PROMOÇÃO DA AMAMENTAÇÃO ANTES E DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19

RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores

  • Gabriela Bianchi Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
  • Liandra Fritzen
  • Bárbara Giordani Cristofoli
  • Laura Battistin Schiavoni
  • Natálie Araujo
  • Sheila Tamanini de Almeida
  • Marcia Peter Maahs
  • Monalise Costa Batista Berbert

Palavras-chave:

aleitamento materno, covid-19, universidades, relações entre comunidade e universidade

Resumo

O aleitamento materno (AM) é a prática padrão ouro da alimentação infantil, pois seus benefícios ultrapassam
a primeira infância, proporcionando melhor qualidade de vida para o bebê, a família e a sociedade. Este artigo
tem por objetivo relatar as ações de promoção da amamentação, realizadas antes e durante a pandemia de
Covid-19. Trata-se de um relato de experiência que descreve e compara as atividades de um projeto de extensão em período presencial e no distanciamento social. A pandemia fez o mundo se reorganizar e, com os projetos de extensão, não foi diferente; foi preciso reinventar-se para continuar promovendo as atividades de extensão. Apontamos as ações produzidas no meio virtual, as quais resultaram no maior alcance de gestantes, lactantes e integrantes da rede de apoio, em comparação com o período pré-pandemia. Na atuação presencial, as ações do projeto se deram por meio de palestras, rodas de conversas e orientações; no ambiente online, por meio de redes sociais, ocorreram oficinas e eventos científicos. Notou-se que, independentemente do modelo de atuação, o projeto estimula pessoas que amamentam a se tornarem protagonistas do AM e destaca o papel da rede de apoio para o sucesso da amamentação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

REFERÊNCIAS

BEZERRA, Ana Emília Meneses; BATISTA, Luiz Henrique Carvalho; SANTOS, Renata Guerda de Araújo. Amamentação: o que pensam as mulheres participantes de um grupo de pré-natal?. Rev. Bras. Enferm., Brasília , v. 73, n. 3, e20180338, 2020

BRASIL. Ministério da saúde; Caderno de Atenção Básica, nº 23; SAÚDE DA CRIANÇA: Nutrição Infantil - Aleitamento Materno e Alimentação Complementar; Brasília – DF 2009

BRASÍLIA; O Direito Humano à Alimentação Adequada e 0 Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional; Organizadora, Marília Leão: ABRANDH, 2013.

CASSIMIRO, Isadora Gonçalves Vilela et al. A importância da amamentação natural para o sistema estomatognático. Revista Uningá, [S.l.], v. 56, n. S5, p. 54-66, jul. 2019.

FARIA, B.; TORRES, E.; ANUNCIAÇÃO, J.; SANTOS, T.; C MARA, S. M. A. Orientações em saúde para gestantes e puérperas durante a pandemia por covid-19 por meio de ações de extensão universitária: um relato de experiência. Revista Extensão & Sociedade, v. 12, n. 1, 4 set. 2020.

FRITZEN, L., BIANCHI, G., PEREIRA, R., VIDOR, D., MAAHS, M., BERBERT, M. C. B., ALMEIDA, S., ROCHA, A., & ROSA, E. (2020). Relato de Experiência: Ações de extensão direcionadas ao aleitamento materno. Revista Difusão, 1, p. 63.

Junqueira, F.C, et/al. A Utilização das Redes Sociais para o Fortalecimento das Organizações. XI Simpósio de excelência em gestão e tecnologia. 2014. link de acesso: https://www.aedb.br/seget/arquivos/artigos14/22020181.pdf

MIGUEL, M. C., SILVEIRA, R. Z., & DEL MAESTRO, M. L. K. (2021). Extensão universitária no enfrentamento da Covid-19: a universidade e o (re)configurar de projetos e ações. AtoZ: novas práticas em informação e conhecimento. https://doi.org/DOI: 10.5380/atoz.v10i1.76152

MONTEIRO, Jean Carlos Silva. “MINHAS ALUNAS SÃO TÍMIDAS, E AGORA?” O SLI.DO MEDIANDO O ENGAJAMENTO EDUCACIONAL NA PANDEMIA. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 4, n. 11, p. 90-98, nov. 2020. ISSN 2675-1488. Disponível em: <https://revista.ufrr.br/boca/article/view/JeanMonteiro/3156>. Acesso em: 18 may 2021. doi:http://dx.doi.org/10.5281/zenodo.4245234.

PEREIRA, R. R., BIANCHI, G., ROSA, E., ROCHA, A. D. F., FRITZEN, L., MAAHS, M., ALMEIDA, S., & BERBERT, M. C. B. (2020). Como continuar promovendo o aleitamento materno? Falando em amamentação! Extensão Universitária na UFCSPA: mídias sociais e Covid-19, p. 15-145.

ROCHA, Maiara Gomes; COSTA, Edina Silva. Interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo: experiência com mães de crianças em consultas de puericultura. Rev. Bras. Promoção Saúde, Fortaleza, v. 28, n. 4, p. 547-552, out/dez. 2015.

ROCHA, A. D. F., MAAHS, M., ALMEIDA, S., & BERBERT, M. C. B. (2020). Falando em amamentação: ações de extensão durante o pré-natal e puerpério. Revista Extensão & Cidadania, 124-132. https://doi.org/htps://doi.org/10.22481/recuesb.v8i13.7100.

SILVA, Brenda Albuquerque Adriano da; BRAGA, Liliane Pereira. Fatores promotores do vínculo mãe-bebê no puerpério imediato hospitalar: uma revisão integrativa. Rev. SBPH, São Paulo, v. 22, n. 1, p. 258-279, jun. 2019.

SILVA, Bianca de Cássia Ferreira, et al; Aleitamento materno: fator primordial para a preservação da saúde ambiental; 15º Congresso Nacional do Meio Ambiente, Poço de Caldas, Minas Gerais, 2018.

UFRJ. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil – ENANI-2019: Resultados preliminares – Indicadores de aleitamento materno no Brasil. UFRJ: Rio de Janeiro, 2020

ZATTAR, Marianna. Competência em informação e desinformação: critérios de avaliação do conteúdo das fontes de informação. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v.13, n.2, p. 285-293, nov. 2017. Disponível em: <http://revista.ibict.br/liinc/article/view/4075/3385>. Acesso em: 15 de maio de 2021.

Downloads

Publicado

2023-07-22

Como Citar

BIANCHI, G.; FRITZEN, L. .; GIORDANI CRISTOFOLI, B. .; BATTISTIN SCHIAVONI, L.; ARAUJO, N. .; TAMANINI DE ALMEIDA, S.; PETER MAAHS, M.; COSTA BATISTA BERBERT, M. PROMOÇÃO DA AMAMENTAÇÃO ANTES E DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19: RELATO DE EXPERIÊNCIA. Interfaces - Revista de Extensão da UFMG, [S. l.], 2023. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistainterfaces/article/view/34444. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos