Mobilidade da Força de Trabalho Dentro da Zona do Euro

Autores

  • Thaynara Regina Cordeiro de Oliveira Universidade Federal do Maranhão

Palavras-chave:

Força de trabalho, Trabalhadores, Livre circulação, Zona do Euro, Direito do Trabalhador

Resumo

Uma das liberdades que os cidadãos da União Europeia usufruem é a livre circulação de trabalhadores, que inclui os direitos de circulação e residência dos trabalhadores, o direito de entrada e de permanência dos membros da família e o direito de trabalhar noutro Estado Membro da UE[1] e ser tratado da mesma forma que os nacionais desse Estado Membro. Em certos países, aplicam-se restrições a cidadãos de Estados Membros que tenham aderido recentemente à UE. Neste contexto é importante a presente abordagem a respeito da mobilidade da força de trabalho dentro da Zona do Euro, diante dos tratados, regulamentos e jurisprudência aplicados ao assunto, de forma que se tenha um parâmetro dessa mobilidade no atual contexto da União Europeia.


[1]        Sigla para União Europeia

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thaynara Regina Cordeiro de Oliveira, Universidade Federal do Maranhão

Graduanda em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Maranhão.

Downloads

Publicado

2017-11-28

Como Citar

OLIVEIRA, T. R. C. de. Mobilidade da Força de Trabalho Dentro da Zona do Euro. Revista Multiface Online, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 22–30, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/multiface/article/view/20161. Acesso em: 27 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos