Análise comparativa das características demográficas, sintomatologia e comorbidades de adultos e idosos notificados e confirmados com COVID-19 nas capitais brasileiras

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2022.38489

Palavras-chave:

COVID-19, Sinais e Sintomas, Epidemiologia, Saúde do Adulto, Geriatria

Resumo

Objetivo: comparar o perfil demográfico, a sintomatologia e as comorbidades de adultos e idosos notificados com COVID-19 nas capitais brasileiras e no Distrito Federal. Métodos: estudo ecológico, desenvolvido a partir dos dados da plataforma online e-SUS Notifica, preenchidos até dia 4 de janeiro de 2021, com amostra constituída por 1.416.252 indivíduos, utilizando como critérios de inclusão: ter idade > 20 anos; residir nas capitais brasileiras ou no Distrito Federal; e apresentar resultado do teste positivo para COVID-19. A análise descritiva contou com a exposição das frequências absoluta e relativa e medidas de tendência central. Para análise inferencial, aplicou-se o teste qui-quadrado de Pearson, considerando diferença significativa para valores de p<0,05. Resultados: predominou sexo masculino (52%), com média de idade de 43,29 ± 14,85 anos. Os indivíduos apresentaram tosse (45,4%), febre (38,8%) e outros sintomas (83,1%). As comorbidades mais prevalentes foram: doenças cardíacas (7,1%) e diabetes (4,5%). Houve diferença significativa (p<0,001) entre as regiões brasileiras, ao comparar sexo, idade, ser profissional da saúde, sintomas e comorbidades. Conclusão: os dados contribuíram para o conhecimento acerca do processo epidêmico de COVID-19 no Brasil, no primeiro ano de pandemia, e demonstrou a distribuição dos casos e as relações existentes entre perfil demográfico, sintomatologia e doenças pré-existentes com os agrupados das capitais brasileiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Zhong BL, Luo W, Li HM, Zhang QQ, Liu XG, Li WT, et al. Knowledge, attitudes, and practices towards COVID-19 among chinese residents during the rapid rise period of the COVID-19 outbreak: a quick online cross-sectional survey. Int J Biol Sci. 2020[citado em 2020 dez. 10];16(10):1745-52. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7098034/pdf/ijbsv16p1745.pdf

Cucinotta D, Vanelli M. WHO declares COVID-19 a pandemic. Acta Biomed. 2020 [citado em 2021 nov. 22]; 91(1):157. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7569573/pdf/ACTA-91-157.pdf

Nabi KN. Forecasting COVID-19 pandemic: a data-driven analysis. Chaos Solitons Fractals. 2020[citado em 2020 dez. 10];139:110046. Disponível em: https://reader.elsevier.com/reader/sd/pii/S0960077920304434?token=DB4980CED88BAC1A751C7DEC0342AD0037E096D09F5ACC5AB2AB057B458B40D54E526C11A3B971230B0EAEA480FBCE1D&originRegion=us-east-1&originCreation=20211123184009

World Health Organization. WHO Coronavirus Disease (COVID-19) Dashboard. 2020[citado em 2020 nov. 06]. Disponível em: https://covid19.who.int/

Pereira MD, Pereira MD, Costa CFT, Santos CKA, Dantas EHM. Aspectos epidemiológicos, clínicos e terapêuticos da COVID-19. J Health Biol Sci. 2020[citado em 2020 nov. 06];8(1):1-8. Disponível em: https://periodicos.unichristus.edu.br/jhbs/article/view/3297

Benito LAO, Lima RC, Palmeira AML, Karnikowski MGO, Silva ICR. Variantes do vírus SARS-COV-2 causadoras da COVID-19 no Brasil. REVISA (Online). 2021[citado em 2021 abr. 23];10(1): 205-19. Disponível em: http://revistafacesa.senaaires.com.br/index.php/revisa/article/view/703/610

Kumar M, Taki K, Gahlot R, Sharma A, Dhangar K. A chronicle of SARS-CoV-2: Part-I-Epidemiology, diagnosis, prognosis, transmission and treatment. Sci Total Environ. 2020[citado em 2020 nov. 5];734:139278. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0048969720327959

Ministério da Saúde (BR). e-SUS Notifica. c2021[citado em 2021 novembro. 21]. Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/composicao/vigilancia-em-saude-svs/sistemas-de-informacao/e-sus-notifica

World Health Organization. Adolescent Health. The Missing Population in Universal Health Coverage. 2018[citado em 2022 jan. 24]. Disponível em: https://www.who.int/pmnch/media/news/2018/Adolescent-Health-Missing-Population-in-UHC.pdf?ua=1

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Sistema e-SUS Notifica: Notificações de Síndrome Gripal. 2020[citado em 2020 out. 18]. Disponível em: https://opendatasus.saude.gov.br/dataset/casos-nacionais

Kwak SG, Kim JH. Central limit theorem: the cornerstone of modern statistics. Korean J Anesthesiol. 2017[citado em 2021 nov. 19];70(2):144. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5370305/pdf/kjae-70-144.pdf

Vom Steeg LG, Klein SL. SeXX matters in infectious disease pathogenesis. PLoS Pathog. 2016[citado em 2020 dez. 20];12(2):e1005374. Disponível em: https://journals.plos.org/plospathogens/article?id=10.1371/journal.ppat.1005374

Bwire GM. Coronavirus: Why Men are More Vulnerable to Covid-19 Than Women? SN Compr Clin Med. 2020[citado em 2021 nov. 17];2:874–876. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7271824/pdf/42399_2020_Article_341.pdf

Levorato CD, Mello LM, Silva AS, Nunes AA. Fatores associados à procura por serviços de saúde numa perspectiva relacional de gênero. Cien Saude Colet. 2014[citado em 2021 abr. 23];19(4):1263-74. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/8cp6H8fy9rSpQvGG3WcYXKB/?lang=pt

Caliari DN, Campos KM, Santos PS, Louro SN, Curty TN, Mendanha TL, et al. Associação entre as características sociodemográficas e sintomas da COVID-19 em pacientes residentes do Espírito Santo, Brasil. Health Biosc. 2020[citado em 2020 dez. 28];1(2):32-51. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/healthandbiosciences/article/view/31396/21336

Vedovato TG, Andrade CB, Santos DL, Bitencourt SM, Almeida LPD, Sampaio JFDS. Trabalhadores (as) da saúde e a COVID-19: condições de trabalho à deriva? Rev. bras. saúde ocup. 2021[citado em 2021 nov. 18];46:e146. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbso/a/CHvhLDtkH8WPmSygjHZgzNw/?format=pdf&lang=pt

Lima FET, Albuquerque NLS, Florencio SSG, Fontenele MGM, Queiroz APO, Lima GA, et al. Intervalo de tempo decorrido entre o início dos sintomas e a realização do exame para COVID-19 nas capitais brasileiras, agosto de 2020. Epidemiol Serv Saude. Brasília. 2021[citado em 2021 nov. 15];30(1):e2020788. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/ress/2021.v30n1/e2020788/pt

Moreira RS. Análises de classes latentes dos sintomas relacionados à COVID-19 no Brasil: resultados da PNAD-COVID19. Cad Saúde Pública. 2021[citado em 2021 nov. 15]; 37(1):e00238420. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csp/a/WSxLPSVrxdqDQ4FGkqTrS7C/?format=pdf&lang=pt

Guimarães VHA, de Oliveira-Leandro M, Cassiano C, Marques ALP, Motta C, Freitas-Silva AL, et al. Knowledge About COVID-19 in Brazil: Cross-Sectional Web-Based Study. JMIR Public Health Surveill. 2021 [citado em 2021 nov. 16];7(1):e24756. Disponível em: https://publichealth.jmir.org/2021/1/e24756/

Nehme M, Braillard O, Alcoba G, Perone SA, Courvoisier D, Chappuis F, et al. COVID-19 Symptoms: Longitudinal Evolution and Persistence in Outpatient Settings. Annals of Internal Medicine. 2021[citado em 2022 jan. 17];174(5):723-725. Disponível em: https://www.acpjournals.org/doi/full/10.7326/M20-5926

Wang B, Li R, Lu Z, Huang Y. Does comorbidity increase the risk of patients with COVID-19: evidence from meta-analysis. Aging. 2020[citado em 2021 abr. 29];12(7):6049-57. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7185114/pdf/aging-12-103000.pdf

Mesenburg MA, Hallal PC, Menezes AMB, Barros AJD, Horta BL, Barros FC et al. Doenças crônicas não transmissíveis e COVID-19: resultados do estudo EpiCOVID-19 Brasil. Ver Saude Publica. 2021[Citado em 2021 nov 14];55:38. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rsp/a/wQR46xj6RxJGqcr93VMwRsv/?format=pdf&lang=pt

Borges GM, Crespo, CD. Aspectos demográficos e socioeconômicos dos adultos brasileiros e a COVID-19: uma análise dos grupos de risco a partir da Pesquisa Nacional de Saúde, 2013. Cad Saúde Pública. 2020[Citado em 2021 nov 14];36(10):e00141020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csp/a/YKRHjz3cSF5sphHX3WVzJRm/?format=pdf&lang=pt

Ferrari F. COVID-19: dados atualizados e sua relação com o sistema cardiovascular. Arq Bras Cardiol. 2020[citado em 2021 jan. 15];114(5):823-6. Disponível em: https://www.scielo.br/j/abc/a/TkxNRNcrXLxdmGBX5YqjFMF/?format=pdf&lang=pt

Muniyappa R, Gubbi S. COVID-19 pandemic, coronaviruses, and diabetes mellitus. Am J Physiol Endocrinol Metab. 2020[citado em 2021 jan. 16];318(5):736-41. Disponível em: https://journals.physiology.org/doi/full/10.1152/ajpendo.00124.2020

Arquivos adicionais

Publicado

29-06-2022

Como Citar

1.
Ventura MWS, Diógenes M da S, Albuquerque NLS de, Lima GA, Oliveira PM de, Alexandre ICU, Pascoal LM, Lima FET. Análise comparativa das características demográficas, sintomatologia e comorbidades de adultos e idosos notificados e confirmados com COVID-19 nas capitais brasileiras. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 29º de junho de 2022 [citado 4º de fevereiro de 2023];26. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/38489

Edição

Seção

Pesquisa