A DIMENSÃO ÉTICA DA COMPETÊNCIA EM INFORMAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA FILOSOFIA

Autores

  • Eliane Pellegrini Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  • Elizete Vieira Vitorino Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Palavras-chave:

Competência em informação. Dimensão ética.

Resumo

Este trabalho aborda a dimensão ética da competência em informação sob uma perspectiva filosófica. Buscamos caracterizar esta dimensão a partir dos fundamentos da filosofia da informação e da ética da informação. Partimos do pressuposto de que, na atual sociedade, há uma associação importante entre a filosofia, a ética e a competência em informação. A pesquisa é de caráter exploratório e bibliográfico. Observamos que a dimensão ética da competência em informação relaciona-se com saber dosar a informação e equilibrar valores conflitantes, de forma que os resultados das ações do indivíduo no ambiente profissional estejam voltados para a justiça e o bem coletivo. Isso exige do bibliotecário reflexão sobre a ação. Definir critérios para o uso ético e legal da informação ou seguir critérios pré-existentes (leis, resoluções, normalizações) também é uma característica desta dimensão. Consideramos que esta é uma dimensão que se manifesta, principalmente, em situações informacionais que envolvam um problema, um conflito de valores, um posicionamento e/ou uma tomada de decisão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliane Pellegrini, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestre em Ciência da Informação, conclusão em 2016, e bacharel em Biblioteconomia, conclusão em 2009, pela UFSC. Integrante do Grupo de Pesquisa GPCIn - Competência em Informação, cadastrado no CNPq e certificado pela UFSC. Bibliotecária do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC).

Elizete Vieira Vitorino, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Pós doutora pela Faculdade de Letras (FLUP), da Universidade do Porto (UP), Portugal, no período de jan. 2015 a jan. 2016 por meio da Agência de Fomento CAPES e do Programa Estágio Sênior no Exterior (Processo: BEX 2398/14-1). Doutora em Engenharia de Produção (2004) na área de Mídia e Conhecimento e Educação a Distância (EaD) e Mestre em Engenharia de Produção (1996) na área de Gestão da Qualidade em Bibliotecas, ambas titulações conferidas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Graduação em Biblioteconomia pela UFSC (1991). Professora concursada (2006) e pesquisadora do Departamento de Ciência da Informação (CIN), Centro de Ciências da Educação (CED), da UFSC com atuação nos Cursos de Biblioteconomia, Arquivologia e Ciência da Informação. Desde o ano de 2006 dedica-se, além do ensino, extensão e administração na UFSC, à pesquisa na área da competência em informação (information literacy). É Professora Pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PGCIN) em nível de mestrado e doutorado, cujas disciplina e orientações se desenvolvem na área da competência em informação. É fundadora e líder do Grupo de Pesquisa GPCIn - Competência em Informação, cadastrado no CNPq e certificado pela UFSC desde o ano de 2006.

Downloads

Publicado

2018-07-04

Edição

Seção

Artigos