Análise de motivos que dificultam a adoção de hábitos de higiene bucal saudáveis com relação à cárie dentária: avaliação de uma escola pública da Paraíba

  • Priscila Florentino Silva Universidade Federal da Paraíba - UFPB
  • Cláudia Helena Soares de Morais Freitas Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Resumo

Objetivo: O objetivo deste estudo foi investigar o conhecimento de pais de estudantes de uma escola da rede pública da Paraíba sobre a cárie dentária e as dificuldades encontradas por eles para adotarem hábitos de higiene bucal. Materiais e Métodos: O estudo foi desenvolvido no município de Guarabira, PB, Brasil. A população estudada constituiu-se de 46 pais/responsáveis de estudantes de 5 a 12 anos de idade da Escola Municipal de Ensino Fundamental Paulo Brandão, situada na área de abrangência da Unidade de Saúde da Família Santa Terezinha. As informações foram coletadas através de questionário estruturado, abordando conhecimentos dos pais e hábitos de higiene de seus filhos. Os dados foram analisados a partir da distribuição
de frequências e por meio de estatística descritiva. Para os procedimentos descritivos, foram apresentadas medidas de tendência central (média e mediana) e de dispersão (desvio padrão). Resultados: Os resultados
mostraram que 80,5% dos participantes eram do sexo feminino e 19,5% do sexo masculino. Foi predominante entre os participantes uma renda familiar de 1 salário mínimo (50%) ou até mesmo nenhuma renda (30,4%).
Com relação ao nível escolar, houve predominância do ensino fundamental incompleto (54,3%). A maioria dos participantes (95,6%) considerou que a cárie pode ser prevenida; 71,8% respondeu 3 vezes para a
frequência de escovação diária das crianças. Quanto à frequência da troca da escova dos filhos, 39,1% trocam de escova a cada 3 meses e 15,2% dos pais/responsáveis realizam esta troca após 6 meses de uso,
seja por dificuldades financeiras (41,3%), por esquecimento (50%) ou falta de informação sobre o assunto (8,7%). Conclusão: A baixa condição sócio-econômica e de informação dificultam a adoção de hábitos
saudáveis da população estudada.
Descritores: Saúde bucal. Odontologia em saúde pública. Escovação dentária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscila Florentino Silva, Universidade Federal da Paraíba - UFPB
Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), João Pessoa, PB, Brasil
Cláudia Helena Soares de Morais Freitas, Universidade Federal da Paraíba - UFPB
Departamento de Clínica e Odontologia Social, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), João Pessoa, PB, Brasil

Referências

1. Brasil. Constituição, 1988. Constituição da República Federativa do Brasil. 18ª ed. São Paulo: Saraiva, 1988.
2. Brasil. Lei nº 8080, de 19 de setembro de 1990. Diário Oficial República Federativa do Brasil. 1990 set. 19.
3. Ministério da Saúde. Avaliação normativa do Programa Saúde da Família no Brasil. Brasília: Ministério da Saúde; 2002.
4. Brasil. Ministério da Saúde. Saúde da Família: uma estratégia para a reorientação do modelo assistencial. Brasília: Secretaria de Assistência a Saúde/Coordenação de Saúde da Comunidade;
1997.
5. Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 1101, de 12 de junho de 2002. Estabelece parâmetros assistenciais do SUS. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. 2002 jun. 13; Seção 1.
6. Brasil. Ministério da Saúde. Diretrizes da política nacional de saúde bucal. Brasília: Ministério da Saúde; 2004.
7. Brasil. Ministério da Saúde. Observatório de Recursos Humanos em Saúde no Brasil: estudos e análises. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2003.
8. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria Nacional de Programas Especiais de Saúde. Divisão Nacional de Saúde Bucal. Levantamento
epidemiológico em Saúde Bucal: Brasil, zona urbana, 1986. Brasília: CD-MS; 1989.
9. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Assistência à Saúde. Departamento de Assistência e Promoção da Saúde. Coordenação de Saúde Bucal. Levantamento epidemiológico em saúde bucal: 1ª etapa: cárie dental: projeto. Brasília: 1996.
10. Brasil. Ministério da Saúde. Projeto SB Brasil 2003. Condições de Saúde Bucal da população brasileira 2002-2003. Secretaria de Atenção
à Saúde, Depto de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde; 2004.
11. Narvai PC, Frazão P, Roncalli AG, Antunes JLF. Cárie dentária no Brasil: declínio, polarização, iniquidade e exclusão social. Rev Panam Salud Pública. 2006; 19:385-93.
12. Pinheiro RS, Torres TZG. Uso de serviços odontológicos entre os Estados do Brasil. Ciênc Saúde Coletiva. 2006; 11:999-1010.
13. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Acesso e Utilização de Serviços
de Saúde 2003. Rio de Janeiro: Centro de Documentação, IBGE; 2005.
14. Abreu MHNG, Pordeus IA, Modena CM. Representações sociais de saúde bucal entre mães no meio rural de Itaúna (MG), 2002. Ciênc Saúde Coletiva. 2005; 10:245-59.
15. Antunes LS, Soraggi MBS, Antunes LAA, Corvino MPF, Conhecimentos, práticas e atitudes de responsáveis frente à saúde bucal do préescolar. Odontol Clin-Científ. 2008; 7: 241-6.
16. Lawder JAC, Mendes YBE, Silva LC, Andrade DKD, Rocha LM, Rogalla TM, et al. Conhecimentos e práticas em saúde bucal entre
usuários de serviços odontológicos. Pesqui Bras Odontopediatria Clín Integr. 2008; 8:321-6.
17. Guarabira. Secretaria Municipal de Saúde. Perfil do Município. [s.l.]: 2005. 18. Conselho Nacional de Saúde. Diretrizes e normas
regulamentadoras de pesquisa envolvendo seres humanos. Brasília; 1997.
19. Figueira TR, Leite ICG. Conhecimentos e práticas de pais quanto à saúde bucal e suas influências sobre os cuidados dispensados aos filhos. Pesqui Bras Odontopediatria. Clín Integr. 2008; 8:87-92.
20. Soraggi MBS, Antunes LS, Antunes LAA, Corvino MPF. A cárie dentária e suas condicionantes em crianças de uma escola pública municipal em Niterói, RJ. Pesqui Bras Odontopediatria Clín
Integr. 2007; 7:119-24.
21. Thylstrup A, Fejerskov O. Cariologia clínica. 3ª ed. São Paulo: Santos; 2001.
22. Garbin CA, Garbin AJ, Santos KT, de Lourdes Carvalho M, Lima DC. Evaluation of toothbrush bristles’ deterioration used by a preschool children. Int J Dent Hyg. 2009; 7:285-8.
23. V Pai. Effect of a single-use toothbrush on plaque microflora. Indian J Dent Res. 2009; 20:404-6.
24. Brasil. Portaria nº. 95, de 14 de fevereiro de 2006. Alterações nos procedimentos coletivos da tabela SIA-SUS. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. 2006 fev.14.
25. Davoglio RS, Aertz DRGC, Abegg C, Freddo SL, Monteiro L. Fatores associados a hábitos de saúde bucal e utilização de serviços odontológicos entre adolescentes. Cad Saúde Pública. 2009; 25:655-
67.
26. Freddo SL, Aerts DRGC, Abegg C, Davoglio R, Vieira PG, Monteiro L. Hábitos de higiene bucal e utilização de serviços odontológicos em
escolares de uma cidade da região sul do Brasil.
Publicado
2016-05-10
Como Citar
Silva, P. F., & Freitas, C. H. S. de M. (2016). Análise de motivos que dificultam a adoção de hábitos de higiene bucal saudáveis com relação à cárie dentária: avaliação de uma escola pública da Paraíba. Arquivos Em Odontologia, 47(1). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3557
Seção
Artigos