Análise de limas endodônticas submetidas a biocorrosão por bactérias redutoras de sulfato in vitro

  • Fabiano Luiz Heggendorn INT
  • Lúcio Souza Gonçalves
  • Viviane de Oliveira Freitas Lione
  • Walter Barreiro Cravo Junior
  • Márcia Lutterbach

Resumo

Objetivo: Avaliar as alterações químicas presentes na superfície metálica de limas endodônticas fraturadas
em canais radiculares, in vitro, após a inoculação intrarradicular de culturas de BRS de três cepas
microbianas, Desulfovibrio desulfuricans (uma cepa oral e outra ambiental) e Desulfovibrio fairfieldensis.

Métodos: foram analisadas 5 limas kerr #90, sendo uma Lima Kerr nova, sem tratamento, e as outras 4 limas
fraturadas dentro de canais radiculares in vitro, com posterior inoculação de Desulfovibrio desulfuricans,
cepa oral e ambiental, e Desulfovibrio fairfieldensis e um grupo controle sem inoculação bacteriana, por
477 dias. Os grupos foram analisados no modo EDS (Espectrometria de Energia Dispersiva de Raios-x) do
microscópio eletrônico de varredura (FEI-Inspect-S50).

Resultados: A presença do S, Cl e O foram relacionados ao processo biocorrosivo, assim como a redução
dos elementos de liga nesta área.

Conclusão: As análises no modo EDS demonstraram biocorrosão ao longo da superfície metálica das
limas quando empregado o biofármaco BACCOR, nas três diferentes cepas empregadas, indicada pela
redução dos elementos formadores da liga metálica, Fe, Ni e Cr, com a associação da presença de
elementos indicadores de biocorrosão como O, Cl e S.

Descritores: Endodontia. Cavidade pulpar. Produtos biológicos. Corrosão. Desulfovibrio.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-23
Como Citar
Heggendorn, F. L., Gonçalves, L. S., Lione, V. de O. F., Cravo Junior, W. B., & Lutterbach, M. (2019). Análise de limas endodônticas submetidas a biocorrosão por bactérias redutoras de sulfato in vitro. Arquivos Em Odontologia, 55. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/12462
Seção
Artigos