do corpo rascunho: Experiência de Jovens Universitários nas Redes Sociais. LICERE - Revista Do Programa De Pós-graduação Interdisciplinar Em Estudos Do Lazer, 17(1). https://doi.org/10.35699/1981-3171.2014.621

Edição

Seção

Artigos Originais