Considerações gerais sobre prótese fixa adesiva

  • Janaina Habib Jorge Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho -UNESP
  • Karin Karin Hermana Neppelenbroek Universidade de São Paulo -USP
  • Nara Hellen Campanha Universidade Estadual de Ponta Grossa -UEPG
  • Jose Cláudio Martins Segalla Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho -UNESP
  • Eunice Teresinha Giampaolo Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho -UNESP

Resumo

O sucesso das próteses fixas adesivas está diretamente relacionado ao sistema adesivo utilizado e ao tipo de preparo realizado para obtenção de uma boa retenção. Essas próteses surgiram como uma alternativa
protética, tendo em vista o baixo custo, o uso de uma técnica mais conservadora e a facilidade laboratorial. Este estudo objetivou discutir, por meio de uma revisão de literatura, as formas de preparo, os tipos de materiais e as vantagens e desvantagens do uso de próteses fixas adesivas. Dentre as principais vantagens, destacase a conservação da estrutura dentária e como desvantagem, a limitação da estética devido à possibilidade
do aparecimento da liga metálica. O desenho do preparo, o tipo de cimento e o tipo de liga, bem como o tratamento de superfície são alguns dos fatores que podem influenciar na longevidade do manuseio desse tipo de prótese. O tratamento com próteses fixas adesivas tem grande potencial na conservação dos dentes pilares e também um percentual significativo de sucesso.
Descritores: Prótese adesiva. Preparo prostodôntico do dente. Dente suporte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janaina Habib Jorge, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho -UNESP

Departamento de Materiais Odontológicos e Prótese, Faculdade de Odontologia de Araraquara (FOAr), Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Araraquara, SP, Brasil

Karin Karin Hermana Neppelenbroek, Universidade de São Paulo -USP
Departamento de Prótese, Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB), Universidade de São Paulo (USP), Bauru, SP, Brasil
Nara Hellen Campanha, Universidade Estadual de Ponta Grossa -UEPG
Departamento de Odontologia, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Ponta Grossa, PR, Brasil
Jose Cláudio Martins Segalla, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho -UNESP
Departamento de Materiais Odontológicos e Prótese, Faculdade de Odontologia de Araraquara (FOAr), Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Araraquara, SP, Brasil
Eunice Teresinha Giampaolo, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho -UNESP
Departamento de Materiais Odontológicos e Prótese, Faculdade de Odontologia de Araraquara (FOAr), Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Araraquara, SP, Brasil

Referências

1. Lopes LN. Prótese adesiva: procedimentos clínicos e laboratoriais. 2.ed. São Paulo: CID; 176 Considerações gerais sobre prótese fixa adesiva 1997.
2. Rochette AL. Attachment of a splint to enamel of lower anterior teeth. J Prosthet Dent. 1973; 30:418-23.
3. Howe DF, Denehy GE. Anterior fixed partial dentures utilizing the acid-etch technique and a cast metal framework. J Prosthet Dent. 1977; 37: 28-31.
4. Livaditis GJ. Cast metal resin-bonded retainers for posterior teeth. J Am Dent Assoc. 1980; 101:926-9.
5. Gibson CJ. A modified technique for minimalpreparation, resin-retained bridge case reports. Dent Update. 2001; 28:442-8.
6. Stokes A. Clinical aspects of resin-bonded bridges. N Z Dent J. 2002; 98:107-10.
7. Imbery TA, Eshelman EG. Resin-bonded fixed partial dentures: a review of three decades of progress. J Am Dent Assoc. 1996; 127:1751-60.
8. Ulbrich NL, Gebert AP, Mathias AL, Schraiber VL, Vaz MA. Prótese adesiva sem metal com sistema cerâmico IPS Empress 2: apresentação de caso clínico. PCL. 2002; 4:365-9.
9. Rehder Filho P. Prótese adesiva. Uma revisão de literatura. Rev Assoc Paul Cir Dent. 1991; 45:421-4.
10. Boening KW. Clinical performance of resinbonded fixed partial dentures. Prosthet Dent. 1996; 76:39-44.
11. Campanha NH, Seó RS, Segalla JC, Silva RH. Próteses adesivas sem metal. Uma revisão de literatura. Rev Odontol UNESP 2005; 34:119-28.
12. Pegoraro LF. Prótese fixa adesiva. In: Prótese fixa. São Paulo: Artes Médicas; 2002. p.69-84.
13. Mondelli J. Próteses fixas adesivas diretas e indiretas. Rev Assoc Paul Odont. 1984; 38:18.
14. Tarozzo A, et al. Comparison of retentive systems for composites used as alternatives porcelain in fixed partial dentures. J Prosthet Dent. 2003; 89:572-8.
15. Mezzomo E. et al. Prótese adesiva. In: Reabilitação oral para o clínico. 3.ed. São Paulo: Santos;1997. p.427-58.
16. Wood M. Anterior etched cast-resin bonded bridges: an alternative for adolescent patients. Pediatr Dent. 1983; 5:172-6.
17. Wood M, et al. Etched casting resin bonded retainers: design and fabrication II. Quintessence Dent Technol. 1983; 7:479-80.
18. Mc Laughlin G. Prótese fixa adesiva: a alternativa avançada. São Paulo: Roca; 1991.
19. El Salam Shakal MA, Pfeiffer P, Hilgers RD. Effect of tooth preparation design on bond strengths of resin-bonded prostheses: a pilot study. J Prosthet Dent. 1997; 77:243-9.
20. Pospiech P, Rammelsberg P, Goldhofer G, Gernet W. All-ceramic resin-bonded bridges. A 3-dimensional finite-element analysis study. Eur J Oral Sci. 1996; 104:390-5.
21. Zugliani RA, Moreira SM, Zugliani MP. Prótese adesiva imediata: uso de uma nova geração de resinas reforçadas. Rev Bras Odontol. 1999; 56:288-90.
22. Hansson O, Bergström B. A longitudinal study of resin-bonded prostheses. J Prosthet Dent. 1996; 76:132-9.
23. El-Mowafy O, Rubo MH. Retention of a posterior resin-bonded fixed partial denture with a modified design: an in vitro study. Int J Prosthodont. 2000; 13:425-31.
24. Jacobsen PH, Rees JS: Luting agents for ceramic and polymeric inlays and onlays. Int Dent J. 1992; 42:145-9.
25. Fonseca RG, Adabo GL, Cruz CA, Santos PH. Avaliação da dureza superficial e do conteúdo de carga de cimentos resinosos. Rev Assoc Paul Cir Dent. 2000; 54:30-3.
26. Pace LL, Hummel SK, Marker VA, Bolouri A. Comparison of the flexural strength of five adhesive resin cements. J Prosthodont. 2007;
16:18-24.
27. Malone WF et al. Prótese adesiva (Prótese de Maryland). In: Teoria e prática de prótese fixa de Tylman. 8.ed. São Paulo: Artes Médicas; 1991. p.237-48.
28. Goodacre, et al. Clinical complications in fixed prosthodontics. J Prosthet Dent. 2003; 90:31-41.
29. Priest G. An 11-year reevaluation of resin-bonded fixed partial dentures. Int J Periodontics Dent. 1995; 15:238-47.
30. Creugers NH, Käyser AF, Van’t Hof MA. A
seven-and-a-half-year survival study of resinbonded
bridges. J Dent Res. 1992; 71:1822-5.
31. Durr D, Schultelb R, Kern M, Strub JR. Clinical
comparison of porcelain-fused-to-metal and
all-porcelain resin-bonded bridges. J Dent Res.
1993; (IADR Abstracts) 908; 217.
Publicado
2016-05-10
Como Citar
Jorge, J. H., Neppelenbroek, K. K. H., Campanha, N. H., Segalla, J. C. M., & Giampaolo, E. T. (2016). Considerações gerais sobre prótese fixa adesiva. Arquivos Em Odontologia, 47(3). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3576
Seção
Artigos

Most read articles by the same author(s)