v. 4 n. 2 (2023): Dossiê - Corporeidades e subjetividades queer (jul/dez 2023)
Dossiê especial

Cirurgia plástico-escritural traveco-terrorista

Rafael Leopoldo
Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, Brasil
Biografia

Publicado 05-04-2024

Palavras-chave

  • desidentificação,
  • propaganda pela utopia,
  • utopia dissidente

Como Citar

FERREIRA, R. L. A. dos S. Cirurgia plástico-escritural traveco-terrorista. (Des)troços: revista de pensamento radical, Belo Horizonte, v. 4, n. 2, p. e46130, 2024. DOI: 10.53981/destroos.v4i2.46130. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistadestrocos/article/view/46130. Acesso em: 28 maio. 2024.

Resumo

O presente ensaio é dividido em três partes: 1) propaganda pela utopia; 2) reescritura traveco-terrorista; 3) performances. Na primeira parte procuro propor que na análise da tática anarquista da propaganda pela ação se dá muito ênfase na ação e se esquece o elemento da propaganda, ou seja, o seu elemento publicitário do conteúdo teórico. Dado outro é salientar que talvez exista uma linha histórica que envolva a propaganda pela ação, os happenings e as atuais performances. Assim, creio poder afirmar a existência de uma propaganda pela utopia que compõe diversos manifestos atuais, mas, especificamente o Manifesto Traveco-Terrorista de Terluliana Lustosa. Na segunda parte, penso o manifesto de Tertuliana como uma prática literária, mas que envolve uma possível experiência desértica e uma política de desidentificação. Na última parte, faço a análise de duas performances de Lustosa – a cuceta traveco terrorista e a lenda da trava leiteira – no intuito de mostrar uma utopia dissidente e a possível expansão dos modos de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

  1. CRARY, Jonatham. 24/7: capitalismo tardio e os fins do sonho. Trad. Joaquim Toledo Jr. São Paulo: Cosac Naify, 2014.
  2. EDELMAN, Lee. No al futuro. Trad. Javier Sáez. Madrid: Egales, 2014.
  3. FREUD, Sigmund. Conferências introdutórias à psicanálise (1916-1917). Trad. Sergio Tellaroli. São Paulo: Companhia das Letras, 2014. (Obras completas, 13).
  4. LUSTOSA, Tertuliana. Playboi: um romance travesti. São Paulo: projeto Estúdios Kazuá, 2022.
  5. TERTULIANA, Lustosa. Manifesto Traveco-Terrorista. In: RUCOVSKY, Martin; Axt AXT, Brayan (org.). Metafísicas sexuais: canibalismo e devoração de Paul B. Preciado na América Latina. Salvador: Devires, 2022. p. 27-40.
  6. VILLADA, Camila Sosa. O parque das irmãs magníficas. Trad. Joca Reiners Terron. São Paulo: Planeta, 2021.
  7. WHAT we can learn from terrorists. Tariq Ali. Austrália: Youtube, 3 maio 2013. 1 vídeo (39 min). Publicado por The Monthly. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=5hdd4SvRkho&t=303s . Acesso em: 8 maio 2023.
  8. YALOM, Marilyn. História do seio. Lisboa: Teorema, 1997. (Colecção Teorema. Série especial).