Ciência da Informação e Competências Infocomunicacionais: possíveis diálogos epistêmicos

Autores

  • Francisco José Daher Junior Universidade Federal da Bahia, BA, Brasil
  • Jussara Borges Universidade Federal da Bahia, BA, Brasil

Palavras-chave:

Competências Infocomunicacionais; Ciência da Informação; Epistemologia; Informação; Comunicação.

Resumo

As discussões sobre informação e comunicação continuam provocando inquietações no âmbito da Ciência da Informação (CI), especialmente em ambiente de hiperinformação.  A partir deste contexto é que se pretende analisar as competências Infocomunicacionais (Competências InfoCom) enquanto uma competência da própria CI, buscando, objetivamente, encontrar elementos que contribuam para a construção de seu estatuto. O artigo explora teoricamente a possível incompletude epistemológica da CI, analisando alguns caminhos percorridos pela Ciência. A partir de um macro recorte histórico e filosófico que sustenta este contexto, busca-se compreender os fenômenos que envolvem a comunicação e a informação, de forma a identificar os principais discursos epistêmicos desta trajetória, para, assim,olhar possíveis caminhos que viabilizem o nosso objetivo.As principais conclusões, além de evidenciarem o caráter virtuoso da referida incompletude, que abrem portas para a complexidade e a transdisciplinaridade, apontam também que as competências InfoCom, a partir de uma ressignificação do próprio vocábulo “competência”, permitem a crítica e a autocrítica da informação e da comunicação. Para a construção de um discurso epistêmico neste lugar, faz-se necessário pensá-las a partir da dupla complexidade, transcendendo as concepções contidas na lógica indutiva e/ou dedutiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco José Daher Junior, Universidade Federal da Bahia, BA, Brasil

Doutorando em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Bahia (PPGCI/UFBA).

Jussara Borges , Universidade Federal da Bahia, BA, Brasil

Doutora em Comunicação e Cultura Contemporâneas (Póscom-UFBA). Professora permanente dos Programas de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq.

Referências

BERRÍO-ZAPATA, C.et al.El paradigma de Comportamiento Informacional como alternativa para comprender los fenómenos informacionales en América Latina. Revista Interamericana de Bibliotecología, v. 39, n. 2, p. 133-147, 2016. Disponível em: https://aprendeenlinea.udea.edu.co/revistas/index.php/RIB/article/viewFile/26646/20780066. Acesso em: 19 fev. 2019.

BOLSHAW, M. Breve história da epistemologia. Revista Temática,

v. 11, n. 12, p. 16–25, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/tematica/article/view/27010. Acesso: 15 jan. de 2019.

BORGES, J. Competências Infocomunicacionais: estrutura conceitual e indicadores de avaliação. Informação & Sociedade, João Pessoa, v. 28, n. 1, p. 123-140, jan./abr. 2018. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/issue/view/2010/showToc. Acesso em: 13 abr.2018. Acesso em: 19 fev. 2019.

BORGES, J.; SILVA, L.O. Competências infocomunicacionais em ambientes digitais. Observatorio (OBS*) Journal, v. 5, n. 4, p. 291-326, 2011. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/5483/1/Compet%C3%AAncias%20infocomunicacionais%20em%20ambientes%20digitais.pdf. Acesso em: 10 nov. 2019.

BORKO, H. Information Science: What is it? American Documentation, v.19, n.1, p. 3-5, Jan. 1968. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/2532327/mod_resource/content/1/Oque%C3%A9CI.pdf. Acesso em: 15 jun. 2021

DAHER JR, F. J.; BORGES, J. Competências infocomunicacionais e protagonismo juvenil: convergências possíveis para o desenvolvimento local. In: ENCUENTRO INTERNACIONALDE INVESTIGADORES YESTUDIOSOS DE LA INFORMACIÓN Y LACOMUNICACIÓN, 10., 2020. Anais […] La Habana: Editorial Universitaria, 2020. p. 11-1357.

CALDEIRO-PEDREIRA, M.; AGUADED-GÓMEZ, I. Alfabetización comunicativa y competencia mediática en la sociedad hipercomunicada. RIDU, Lima, v. 9, n. 1, jun. 2015. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5156473. Acesso em: 19 fev. 2019.

CAPURRO, R.; HJORLAND, B. O conceito de informação. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 12, n. 1, p. 148-207, jan./abr. 2007. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/54/47. Acesso em: 20 fev. 2019.

CHAUI, M.A ideologia da competência. Organizador André Rocha. Belo Horizonte: Autêntica Editora; São Paulo: Editora Perseu Abramo, 2014. (Escritos de Marilena Chauí, 3)

CUEVASCERVERO, A.; MARQUES, M.; PAIXÃO, P. B. S. A alfabetização que necessitamos: informação e comunicação para a cidadania. Informação e Sociedade, João Pessoa, v. 24, n. 2, p. 35-48, 2014. Disponível em: www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/ies/article/view/16619/11489. Acesso em: 20 jan. 2019.

DUDZIAK, E. A. Políticas de Competência em Informação: leitura sobre os primórdios e a visão dos pioneiros da informationLiteracy. In: ALVES, F. M. M.; CORRÊA, E. C. D.; LUCAS, E. R. de O. (org.) Competência em informação: políticas públicas, teoria e prática. Salvador: EDUFBA, 2016.

FARIAS, G. B. de; BELUZZO, R. C. B. Como desenvolver a competência em informação mediadora por modelagem conceitual teórico-prática. Londrina: ABECIN Editora, 2015.

FLEURY, M. T. L.; FLEURY, A. Construindo o conceito de competência. RAC, Edição especial, p. 183-196, 2001. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rac/a/C5TyphygpYbyWmdqKJCTMkN/?lang=pt. Acesso em: 28 nov. 2019.

GASPAR, R. G. A trajetória da economia mundial: da recuperação dos pós-guerra aos desafios contemporâneos. Cad. Metrop., São Paulo, v. 17, n. 33, p. 265-296, maio 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cm/a/rbnKdf7jR6gT3mLbcQmNgKG/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 20 dez. 2018.

GOMES, M. A.; Dumont, L. M. M. Possíveis relações entre o uso de fontes de informação e a competência em informação. TransInformação, Campinas, v. 27, n. 2, p. 133-143, maio/ago. 2015. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tinf/v27n2/0103-3786-tinf-27-02-00133.pdf . Acesso em: 10 fev. 2019.

GOMES, H. F. Comunicação e Informação: relações dúbias, complexas e intrínsecas. In: MORIGI, V.; JACKS, N.; GOLIN, C. (Org.) Epistemologias, comunicação e informação. Porto Alegre: Sulina, 2016.

GRISSAULT, K. 50 autores-chave de filosofia e seus textos incontornáveis. Tradução de João Batista Kreuch. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

HABERMAS, J. A filosofia como guardador de lugar e como intérprete. In: HABERMAS, J. Consciência moral e agir comunicativo. Tradução de Guido A. de Almeida. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1989.

HORTON JR., F. W. Overview of Information Literacy Resources Worldwide. 2 edition. Paris, France: UNESCO, 2012. 670 p. Disponível em: https://www.ifla.org/wp-content/uploads/2019/05/assets/information-literacy/publications/unesco_composite_document_-_final_-_2.pdf. Acesso em: 20 maio 2020.

IANNI, O. A crise dos paradigmas da sociologia. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 5, n. 13, jan./jun. 1980. Disponível em: http://www.anpocs.com/images/stories/RBCS/13/rbcs13_05.pdf Acesso em: 30 jun. de 2018.

JAPIASSÚ, H. Questões epistemológicas. Rio de Janeiro: Imago, 1981.

JAPIASSÚ, H.; MARCONDES, D. Dicionário básico de Filosofia. 3. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001.

KANT, I. Crítica da Razão Pura. Tradução Valério Rohden, Udo Baldur Moosburger. São Paulo: Abril Cultural, 1979. (Os Pensadores).

LEIBNIZ, G. W. A monadologia: discursos de metafísica e outros textos. Tradução Carlos Lopes de Mattos et al. São Paulo: Abril Cultural, 1979. (Os Pensadores).

MATTELART, A. Sociedade do Conhecimento e Controle da Informação. In: ENCONTRO LATINO DE ECONOMIA, POLÍTICA DA INFORMAÇÃO, COMUNICAÇÃO E CULTURA, 5, 2005, Salvador. Disponível em: http://www.gepicc.ufba.br/enlepicc/ArmandMattelartPortugues.pdf. Acesso em: 06 jun. 2018.

MARTELETO, R.; SALDANHA, G. Informação: qual estatuto epistemológico. In: MORIGI, V.; JACKS, N.; GOLIN, C. (Org.) Epistemolgias, comunicação e informação. Porto Alegre: Sulina, 2016.

MERTON, R. K. Sociologia: teoria e estrutura. Tradução de Miguel Maillet. São Paulo: Editora Mestre Jou, 1968.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. Tradução: Catarina Eleonora F. da Silva e Jeanne Sawaya. São Paulo: Cortez, Brasília, DF: UNESCO, 2003.

MORIN, E. O método 4: as ideias: habitat, vida, costumes, organização. Trad. Juremir Machado da Silva. 6. ed. Porto Alegre: Sulina, 2011.

MORIN, E. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996.

NASCIMENTO, L. dos S.; PERROTTI, E. Informação e Educação: um estudo do relatório “The Information Service Environment: relationships and priorities”, de Paulhorton. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 13, n. esp., p. 36-40, set. 2017. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/751/602 . Acesso em: 10 fev. 2019.

OTTONICAR, S. L. C.; BASSETTO, C. L.; NASCIMENTO, N. M. do. O comportamento informacional e a competência em informação: uma abordagem para geração de inovação em micro e pequenas empresas. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 23, n. 52, p. 18-33, 2018. Disponível em: https://www.redalyc.org/jatsRepo/147/14762411002/14762411002.pdf. Acesso em: 2 dez. 2019.

SANTOS, B. S. Da Sociologia da Ciência à Política Científica. Revista Crítica de Ciências Sociais, n. 1, p. 11-56, jun. 1978. Disponível em: http://www.boaventuradesousasantos.pt/media/pdfs/Da_sociologia_da_ciencia_a_politica_cientifica_RCCS1.PDF .Acesso em: 28 maio 2018.

SILVA, K. V.; SILVA, M. H.Dicionário de conceitos históricos. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2009.

VARELA, A. Dimensão das relações entre a Ciência da Informação e as Ciências Cognitivas: caminhos percorridos e a percorrer. Informação & Sociedade: estudos, João Pessoa, v. 20, n. 2, p. 51-64, maio/ago. 2010. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/3711/1/4024-10134-1-PB.pdf. Acesso em: 7 jan. 2020.

VARELA, A.; BARBOSA, M. Trajetórias cognitivas subjacentes ao processo de busca e uso da informação: fundamentos e transversalidades. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 17, n. esp.1, p.142-168, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2012v17nesp1p142/22730. Acesso em: 19 fev. 2019.

VYGOTSKY, L. S.Pensamento e Linguagem. [s. l.]: Ridend Castigat Mores, 2001. Disponível em: http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/vigo.html. Acesso em: 26 jan. 2020.

ZURKOWSKI, P. G. The Information Service Environment Relationships and Priorities: report 5. Washington, (DC): National Commission on Libraries and Information Science, 1974. Disponível em: http://files.eric.ed.gov/fulltext/ED100391.pdf. Acesso em: 15 fev. 2019.

Downloads

Publicado

2021-12-29

Edição

Seção

Artigos