Prevalência de acidentes ocupacionais e perfil de vacinação contra Hepatite B entre estudantes e profissionais da odontologia: um estudo piloto

Autores

  • Epitácio Pessoa de Andrade Neto
  • Caio de Santiago Dutra
  • Vilma Lima Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE
  • Paula Goes Universidade Federal do Ceará, Sobral- CE

Resumo

Objetivo: Determinar a prevalência de acidentes ocupacionais e situação vacinal contra Hepatite B entre acadêmicos e profissionais da área de Odontologia. Materiais e Métodos: Este estudo piloto, de caráter

descritivo, utilizou durante a coleta de dados um questionário aplicado composto por itens de identificação,
características do acidente e conduta frente à exposição. A amostra foi constituída de acadêmicos e profissionais
da área de Odontologia do município de Quixadá-CE. Resultados: Foram entrevistados 32 indivíduos, sendo
que 59,0% deles relataram nunca ter sofrido acidente, enquanto 41,0% afirmaram ter sofrido algum tipo de
acidente ocupacional. Dentre os acidentados, a maioria era mulher (62,0%). Os instrumentais mais relacionados
aos acidentes foram: agulha gengival e sonda exploradora. Na maioria das vezes, os acidentes foram do tipo
percutâneo. Todos os participantes (100,0%) afirmaram estar utilizando todos os equipamentos de proteção
individual. Quanto à situação vacinal contra hepatite B, apesar de a maioria dos entrevistados ter relatado
vacinação prévia (83,0%), apenas 23,0% deles apresentaram sorologia para anticorpo anti-Hb. Conclusão:
a prevalência de exposição ocupacional a material biológico foi considerada alta e a situação vacinal contra
hepatite B ainda encontra-se precária entre os graduandos e profissionais de Quixadá.
Descritores: Saúde do trabalhador. Hepatite B. Exposição ocupacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Epitácio Pessoa de Andrade Neto

Cirurgião-dentista

Caio de Santiago Dutra

Cirurgião-dentista

Vilma Lima, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE

Departamento de Farmacologia e Fisiologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brasil.

Paula Goes, Universidade Federal do Ceará, Sobral- CE

Faculdade de Odontologia, Universidade Federal do Ceará, Sobral, CE, Brasil.

Referências

1. Garbin CAS, Martins RJ, Garbin AJI, Hidalgo LRC. Contuctas de estudiantes del área de la salud frente a la exposición ocupacional a material biológico. Cienc Trab. 2009;11:18-21.
2. Neuman H. Occupational hazards in dentistry. Refuat Hapeh Vehashinayim. 2011;28(3):72.
3. Fitzsimons D, Hendrickx G, Vorsters A. Hepatitis B vaccination: a completed schedule enough to control HBV lifelong?: Milan, Italy, 17-18 November 2011. Vaccine. 2013; 31:584. 10.7308/aodontol/2013.49.1.05
4. Ribeiro PHV, Hayashida MM, Moriya TM. Acidentes com material biológico entre esstudantes de graduação em odontologia. Rev
Odontol Univ Cid de São Paulo. 2007;19: 263-8.
5. Kalyoncu D, Urganci N. Response to hepatitis A and B vaccination in patients with chronic hepatitis C: 8-year follow-up. Paediatr Int Child
Health. 2012;32(3):136-9.
6. El-Serag HB. Epidemiology of viral hepatitis and hepatocellular carcinoma.
7. Gastroenterology. 2012;142(6):1264-73. 8. Sêcco IA, Robazzi ML, Shimizu DS, Rúbio MM. Typical occupational accidents with employees
of a university hospital in the south of Brazil: epidemiology and prevention. Rev Latinoam Enferm. 2008;16(5):824-31.
9. Cardo DM, Culver DH, Ciesielski CA, Srivastava PU, Marcus R, Abiteboul D, et al. A case-control study of HIV seroconversion in health care workers after percutaneous exposure. New Engl
Med. 1997;337:1485-90.
10. Henry K, Campbell S. Needlestick/sharps injuries and HIV exposure among health care workers: national estimates based on a survey of U.S. hospitals. Minn Med. 1995;78:41-4.
11. Hämäläinen P, Leena Saarela K, Takala J. Global trend according to estimated number of occupational accidents and fatal work-related
diseases at region and country level. J Safety Res. 2009;40(2):125-39.
12. Marziale MHP, Silva EJ, Haas VJ, Robazzi MLCC. Acidentes com material biológico em hospital da rede de prevenção de acidentes do
trabalho-REPAT. Rev Bras de Saúde Ocup. 2007;32:109-19.
13. Ngatu NR, Phillips EK, Wembonyama OS, Hirota R, Kaunge NJ, Mbutshu LH, et al. Practice of universal precautions and risk of occupational blood-borne viral infection among Congolese
health care workers. Am J Infect Control. 2012;40(1):68-70.
14. Leite MAA. Caracterização da conduta dos cirurgiões dentistas de Belo Horizonte frente aos procedimentos de controle de infecção cruzada: uma perspectiva epidemiológica [dissertação].
Belo Horizonte: Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais; 1996.
15. Silva JA, Paula VS, Almeida AJ, Villar LM. Investigação de acidentes biológicos entre profissionais de saúde. Esc Anna Nery Rev
Enferm. 2009;13(3):508-16.
16. Machado-Carvalhais HP, Ramos-Jorge ML, Auad SM, Martins LHPM, Paiva SM, Pordeus IA. Occupational exposure to potentially
infectious biological material in a dental teaching environment. J Dent Educ. 2008;72:1201-8.
17. Wood AJ, Nadershahi NA, Fredekind RE, Cuny EJ, Chambers DW. Student occupational exposure incidence: perception versus reality. J Dent Educ. 2006;70:1081-8.
18. Wicker S, Rabenau HF. Occupational exposures to bloodborne viruses among German dental professionals and students in a clinical setting. Int Arch Occup Environ Health. 2010;83(1):77-83.
19. Callan RS, Caughman F, Budd ML. Injury reports in a dental school: a two-year overview. J Dent Educ. 2006;70:1081-8.
20. Cleveland JL, Barker LK, Cuny EJ, Panlilio AL. National Surveillance System for Health Care Workers Group. Preventing percutaneous injuries among dental health care personnel. J Am Den
Assoc. 2007;138:169-78
21. Garcia LP, Blank VL. Management of occupational exposures to potentially infectious materials in dentistry. Rev Saúde Pública.
2008;42:279-86.
22. American Academy of Pediatrics. Hepatitis B. In: Peter G. Red book: report of the Committee on Infectious Diseases. 25nd ed., Elk Grove Village: American Academy of Pediatrics; 2003. p. 316-
36.

Downloads

Publicado

2016-06-10

Como Citar

Neto, E. P. de A., Dutra, C. de S., Lima, V., & Goes, P. (2016). Prevalência de acidentes ocupacionais e perfil de vacinação contra Hepatite B entre estudantes e profissionais da odontologia: um estudo piloto. Arquivos Em Odontologia, 49(1). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3624

Edição

Seção

Artigos