Intervenção Fonoaudiológica nos casos de pacientes classe III com indicação à Cirurgia Ortognática

  • Camila Velloso Aléssio Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC
  • Carolina Lisbôa Mezzomo Universidade Federal de Santa Maria- UFSM
  • Daiane Körbes Universidade Federal de Santa Maria- UFSM

Resumo

Este estudo foi desenvolvido no intuito de verificar como se dá a atuação do fonoaudiólogo no pré e pós-operatório de pacientes indicados à cirurgia ortognática. Através de um estudo de revisão de literatura visou-se abordar questões referentes à etiologia da deformidade esquelética classe III de Angle, suas características anátomo-fisiológicas, às alterações miofuncionais existentes e ainda, à avaliação e terapia fonoaudiológicas. Além disso, procurou-se pontuar a relevância da inclusão de diferentes profissionais na equipe interdisciplinar, dando um maior enfoque à atuação fonoaudiológica e traçando sua evolução na terapêutica dos pacientes portadores de deformidades dento-esqueléticas. Através do trabalho realizado, verifica-se a importância do fonoaudiólogo junto à equipe multiprofissional durante todo o processo de tratamento, desde o momento pré-cirúrgico até o restabelecimento das bases ósseas.
Descritores: Maloclusão de Angle Classe III. Fonoterapia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Velloso Aléssio, Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC
Aluna do curso de Fonoaudiologia-UFSC
Carolina Lisbôa Mezzomo, Universidade Federal de Santa Maria- UFSM
Fonoaudióloga / Professora da UFSM
Daiane Körbes, Universidade Federal de Santa Maria- UFSM
Fonoaudióloga / Especialista em Fonoaudiologia-UFSM / Especialista em Motricidade Orofacial-CEFAC

Referências

1. Berretin-Felix G. Cirurgias ortognáticas – em que momento iniciar o tratamento. In: Comitê de Motricidade Orofacial – SBFª. Motricidade oral: como atuam os especialistas. São José dos Campos: Pulso, 2004; 123-9.
2. Mucha JN. As limitações do tratamento ortodôntico não-cirúrgico. In: Medeiros PJ, Medeiros PP. Cirurgia ortognática para o ortodontista. 2 ed. São Paulo: Santos, 2004; 29-56.
3. Krakauer LH. Alteração de funções orais nos diversos tipos faciais. In: Marchesan IQ, Bolaffi C, Gomes ICD, Zorzi JL. Tópicos em fonoaudiologia II. São Paulo: Lovise, 1995; 147-54.
4. Bianchini EMG. A cefalometria nas alterações miofuncionais orais: diagnóstico e tratamento fonoaudiológico. São Paulo: Pró-Fono, 1993: 73.
5. Fernandes AL. Cirurgia ortognática: um estudo sobre a atuação fonoaudiológica. (Monografia). Rio de Janeiro: Centro de especialização em Fonoaudiologia Clínica – CEFAC. 2000. 59 p.
6. Marchesan IQ, Bianchini EMG. A fonoaudiologia e a cirurgia ortognática. In: Araujo A. Cirurgia ortognática. São Paulo: Santos, 1999; 353-62.
7. Berretin-Felix G, Jorge TM, Genaro KF. Intervenção fonoaudiológica em pacientes submetidos à cirurgia ortognática. In: Ferreira LP,
Befi-Lopes DM, Limongi SCO. (org.). Tratado de fonoaudiologia. São Paulo: Roca, 2004; 494-511.
8. Souza LCM, Campiotto AR, Freitas RR. Cirurgia ortognática e fonoaudiologia. In: Lopes Filho OC. (org.). Tratado de fonoaudiologia. São Paulo: Roca, 1997; 781-804.
9. Youssef RE, Throckmorton GS, Ellis III E, Sinn DP. Comparison of habitual masticatory cycles and muscle activity before and after orthognathic surgery. J Oral Maxillofac Surg 1997; 55:699-707.
10. Bianchini EMG. Desproporções maxilomandibulares: atuação fonoaudiológica com pacientes submetidos à cirurgia ortognática. In:
Marchesan IQ, Bolaffi C, Gomes ICD, Zorzi JL. Tópicos em fonoaudiologia II. São Paulo: Lovise, 1995; 129-45.
11. Pagnoncelli RM. Inter-relação entre o sistema estomatognático e o planejamento pré-operatório da técnica sagital oblíqua para ramo mandibular em cirurgia ortognática. (Monografia). Porto Alegre: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS. 1992. 88 p.
12. Ponzoni D. Percepções, expectativas e manifestações de pacientes submetidos à cirurgia ortognática. (Tese). Porto Alegre: Pontifícia
Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS. 2001. 162 p.
13. Flanary CM, Alexander JM. Patient responses to the orthognathic surgical experience: factors leading to dissatisfaction. J Oral Maxillofac Surg 1983; 41:770-4.
14. Campiotto AL. Fonoaudiologia em cirurgias ortognáticas: qual o melhor momento de intervir? In: Comitê de Motricidade Orofacial – SBFª. Motricidade oral: como atuam os especialistas. São José dos Campos: Pulso, 2004; 115-21.
15. D’Agostino L. Características fonoaudiológicas nas deformidades maxilomandibulares. In: Psillakis JM, Zanini AS, Mélega MJ, Costa AE,
Cruz LR. Cirurgia craniofacial: osteotomias estéticas da face. Rio de Janeiro: MEDSI, 1987; 317-23.
16. D’Agostino L. Princípios de fonoaudiologia nas deformidades craniofaciais. In: Mélega MJ, Zanini AS, Psillakis JM. Cirurgia plástica
reparadora e estética. Rio de Janeiro: MEDSI, 1988; 307-19.
17. Altmann EBC, Vaz ACN. Avaliação e tratamento fonoaudiológico nas cirurgias ortognáticas. In: Altamann EBC. Fissuras labiopalatinas. 4 ed São Paulo: Pró-Fono, 1997; 431-56.
18. Psillakis JM, Lucardi V. Proporções estéticas da face. In: Psillakis JM, Zanini AS, Mélega MJ, Costa AE, Cruz LR. Cirurgia craniofacial: osteotomias estéticas da face. Rio de Janeiro: MEDSI, 1987; 297-310.
29. Altmann EBC, D’Agostino L, Psillakis JM. Tratamento fonoaudiológico nas deformidades maxilomandibulares. In: Psillakis JM, Zanini AS,
Mélega MJ, Costa AE, Cruz LR. Cirurgia craniofacial: osteotomias estéticas da face. Rio de Janeiro: MEDSI, 1987; 431-42.
20. Campiotto AR. Fonoaudiologia. In: Souza LCM, Silveira ME, Cappellette M, Garducci M, Lino AP. Cirurgia ortognática e ortodontia. São Paulo: Santos, 1998; 19 - 30.
21. Reis E, Melo JB. Condutas fonoaudiológicas após cirurgia ortognática. Jornada Multidisciplinar Online de Odontologia e Fonoaudiologia.
Disponível em: . Acesso: 14 abril 2005.
22. Jensen AC, Sinclair PM, Wolford LM. Soft tissue changes associated with double jaw surgery. Am J Orthod Dentofac Orthop 1992; 101:266-75.
23. Suguino R, Ramos AL, Terada HH, Furquim LZ, Maeda L, Silva Filho OG. Análise facial. Rev Dent Press Ortod Ortop Maxil 1996; 1:86-107.
24. Medeiros PJ, Medeiros PP. Técnicas cirúrgicas mandibulares. In: ______. Cirurgia ortognática para o Ortodontista. 2 ed São Paulo: Santos, 2004: 97-102.
25. Medeiros PJ, Medeiros PP. Fixação interna rígida. In: ______. Cirurgia Ortognática para o ortodontista. 2 ed São Paulo: Santos, 2004: 103-105.
26. Morelli JMG. Cirurgia ortognática: atuação fonoaudiológica no pré e pós operatório. (Monografia). Itajaí: Centro de Especialização em
Fonoaudiologia Clínica – CEFAC. 2001. 42 p. Arquivos em Odontologia
27. Köhler NRW, Köhler GI, Köhler JF. Anomalias morfofuncionais da face: uma introdução à visão etiológica e terapêutica multidisciplinar. In:
Marchesan IQ, Bolaffi C, Gomes ICD, Zorzi JL. Tópicos em fonoaudiologia II. São Paulo: Lovise, 1995; 93-127.
28. Benevides S. Pressões atípicas musculares em pacientes submetidos à cirurgia ortognática. (Monografia). Recife: Centro de Especialização em Fonoaudiologia Clínica – CEFAC. 1998. 25 p
Publicado
2016-03-02
Como Citar
Aléssio, C. V., Mezzomo, C. L., & Körbes, D. (2016). Intervenção Fonoaudiológica nos casos de pacientes classe III com indicação à Cirurgia Ortognática. Arquivos Em Odontologia, 43(3). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3447
Seção
Artigos