Impacto do processo de trabalho e da atenção ao câncer de boca no desempenho das equipes de saúde bucal em estado amazônico

Autores

  • Gabriel Mácola de Almeida Universidade Federal do Pará
  • Mayra Emanuele Magalhães Alves Universidade Federal do Pará
  • Raquel Rodrigues Bastos Universidade Federal do Pará
  • Carla Sueli do Vale Marinho Universidade Federal do Pará
  • Diandra Costa Arantes Universidade Federal do Pará
  • Liliane Silva do Nascimento Universidade Federal do Pará

DOI:

https://doi.org/10.35699/2178-1990.2022.29072

Palavras-chave:

Avaliação de desempenho profissional, Avaliação em saúde, Saúde bucal, Atenção primária à saúde

Resumo

Objetivo: Este estudo teve como objetivo analisar as ações de planejamento e avaliação do processo de trabalho e de atenção ao câncer de boca e o impacto desses fatores no desempenho das Equipes de Saúde Bucal no estado do Pará.

Métodos: Foram utilizados dados secundários do 3º ciclo do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB) referentes aos profissionais de saúde bucal entrevistados pelo programa. Participaram do estudo 603 equipes. Os dados foram analisados por teste exato de Fisher e por regressão logística bivariada e multivariada.

Resultados: Dentre as equipes, a maioria realizava atividades de planejamento de ações (89,4%), participava de reuniões com a equipe de atenção básica (93,2%) e realizava autoavaliação (71,5%). A maioria das equipes realizava ações de prevenção e diagnóstico de câncer de boca (91,4%), porém 84,6% delas não realizava biópsias na unidade primária. Uma melhor certificação de desempenho mostrou-se associada com a realização de atividades como: planejamento das ações da equipe (p = 0,024; OR = 2,409), reunião com a equipe de atenção básica (p = 0,009; OR = 14,038), investigação do perfil epidemiológico de saúde bucal do território (p < 0,001; OR = 2,649) e outros.

Conclusões: Realizar atividades do processo de trabalho e atenção ao câncer de boca geraram impacto positivo no desempenho das equipes de saúde bucal do estado do Pará que participaram do 3º ciclo do PMAQ-AB.

Descritores: Avaliação de desempenho profissional. Avaliação em saúde. Saúde bucal. Atenção primária à saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Portaria n. 267 de 06 de março de 2001. Inclusão das ações de saúde bucal na estratégia do Programa de Saúde da Família, como forma de reorganização desta área no âmbito da atenção básica. [atualizada em 07 mar 2001; acesso em 26 ago 2019]. Disponível em: http://www.lex.com.br/doc_22667_PORTARIA_N_267_DE_6_DE_M.

Thurow LL, Castilhos ED, Costa JSD. Comparação das práticas odontológicas segundo modelos de atendimento: tradicional e da Saúde da Família, Pelotas-RS, 2012-2013. Epidemiol Serv Saúde. 2015;24(3):545-50.

Ministério da Saúde [homepage na Internet]. Diretrizes da Política Nacional de Saúde Bucal. [atualizada em jan 2004; acesso em 10 ago 2020]. Disponível em: http://189.28.128.100/dab/docs/publicacoes/geral/diretrizes_da_politica_nacional_de_saude_bucal.pdf.

Manassero FB, Bavaresco CS. Inserção do Cirurgião-Dentista na Estratégia de Saúde da Família: Revisão de Literatura. Rev APS. 2016;19(2):286-91.

Ferreira J, Geremia DS, Geremia F, Celuppi IC, Tombini LHT, Souza JB. Avaliação da Estratégia Saúde da Família à luz da tríade de Donabedian. Av Enferm. 2021;39(1):63-73.

Ministério da Saúde [homepage na Internet]. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Estimativa 2018. [atualizada 03 maio 2018; acesso em 20 ago 2020]. Disponível em: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files//media/document//estimativa-incidencia-de-cancer-no-brasil-2018.pdf.

World Health Organization. Globocan 2018 [homepage na Internet]. Population fact sheets. [acesso em 04 set 2020]. Disponível em: https://gco.iarc.fr.

Martins AMEBL, Barreto SM, Santos-Neto PE, Sá MAB, Souza JGS, Haikal DS et al. Maior acesso à informação sobre como prevenir o câncer bucal entre idosos assistidos na atenção primária à saúde. Ciênc Saúde Colet. 2015;20(7):2239-53.

Fagundes DM, Thomaz EBAF, Queiroz RCS, Rocha TAH, Silva NC, Vissoci JRN, et al. Diálogos sobre o processo de trabalho em saúde bucal no Brasil: uma análise com base no PMAQ-AB. Cad Saúde Pública. 2018;34(9):e00049817.

Ministério da Saúde [homepage na Internet]. Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade: manual instrutivo para as equipes de atenção básica (Saúde da Família, Saúde Bucal e Equipes parametrizadas) e NASF - 3º Ciclo. [atualizada em 2017; acesso em 09 ago 2020]. Disponível em: http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/documentos/Manual_Instrutivo_3_Ciclo_PMAQ.pdf

Baldani MH, Ribeiro AE, Gonçalves JRSN, Ditterich RG. Processo de trabalho em saúde bucal na atenção básica: desigualdades intermunicipais evidenciadas pelo PMAQ-AB. Saúde Debate. 2018;42(n.º esp. 1):145-62.

Lima CA, Moreira KS, Costa GS, Maia RS, Pinto MQC, Vieira MA, et al. Avaliação do processo de trabalho entre equipes de saúde da família de um município de minas gerais, Brasil. Trab. Educ. Saúde. 2019;17(1):e0018710.

Mendes SR. Perfil dos cirurgiões-dentistas e sua influência sobre o desempenho das equipes de saúde bucal atuantes no sistema único de saúde brasileiro [tese]. Belo Horizonte (MG): Universidade Federal de Minas Gerais; 2019.

Ministério da Saúde [homepage na Internet]. Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade [acesso em 07 set 2020]. Disponível em: https://aps.saude.gov.br/ape/pmaq

Mattos GCM, Ferreira EF, Leite ICG, Greco RM. A inclusão da equipe de saúde bucal na Estratégia Saúde da Família: entraves, avanços e desafios. Ciênc Saúde Colet. 2014;19(2):373-82.

Scherer CI, Scherer MDA. Advances and challenges in oral health after a decade of the “Smiling Brazil” Program. Rev Saúde Pública. 2015;49:98.

Pinto AR, Nascimento DDG, Nichiata LYI. Desempenho dos Núcleos Ampliados de Saúde da Família na avaliação do PMAQ-AB. Rev Esc Enferm. 2019;53:e0350.

Amaral Junior OL. Avaliação dos serviços de saúde bucal na atenção primária à saúde: perspectivas regionais com base no PMAQ [tese]. Porto Alegre (RS): Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 2016.

Rocha PAS, Leite FMC, Barbosa BLFA, Lima RCD. Programa Nacional de Melhoria da Qualidade e do Acesso da Atenção Básica: avaliando o processo de trabalho das equipes do Espírito Santo. APS em Revista. 2019;1(2):141-5.

Barros JO, Gonçalves RMA, Kaltner RP, Lancman S. Estratégia do apoio matricial: a experiência de duas equipes do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) da cidade de São Paulo, Brasil. Ciênc saúde coletiva. 2015;20(9):2847-56.

Silva CSO, Fonseca ADG, Souza LPS, Siqueira LG, Belasco AGS, Barbosa DA. Integralidade e Atenção Primária à Saúde: avaliação sob a ótica dos usuários. Ciênc Saúde Colet. 2014;19(11):4407-15.

Feitosa RMM, Paulino AA, Júnior JOSL, Oliveira KKD, Freitas RJM, Silva WF. Mudanças ofertadas pelo Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica. Saúde Soc. 2016;25(3):821-9.

Monken M, Barcellos C. Vigilância em saúde e território utilizado: possibilidades teóricas e metodológicas. Cad. Saúde Pública. 2005;21(3):898-906.

Lima RSA, Nascimento JA, Ribeiro KSQS, Sampaio J. O apoio matricial no trabalho das equipes dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família: análise a partir dos indicadores do 2º ciclo do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade. Cad Saúde Colet. 2019;27(1):25-31.

Cunha GT, Campos GWS. Apoio Matricial e Atenção Primária em Saúde. Saúde Soc. 2011;20(4):961-70.

Mohanaruban A, Flanders L, Rees H. Case-based discussion: perceptions of feedback. Clin. Teach. 2018;15(2):126-31.

Souza JGS, Sá MAB, Popoff DAV. Comportamentos e conhecimentos de cirurgiões-dentistas da atenção primária à saúde quanto ao câncer bucal. Cad Saúde Colet. 2016;24(2):170-7.

Rodrigues LV, Ribeiro ILA, Protasio APL, Valença AMG, Lima Neto EAL. Oral health actions in the primary health care network of northeastern brazil in relation to oral cancer. Rev Gauch Odontol. 2019;67:e20190027.

Andrade SN, Muniz LV, Soares JMA, Chaves ALF, Ribeiro RIMA. Câncer de boca: avaliação do conhecimento e conduta dos dentistas na atenção primária à saúde. Rev Bras Odontol. 2014;71(1):42-7.

Ministério da Saúde [homepage na Internet]. Política Nacional de Atenção Básica. [atualizada em 2021; acesso em 07 jul 2020]. Disponível em: http://189.28.128.100/dab/docs/publicacoes/geral/pnab.pdf

Downloads

Publicado

2022-06-10

Como Citar

Almeida, G. M. de ., Alves, M. E. M., Bastos, R. R. ., Marinho, C. S. do V. ., Arantes, D. C. ., & Nascimento, L. S. do . (2022). Impacto do processo de trabalho e da atenção ao câncer de boca no desempenho das equipes de saúde bucal em estado amazônico. Arquivos Em Odontologia, 58, 21–31. https://doi.org/10.35699/2178-1990.2022.29072

Edição

Seção

Artigos