Atividade antifúngica e antiaderente do óleo essencial de Rosmarinus officinalis sobre Candida

  • Yuri Wanderley Cavalcanti Universidade Federal da Paraíba - UFPB
  • Leopoldina de Fátima Dantas de Almeida Universidade Federal da Paraíba - UFPB
  • Wilton Wilney Nascimento Padilha Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Resumo

Objetivo: Avaliar a atividade antifúngica e antiaderente do óleo essencial de Rosmarinus officinalis (Alecrim) sobre Candida albicans (ATCC289065) e C. tropicalis (ATCC40042). Materiais e Métodos: Determinou-se a atividade antifúngica pela Concentração Inibitória Mínima (CIM) e Concentração Fungicida Mínima (CFM), obtidas através das técnicas de microdiluição e de esgotamento, respectivamente. Os produtos foram avaliados da concentração inicial de 72mg/mL até 0,5625mg/mL. A atividade antiaderente foi avaliada segundo as concentrações CIM, 2CIM e 4CIM. Em tubos de vidro estéreis, foram adicionados: 1 corpo de prova de resina acrílica estéril; 2mL de Caldo Sabouraud-Dextrose estéril; 0,2mL do inoculo fúngico
e 2mL do óleo essencial de R. officinalis nas concentrações testadas, ou água destilada estéril (Controle de Crescimento), ou nistatina (100.000UI/mL – Controle Positivo). Os produtos testados foram adicionados em
duas condições: junto aos demais componentes do dispositivo de aderência (t=0h); e após 24h da inserção desses componentes (t=24h). Os microrganismos que aderiram aos corpos de prova foram dispersos, diluídos
10 e 100 vezes em água destilada estéril e transferidos, em triplicata, para placas de agar Sabouraud Dextrose 4%. Após 48 horas de incubação a 37ºC, o número de Unidades Formadoras de Colônia por mililitro (UFC/
mL) foi determinada para cada espécime. Aplicaram-se os testes Mann Whitney e ANOVA (pós-testes de Tukey e Dunnet). Resultados: A CIM e CFM foram determinadas na concentração 0,5625mg/mL. Quando
comparado ao controle de crescimento, o óleo essencial de R. officinalis provocou inibição da aderência em todas as concentrações testadas, porém com efeito inferior à nistatina. Observou-se maior atividade antiaderente para t=24h (p<0,001) e maior concentração do produto natural (p<0,05). Conclusão: O óleo essencial de R. officinalis exerceu atividade antifúngica e antiaderente sobre C. albicans e C. tropicalis. Melhor desempenho foi observado para concentração 2,25mg/mL (4CIM) do óleo essencial de R. officinalis.
Descritores: Óleos voláteis. Produtos biológicos. Candidíase bucal. Produtos com ação antimicrobiana. ISSNe 2178-1990

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yuri Wanderley Cavalcanti, Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Bolsista de Iniciação Científica (PIBIC/UFPB/CNPq), Curso de Odontologia, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), João Pessoa,PB, Brasil

Leopoldina de Fátima Dantas de Almeida, Universidade Federal da Paraíba - UFPB
Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), João Pessoa, PB, Brasil
Wilton Wilney Nascimento Padilha, Universidade Federal da Paraíba - UFPB
Departamento de Clínica e Odontologia Social, Curso de Odontologia, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), João Pessoa, PB, Brasil

Referências

1. Akpan A, Morgan R. Oral candidiasis. Postgrad Med J. 2002; 78:455-9.
2. Corrêa EM, Andrade ED. Tratamento odontológico em pacientes HIV/AIDS. Rev Odonto Ciênc. 2006; 20:281-9.
3. Nikawa H, Nishimura H, Hamada T, Yamashiro H, Samaranayake LP. Effects of modified pellicles on Candida biofilm formation on acrylic surfaces. Mycoses. 1999; 42:37-40.
4. Rex JH, Walsh TJ, Sobel JD, Filler SG, Pappas PG, Dismukes WE, et al. Practice guidelines for the treatment of candidiasis. J Infect Dis. 2000; 30:662-78.
5 Khan R, Islam B, Akram M, Shakil S, Ahmad AA, Ali SM, et al. Antimicrobial activity of five herbal extracts against multi drug resistant (MRD) strains of bacteria and fungus of clinical
origin. Mol Cells. 2009; 14:586-97.
6. Lima IO, Oliveira RAG, Lima EO, Farias NMP, Souza EL. Atividade antifúngica de óleos essenciais sobre espécies de Candida. Rev Bras
Farmacogn. 2006; 16:197-201.
7. Fontenelle ROS, Morais SM, Brito EHS, Kerntopf MR, Brilhante RSN, Cordeiro RA, et al. Chemical composition, toxicological aspects and antifungal activity of essential oil from Lippia sidoides Cham. J Antimicrob Chemother. 2007; 59:934-40.
8. Pozzatti P, Loreto ES, Lopes PGM, Athayde ML, Santurio JM, Alves SH. Comparison of the susceptibilities of clinical isolates of Candida
albicans and Candida dubliniensis to essential
oils. Mycoses. 2009; 53:12-5.
9. Castro RD, Lima EO. Atividade antifúngica in vitro do óleo essencial de Eucalyptus globulus L. sobre Candida spp. Rev Odontol UNESP. 2010; 39:179-84.
10. Lakatos EM, Marconi MA. Fundamentos da Metodologia Científica. São Paulo: Atlas; 2009.
11. Aligiannis N, Kalpoutzakis E, Mitaku S, Chinou JB. Composition and antimicrobial activity of the essential oils of two origanum species. J Agric Food Chem. 2001; 49:4168-70.
12. Carreto CFP, Navas EAFA, Paradella TC, Oliveira LD, Junqueira JC, Jorge AOC. Efeitos do chá de tomilho sobre a aderência in vitro de
Streptococcus mutans ao esmalte dentário e Candida albicans à resina acrílica. Rev Odontol UNESP. 2007; 36:281-6.
13. Chandra J, Mukherjee PK, Leidich SD, Faddoul FF, Hoyer JJ, Douglas LJ, Ghannoum MA. Antifungal resistance of candidal biofilms
formed on denture acrylic in vitro. J Dent Res. 2001; 80:903-8.
14. NCCLS. Método de referência para testes de diluição em caldo para a determinação da sensibilidade a terapia antifúngica das leveduras. Norma M27-A2 do NCCLS. Pensylvânia: NCCLS; 2002.
15. Nascimento PFC, Nascimento ALC, Rodrigues CS, Antoniolli AR, Santos PO, Barbosa-Júnior AM, et al. Atividade antimicrobiana dos óleos essenciais: uma abordagem multifatorial dos métodos. Rev Bras Farmacogn. 2007; 17:108-13.
16. Scorzoni L, Benaducci T, Almeida AMF, Silva DHS, Bolzani VS, Mendes-Giannini MJS. Comparative study of disk diffusion and microdilution methods for evaluation of antifungal activity of natural compounds against medical yeasts Candida spp and Cryptococcus
sp. Rev Ciênc Farm Básica Apl. 2007; 28:25-34. 17. Packer JF, Luz MMS. Método para avaliação e pesquisa da atividade antimicrobiana de produtos de origem natural. Rev Bras Farmacogn. 2007; 17:102-7.
18. Thein ZM, Samaranayake YH, Samaranayake LP. Effect of oral bacteria on growth and survival of Candida albicans biofilms. Arch Oral Biol. 2006; 51:672-80.
Publicado
2016-05-10
Como Citar
Cavalcanti, Y. W., Almeida, L. de F. D. de, & Padilha, W. W. N. (2016). Atividade antifúngica e antiaderente do óleo essencial de Rosmarinus officinalis sobre Candida. Arquivos Em Odontologia, 47(3). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3573
Seção
Artigos