O Cerrado e a Difusão Urbano-Industrial

Autores

  • Gabriel do Carmo Lacerda Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais http://orcid.org/0000-0002-8933-1150
  • Caio Moraes Tinti dos Santos Estudante de Relações Econômicas Internacionais da FACE/UFMG do 10º Período

Palavras-chave:

urbanização, modernização, cerrado, agroindústria

Resumo

O presente texto foi escrito como artigo final para a disciplina “Questão Urbana no Brasil: Natureza e Manifestações Contemporâneas” e discute a questão da expansão do tecido urbano-industrial no Cerrado ao apresentar como num lapso, de não mais de 40 anos, o território (num sentido realmente de lugar/pertencimento) têm se transformado num espaço (abstrato) quase que totalmente integrado a economia mundial nos mais diversos circuitos (seja financeiro, seja científico e, no limite, cultural). Aqui será realçada a centralidade do modelo de modernização agrícola - pois em função do seu caráter técnico-científico-informacional - necessitava de um avanço e da complexificação da urbanização brasileira para se concretizar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel do Carmo Lacerda, Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais

Bolsista do Programa de Bolsas Pronoturno desde Outubro de 2013, investigo processo de urbanização de Minas Gerais assim como desdobramentos recentes para formação cultural e desenvolvimento.

Downloads

Publicado

2016-11-29

Como Citar

LACERDA, G. do C.; SANTOS, C. M. T. dos. O Cerrado e a Difusão Urbano-Industrial. Revista Multiface Online, [S. l.], v. 4, p. 2–12, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/multiface/article/view/20138. Acesso em: 8 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos