Sobre a Revista

FOCO E ESCOPO

A Interfaces – Revista de Extensão da UFMG, ISSN 2318-2326 (eletrônico), é o periódico da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal de Minas Gerais (Proex/UFMG) dedicado aos estudos extensionistas desenvolvidos nos contextos nacional e internacional. Em formato bilíngue (português-espanhol), objetiva contribuir com análises e reflexões sobre os fundamentos, os conceitos, as experiências extensionistas e suas repercussões, buscando fortalecer o diálogo Universidade-Sociedade. Como desdobramentos da publicação, a UFMG espera contribuir com os processos de formação acadêmica e cidadã, com a democratização do conhecimento, com a ampliação dos direitos sociais, assim como com o desenvolvimento de políticas públicas fundamentadas no diálogo com as questões sociais contemporâneas.

A publicação adota as diretrizes da extensão da UFMG:

  • Indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão;
  • Interdisciplinaridade e interprofissionalidade;
  • Impacto na formação do estudante;
  • Impacto e transformação social;
  • Interação dialógica entre universidade e outros setores da sociedade.

SUBMISSÕES

A Interfaces possui fluxo contínuo de submissões.

PERIODICIDADE

Publicação semestral, com edições lançadas nos meses de  junho e dezembro.

IDIOMAS

As publicações são feitas em português e espanhol. As submissões também podem ser feitas em português ou espanhol.

PROCESSO DE AVALIAÇÃO PELOS PARES

Cada submissão será avaliada pelo editor-chefe ou assistente editorial. Caso esteja fora do escopo da revista ou não cumpra todos os critérios das condições de submissão ou das diretrizes para autores, o texto será rejeitado. As submissões que estiverem de acordo com as condições serão encaminhadas para 2 (dois) avaliadores, membros do Conselho Editorial ou avaliadores ad hoc, que serão selecionados de acordo com a temática apresentada no trabalho. A avaliação é duplo-cega. No caso de divergências entre os pareceres , o texto será encaminhado para um terceiro parecerista.

Prazos

Os pareceristas têm em média uma semana para responder se aceitam a demanda e mais três semanas para realizarem a avaliação.

Os autores deverão fazer as alterações solicitadas pelos pareceres, dentro do prazo estipulado, normalmente 10 dias. Caso os autores não se manifestem dentro deste período, o texto será arquivado.

O tempo entre a submissão e a decisão editorial pode ser variado, mas estimamos um prazo médio de três meses.

Critérios para avaliação

As submissões serão avaliadas segundo os critérios discriminados abaixo:

  1. Estrutura conceitual do trabalho:
  • Contribuição para a temática extensionista;
  • Relevância do problema, do objeto e dos objetivos;
  • Coerência e profundidade da discussão;
  • Pertinência e adequação das opções teóricas e metodológicas;
  • Domínio da literatura pertinente;
  • Clareza e objetividade da apresentação dos resultados.
  • Indicação da seção adequada para o trabalho
  • Linguagem: Clareza, coesão e adequação.

2. Estrutura formal do trabalho:

  • Observância aos  padrões de formatação e normalização estabelecidos;
  • Representatividade do título em relação ao conteúdo do artigo;
  • Representatividade dos metadados (qualidade do resumo e palavras-chave);
  • Adequação e qualidade das tabelas, gráficos e ilustrações (se incluídos no texto).

O avaliador registra no próprio SEER uma das seguintes alternativas:

  • Aceitar
  • Correções obrigatórias
  • Submeter novamente para avaliação
  • Enviar para outra revista
  • Rejeitar

POLÍTICAS DE DETECÇÃO DE PLÁGIO

Os autores se comprometem com a autenticidade e autoria dos textos. Todos os textos submetidos serão analisados por meio do software CopySpider e ou Checkforplagiarism.net. Caso haja indicativo de plágio, o texto será analisado pelo corpo editorial, que poderá comunicara outros órgãos ou entidades.

INDEXADORES, BASES DE DADOS E DIRETÓRIOS