Indicadores de saúde bucal de gestantes vinculadas ao programa de pré-natal em duas unidades básicas de saúde em Porto Alegre/RS

  • Patrícia Camargo da Rosa Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Betine Pinto Moehlecke Iser Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Marco Aurélio Camargo da Rosa Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Sonia Maria Blauth de Slavutzky Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Resumo

Os objetivos desse trabal.ho foram: aval.iar as condições sócio-econômicas, a intenção de amamentação, os cuidados com seus filhos, a auto-percepção e as condições de saúde bucal. de gestantes pertencentes ao pré-natal. de duas unidades básicas de saúde do município de Porto Al.egre, no ano de 2006. Este estudo epidemiológico observacional. do tipo transversal. foi real.izado a partir da entrevista de 63 gestantes. Observou-se que as participantes eram na sua maioria jovens, com média de idade de 24 anos, sendo que 33% eram adolescentes. Constatou-se um baixo nível socioeconômico e uma baixa escolaridade, fatores agravantes para um baixo índice de amamentação (60%) e para utilização de hábitos nocivos como uso precoce de açúcar (54,7%) e chupeta (75%). Quanto a percepção de saúde bucal., menos da metade (44%) consideram sua saúde bucal. regular, 13% nunca foram ao dentista e 30,2% relataram ter sentido muita dor de dente nos últimos seis meses. A média do CPOD foi de 6 dentes. Nesse estudo, verificou-se a necessidade não somente de melhorar o acesso aos serviços odontológicos, já que esse tipo de ação é muito limitada, mas também de promover um trabal.ho multidisciplinar, abordando a promoção de saúde dentro da estratégia de fatores de risco comum.
Descritores: Gravidez, percepção em saúde, Odontologia, Pré-natal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Camargo da Rosa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Especialista em Saúde Pública pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Betine Pinto Moehlecke Iser, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Especialista em Saúde Pública pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Marco Aurélio Camargo da Rosa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Mestre em Saúde Bucal Coletiva pela UFRGS
Sonia Maria Blauth de Slavutzky, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Professora Titular da disciplina de Saúde Bucal Coletiva da UFRGS

Referências

1. Gaio, DSM. Assistência Pré-natal e puerpério. In:
Duncan, BB.; Schmidt, MI.; Giugliani, ERJ.
Medicina Ambulatorial: Condutas Clínicas em
Atenção Primária Baseadas em Evidências. 3 ed.
Porto Alegre: Artes Médicas, 2004; Cap. 36,
p. 357-367.
2. Sheiham A, Moysés SJ. O Papel dos profissionais
de Saúde Bucal na Promoção de Saúde In: Buischi,
Y. P. Promoção de Saúde Bucal na Clínica
Odontológica. 336p. v. 22. São Paulo: Artes
Médicas, EAP – APCD, 2000, Cap. 2. p. 23-37.
3. Gonzaga HFS, Buso L, Jorge MA, Gonzaga LHS.
Odontologia intra-uterina: um modelo integrado de
prevenção. Braz Dent Journal. 2001; v.12, n. 2,
p. 139-42.
4. Slavutzky SMB. Reflexões sobre a Relação de Cárie
com Outras Doenças Crônica Degenerativas. Ação
Coletiva, Brasília, 1998; v.1, n.3, p.12 – 14.
5. Corsetti LO, Figueiredo MC, Dutra CAV. Avaliação
do Atendimento odontológico para gestantes nos
serviços públicos de Porto Alegre/RS, durante o prénatal.
Rev. Aboprev. 1998; v.1, n.1, p.9-15.
6. Rosell Fl, Montandon-Pompeu AAB, Júnior AV.
Registro Periodontal Simplificado em Gestantes.
Rev. Saúde Pública 1999; v.33, n. 2, p. 157-62.
7. OMS. Ensuring Skilled Care for Every Birth
2001. Disponível em: http://www.who.int/
making_pregnancy_safer/. Acesso em: 16 de nov.
2006.
8. Marques RFSV, Lopez FA. Braga JAP. O
Crescimento de Crianças Alimentadas com Leite
Materno Exclusivo nos Primeiros Seis Meses de
Vida. J. Pediatr. 2004; Rio de Janeiro, v.80, n.2,
p.99-105.
9. Nakamura, SS, Veiga KF, Ferrarese FRB, Martinez
FE. Percepção e Conhecimento de Meninas
Escolares sobre o Aleitamento Materno. J Pediatr.
2003; Rio Janeiro, v.79, n.2, p.181-88.
10. Recomendação do UNICEF para duração da
amamentação exclusiva. Disponível em: www.aleitamento.org.br/arquivos/excunicef.htm>
Acesso em: 12 de set. 2006.
11. Ministério da Saúde. Pesquisa de prevalência do
aleitamento materno nas capitais e no Distrito
Federal. Brasília, 2001
12. Montandon EM, Dantas PM, Moraes RM, Duarte
RC. Hábitos dietéticos e de higiene bucal em mães
no período gestacional. Rev JPB, Curitiba, 2001;
ano 4, n. 18, p. 170-73.
13. Offenbacher S, Jared HL, O´Reilly PG, Weels SR,
Salvi GE et al. Potencial pathogenic mechanisms of
periodontitis associated pregnancy complications.
In: Duncan, BB; Schmidt, MI.; Giugliani, ERJ.
Medicina Ambulatorial: Condutas Clínicas emAtenção Primária Baseadas em Evidências - 3 ed.
Porto Alegre: Artes Médicas. 2004; Cap. 57,
p. 551-57.
14. Offenbacher S, Katz V, Fertik G, et al. Periodontal
Infection as a possible risk factor for preterm low
birth weight. J Of Periodontology. 1996: 67:
1103-13.
15. Araújo IC, Horta JVS, Aragão MVA, Reis MF, Reis
NF. Condições de saúde bucal das gestantes
atendidas em instituições de saúde do bairro do
Guamá no município de Belém, Odontologia em
Saúde Coletiva – Curso de Odontologia da
Universidade Federal do Pará. 2005.
16. Albuquerque, OMR, Abegg C, Rodrigues CS.
Percepção de gestantes do Programa Saúde da
Família em relação a barreiras no atendimento
odontológico em Pernambuco, Brasil. Cad. Saúde
Pública. 2004; v.20, n.3, p.789-79.
17. Unfer B, Saliba O. Avaliação do conhecimento
popular e as práticas cotidianas em saúde bucal –
Evaluate of popular knowledge and everyday
practices in oral health. Rev. Saúde Pública, 2000;
v. 34, n. 2, p. 190-95. Disponível em:
. Acesso em: 20 de out. 2006.
18. Vasconcelos EM. Educação Popular nos Serviços
de Saúde – 3 ed. São Paulo: Editora Hucitec, 1997.
19. Ministério da Saúde. Projeto SB Brasil 2003.
Condições de saúde bucal da população brasileira
2002-2003 - Resultados Principais. Coordenação
Nacional de Saúde Bucal. Brasília - DF 2004.
20. IBGE. Síntese de Indicadores Sociais 2005. Brasil.
Disponível em: e s t a t i s t i c a / p o p u l a c a o / c o n d i c a o d e v i d a /
indicadoresminimos/sinteseindicsociais2005/
default.shtm>. Acesso em: 02 de nov. 2006.
21. Guttmacher Institute. Teenager Sexual and
Reproductive Behavior in Developed Countries. Can
More Progress Be Made? N.Y. and Washington.
2001.Disponível em:http://www.alanguttmacher.org/
sections/pregnancy.php Acesso em: 20 de nov. 2006.
22. Ministério da Saúde. Gravidez na adolescência.
Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/
aplicacoes/busca/buscar.cfm.2003. Acesso em: 22 de
nov. 2006.
23. OLIVEIRA MW. Gravidez na adolescência:
Dimensões do problema. Cad. CEDES,
Campinas, v.19, n. 45,1998. Disponível em: http://www. s c i e l o . b r / s c i e l o . p h p ? p i d = S 0 1 0 1 -
32621998000200004&script=sci_arttext. Acesso
em: 22 de nov. 2006.
24. Mitsuhiro SS, Chalem E, Barros MM, Guinsburg R,
Laranjeira R. Gravidez na adolescência: uso de
drogas no terceiro trimestre e prevalência de
transtornos psiquiátricos. Rev Bras Psiquiatr. São
Paulo: 2006; v.28, n.2, p.122-5.
25. Ministério da Saúde. Assistência Pré-Natal - Normas
e Manuais Técnicos. Brasília, 1998; 3ª edição.
26. Lamonier JA. O efeito de bicos e chupetas no
aleitamento materno. J Pediatr, 2003; v. 79, n. 4.
27. Neiva FCB, Cattoni DM, Issler H, Ramos JLA.
Desmame precoce: implicações para o
desenvolvimento motor-oral. J Pediatr. Rio de
Janeiro, 2003; v.79, n.1, p.07-12.
28. Slavutzky SMB. A importância da alimentação para
a saúde e a prevenção de doenças da boca e de outras
doenças crônicas In: Odontologia Preventiva para a
Cidadania, Editora da Universidade Federal do Rio
Grande do Sul, Porto Alegre, 2002; p. 25-31.
29. Sheiham A, Watt RG: The Common Risk Factor
Approach: a rational basis for promoting oral health.
Community Dent Oral Epidemiol 2000; 28:
399–406.
30. Rosa, MAC. Abuso e dependência de açúcares
extrínsecos não lácticos: desenvolvimento de um
instrumento diagnóstico e verificação de
dependência de uma amostra de obesos e não obesos
da cidade de Porto Alegre. (Dissertação). Rio Grande
do Sul, Porto Alegre: Faculdade de Odontologia,
UFRGS, 2005.
31. Konishi F, Abreu-E-Lima F. Odontologia Intra-
Uterina: a construção da saúde bucal antes do
nascimento. RBO, 2002; v.59, n.5, p.294-95.
32. Bernd B, Souza CB, Lopes CB et al. Percepção
popular sobre saúde bucal: o caso das gestantes do
valão. Saúde em Debate. Março 1992; 34: 33-9.
33. Berkman L, Kawachi I. Social Epidemiology. Oxford
University. 2000; 2: 21-30.
34. Nicolau B, Marcenes W, Bartley M, Sheiham A. A
life course approach to assessing causes of dental
caries experience: The Relationship between
biological, behavioural, socio-economic and
psychological conditions and caries in adolescents.
Caries Research 2003; v.3, n.5, p. 319-26.
Publicado
2016-03-02
Como Citar
Rosa, P. C. da, Iser, B. P. M., Rosa, M. A. C. da, & Slavutzky, S. M. B. de. (2016). Indicadores de saúde bucal de gestantes vinculadas ao programa de pré-natal em duas unidades básicas de saúde em Porto Alegre/RS. Arquivos Em Odontologia, 43(1). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3426
Seção
Artigos