Saúde bucal materna associada ao parto prétermo e baixo peso dos recém-nascidos: um estudo transversal

Autores

  • Dhelfeson Willya Douglas de Oliveira Universidade Federal de Minas Gerais -UFMG
  • Camila Gabriela Coelho Celestino Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri- UFVJM
  • Gustavo Valério Corrêa Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri- UFVJM
  • Bruna Mota de Alencar Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri- UFVJM
  • Olga Dumont Flecha Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri- UFVJM
  • Daisy de Rezende Figueiredo Fernandes Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri- UFVJM
  • Patricia Furtado Gonçalves Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri- UFVJM

Resumo

Objetivo: O objetivo deste estudo foi investigar a associação entre a condição de saúde bucal materna, parto pré-termo e/ou baixo peso de recém-nascido, e avaliar as condições socioeconômicas das puérperas. Materiais e Métodos: Um estudo transversal foi realizado em Diamantina (MG). A amostra foi constituída de 200 parturientes que foram entrevistadas e examinadas no pós-parto. As seguintes variáveis foram investigadas: baixo peso ao nascer e parto pré-termo, registro periodontal simplificado (PSR), índice de dentes cariados, perdidos e obturados (CPOD) e índice de placa das mães. Dados sobre as condições sócioeconômicas relativas às mães foram coletados através de questionário e prontuários hospitalares. Foram realizados testes t e Mann- Whitney para a análise estatística dos dados, assim como regressão logística múltipla, ajustada pelas variáveis idade, renda e escolaridade. Resultados: Foram entrevistadas 200 puérperas, sendo que 12 tiveram parto prétermo e 19 tiveram recém-nascido de baixo peso. Do total de entrevistadas, 12 fumavam e 24 eram etilistas. O índice CPOD médio encontrado foi de 11,94 (±6,56). Houve associação entre recém-nascido de baixo peso com fumo (p = 0,03), álcool (p < 0,01), condição periodontal (p = 0,01) e CPOD (p = 0,03). Uma mãe com
PSR superior a 2 teve 3,29 mais chances de ter um filho com baixo peso. Não houve associação entre parto pré-termo e nenhuma das variáveis investigadas. Conclusão: Tanto o índice PSR quanto o CPOD das mães associaram-se com recém-nascidos de baixo peso, mas não com partos pré-termo.
Descritores: Doença periodontal. Trabalho de parto prematuro. Recém-nascido de baixo peso. Gestação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dhelfeson Willya Douglas de Oliveira, Universidade Federal de Minas Gerais -UFMG

Programa de Pós Graduação em Odontologia, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.

Camila Gabriela Coelho Celestino, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri- UFVJM

Graduação em Odontologia, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), Diamantina, Minas Gerais, Brasil.

Gustavo Valério Corrêa, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri- UFVJM

Graduação em Odontologia, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), Diamantina, Minas Gerais, Brasil.

Bruna Mota de Alencar, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri- UFVJM

Graduação em Odontologia, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), Diamantina, Minas Gerais, Brasil.

Olga Dumont Flecha, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri- UFVJM

Departamento de Odontologia, UFVJM, Diamantina, Minas Gerais, Brasil.

Daisy de Rezende Figueiredo Fernandes, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri- UFVJM

Departamento de Enfermagem, UFVJM, Diamantina, Minas Gerais, Brasil.

Patricia Furtado Gonçalves, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri- UFVJM

Departamento de Odontologia, UFVJM, Diamantina, Minas Gerais, Brasil.

Referências

1. Bascones MA, Figuero RE. Periodontal diseases as bacterial infection. Av Periodon Implantol. 2005; 17:111-8.
2. Bogess KA, Edelstein BL. Oral health in women during preconception and pregnancy: implications for birth outcomes and infant oral health. Matern Child Health J. 2006; 10:S169–S174.
3. Davenport ES, Williams CE, Sterne JA, Murad S, Sivapathasundram V, Curtis MA. Maternal periodontal disease and preterm low birthweight:
case-control study. J Dent Res. 2002; 81:313–8.
4. Offenbacher S, Beck JD. Medicina periodontal: o papel da infecção periodontal no estresse sistêmico, na doença cardiovascular e nos
resultados anormais da gestação. In: Brunetti MC. Periodontia médica – uma abordagem integrada. São Paulo: Senac; 2001. p.113-48.
5. Sartório ML, Machado WAS. A doença periodontal na gravidez. Rev Bras Odontol. 2001; 58:306-8.
6. Vettore MV, Leal Md, Leão AT, da Silva AM, Lamarca GA, Sheiham A. The relationship between periodontitis and preterm low birthweight. J Dent Res. 2008; 87:73-8.
7. Yeo BK, Lim LP, Paquette DW. Periodontal disease – the emergence of a risk for systemic conditions: pre-term low birth weight. Ann Acad
Med. 2005; 34:111–6.
8. Cruz SS, Costa MCN, Gomes Filho IS, Vianna MIP, Santos CT. Doença periodontal materna como fator associado ao baixo peso ao nascer.
Rev Saude Publica. 2005; 39:782-7.
9. Cypriano S, Pecharki GD, Souza MLR, Wada RS. A saúde bucal de escolares residentes em locais com ou sem fluoretação nas águas de
abastecimento público na região de Sorocaba, São Paulo, Brasil. Cad Saúde Pública. 2003; 19:1063-71.
10. Organização Mundial da Saúde. Levantamentos básicos em saúde bucal. 4a ed. São Paulo: Santos; 1999.
11. Hosmer DW, Lemeshow S. Applied logistic regression. 2nd ed. New York: Wiley; 2000.
12. Venâncio EQ. Avaliação dos conhecimentos e práticas de saúde bucal de gestantes, usuárias do SUS, no município de Dourados – MS 2002
[dissertação]. Brasília: Universidade Federal de Brasília; 2006.
13. Moimaz SAS, Carmo MP, Zina LG, Saliba NA, Garbin CA. Associação entre doença periodontal materna e nascimento de bebês prematuros e
com baixo peso [tese]. Araçatuba: Universidade Estadual de São Paulo; 2010.
14. Santos-Pinto L, Uema APA, Galassi MAS, Ciuff NJ. O que as gestantes conhecem sobre saúde bucal? J Bras Odontopediatr Odontol Bebê. 2001;
4:429-34.
15. Ko SH, Chen CH, Wang HH, Su YT. Postpartum women’s sleep quality and its predictors in Taiwan. J Nurs Scholarsh. 2014; 46:74-81.
16. Rosell FL, Montandon-Pompeu AA, Valsecki AJ. Registro periodontal simplificado em gestantes. Rev Saúde Pública. 1999; 33:157-62.
17. Brasil. Ministério da Saúde – Coordenação Nacional de saúde Bucal. Resultados principais do projeto SB Brasil 2003: condições de saúde bucal da população brasileira 2002-2003. Brasília-DF: 2004.
18. Xavier HS, Xavier VBC. Cuidados odontológicos com a gestante. São Paulo: Santos; 2004.
19. Elias R. Odontologia de alto risco: pacientes especiais. Rio de Janeiro: Revinter; 1995.
20. Okubo H, Miyake Y, Sasaki S, Tanaka K, Murakami K, Hirota Y et al. Nutritional adequacy of three dietary patterns defined by cluster
analysis in 997 pregnant Japanese women: the Osaka Maternal and Child Health Study. Public Health Nutr. 2011; 14:611-21.
21. Caldeira AP, França E, Goulart EMA. Mortalidade infantil pós-neonatal e qualidade da assistência médica: um estudo caso-controle. J Pediatr. 2001; 77:461-68.
22. Brasil, Ministério da Saúde. Normas e procedimentos na abordagem
do alcoolismo. 2a ed. Brasília: 1994.
23. Silva ID, Quevedo LA, Silva RA, Oliveira SS, Pinheiro RT. Association between alcohol abuse during pregnancy and birth weight. Rev Saúde
Pública. 2011; 45:864-69.
24. Wang SC, Lee MC. Effects of age, ethnicity and health behaviours on the prevalence of adverse birth outcomes in Taiwan. J Biosoc Sci. 2012;
44:513-24.
25. Chen JH. Maternal alcohol use during pregnancy, birth weight and early behavioral outcomes. Alcohol Alcohol. 2012; 47:649-56.
26. Dasanayake AP, Caufield PW, Cutter GR. Initial acquisition of mutans streptococci by infants: evidence for a discrete window of infectivity. J
Dent Res. 1998; 72:37-45.
27. Moliterno LFM, Monteiro BS, Figueredo CM, Fischer RG. Association between periodontitis and low birth weight: a case–control study. J Clin
Peridontol. 2005; 32:886–90.
28. Lopez NJ, Smith PC, Gutierrez J. Periodontal therapy reduces the risk of preterm low birth weight in women with periodontal disease: a
randomized controlled trial. J Periodontol. 2002; 73:911-24.
29. Goepfert AR, Jeffcoat MK, Andrews WW, Faye-Petersen O, Cliver SP, Goldenberg RL et al. Periodontal disease and upper genital tract
inflammation in early spontaneous preterm birth. Obstet Gynecol. 2004; 104:777-83.
30. Jarjoura K, Devine PC, Perez-Delboy A, Herrera- Abreu M, D’Alton M, Papapanou PN. Markers of periodontal infection and preterm birth. Am J
Obstet Gynecol. 2005; 192:513-19.
31. Àgueda A, Echeverría A, Manau C. Association between periodontitis in pregnancy and preterm or low birth weight: Review of the literature. Med Oral Patol Oral Cir Bucal. 2008; 13:E609-15.
32. Radnai M, Gozo I, Urban E. Possible association between mother’s periodontol status and preterm delivery. J Clin Periodontol. 2006; 33:791-96.
33. Siqueira FM, Cota LO, Costa, TE. Intrauterine growth restriction, low birth weight, and preterm birth: adverse pregnancy outcomes and
their association with maternal periodontitis. J Periodontol. 2007; 78:2266-76.
34. Moore SIM, Coward PY, Randhawa M, Borkowska E, Baylis R, Wilson RF. A prospective study to investigate the relationship between periodontal disease and adverse pregnancy outcome. Br Dent
J. 2004; 197: 251–58.
35. Silveira R, Carlos JR, Souza E. Avaliação das condições de saúde e higiene bucal em gestantes. Rev Cons Reg Odontol Pernamb. 2000; 3:61-70.
36. Ercan E, Eratalay K, Deren O, Gur D, Ozyuncu O, Altun B et al. Evaluation of periodontal pathogens in amniotic fluid and the role of periodontal disease in pre-term birth and low birth weight. Acta Odontol Scand. 2013; 71:553-9.
37. Emmatty R, Mathew JJ, Kuruvilla J. Comparative evaluation of subgingival plaque microflora in pregnant and non-pregnant women: a clinical and microbiologic study. J Indian Soc Periodontol. 2013; 17:47-51.
38. Usin MM, Tabares SM, Parodi RJ, Sembaj A. Periodontal conditions during the pregnancy associated with periodontal pathogens. J Investig
Clin Dent. 2013; 4:54-9.
39. Zanatta FB, Machado E, Zanatta GB, Fiorini T. Doença periodontal materna e nascimento prematuro e de baixo peso: uma revisão crítica
das evidências atuais. Arq Catarin Med. 2007; 36:96-102.
40. Oliveira AM, Moreira AN, Oliveira PA, Costa FO. Doença periodontal materna e parto prétermo e/ou baixo peso ao nascimento: revisão de
literatura. Rev Periodontol. 2009; 19:21-31.
41. Mitchell-Lewis D, Engebretson SP, Chen J, Lamster IB, Papapanou PN. Periodontal infections and pre-term birth: early findings from a cohort of
young minority women in New York. Eur J Oral Sci 2001; 109:34-9.
42. Jeffcoat MK, Hauth JC, Geurs NC, Reddy MS, Cliver SP, Hodgkins PM et al. Periodontal disease and preterm birth: results of pilot intervention. J Periodontol 2003; 74:1214-18.
43. Michalowicz BS, Hodges JS, Diangelis AJ, Lupo VR, Novak MJ, Ferguson JE et al. Treatment of periodontal disease and the risk of preterm birth. N Engl J Med 2006; 355:1885-94.
44. Santos Júnior GC, Barnabé W, Rubo JH, Greghi SL. Avaliação periodontal simplificada (PSR) em pacientes indicados para tratamento protético. Rev Fac Odontol Bauru 2002; 10:113-17

Downloads

Publicado

2016-06-14

Como Citar

Oliveira, D. W. D. de, Celestino, C. G. C., Corrêa, G. V., Alencar, B. M. de, Flecha, O. D., Fernandes, D. de R. F., & Gonçalves, P. F. (2016). Saúde bucal materna associada ao parto prétermo e baixo peso dos recém-nascidos: um estudo transversal. Arquivos Em Odontologia, 50(2). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3653

Edição

Seção

Artigos