Odontologia hospitalar: a atuação do cirurgião dentista em equipe multiprofissional na atenção terciária

Autores

  • Amanda Leal Rocha Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
  • Efigênia Ferreira e Ferreira Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Resumo

Objetivo: Avaliar a participação da Odontologia, em equipe multiprofissional, no contexto hospitalar, a partir da demanda por avaliação odontológica em um hospital de Belo Horizonte. Materiais e Métodos: Foram analisadas 137 solicitações de avaliação odontológica, encaminhadas entre fevereiro/2010 e fevereiro/2012. Foram avaliadas todas as solicitações descritas em interconsultas, agrupadas em: condições patológicas, solicitação de avaliação, sintomas, higiene bucal e outras observações. Os dados foram registrados em
planilhas do programa Excel for Windows e apresentados em valores absolutos e percentuais. Resultados: A maioria dos pacientes era do sexo masculino (70%) com idade média de 54 anos (±19,88). As descrições das solicitações de interconsulta totalizaram: condições patológicas (n=98), solicitação de avaliação (n=19), sintomas (n=-20), higiene bucal (n=10) e outras observações (n=21). As cinco expressões mais recorrentes nos pedidos foram “condição dentária precária” seguida pela “avaliação odontológica”, “dor de dente”, “lesões
de mucosa” e “dentes com mobilidade”. As cinco expressões mais recorrentes nos pedidos foram “condição dentária precária” seguida pela “avaliação odontológica”, “dor de dente”, “lesões de mucosa” e “dentes com mobilidade”. Conclusão: Conclui-se que, no período de dois anos houve crescimento das solicitações por avaliações odontológicas apesar de muito pequeno, frente ao total de internações ocorridas no mesmo período. O crescimento da procura pelo cirurgião-dentista pode representar o reconhecimento da necessidade de sua integração na equipe hospitalar, mesmo sem estar clara a noção de equipe multiprofissional.
Descritores: Saúde bucal. Unidade hospitalar de Odontologia. Assistência odontológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Leal Rocha, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Programa de Residência do Hospital das Clínicas, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Efigênia Ferreira e Ferreira, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Departamento de Odontologia Social e Preventiva, Faculdade de Odontologia, UFMG, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Referências

1- Relly PG, Glaffey NM. História da sepsia bucal como causa de doenças. In: Williams RC, Offenbacher S. Periodontologia 2000. São Paulo: Santos; 2005. p. 98-118.
2- Godoi APT, Francesco AR, Duarte A, Kemp APT, Silva-Lovato CH. Odontologia hospitalar no Brasil: uma visão geral. Rev Odontol UNESP. 2009; 38 (2): 105-9.
3- Araújo RJG, Vinagre NPL, Sampaio JMS. Avaliação sobre a participação de cirurgiões dentistas em equipes de assistência ao paciente. Acta Sci, Health Sci. 2009; 31 (2): 153-7.
4- Miranda AF, Montenegro FLB. Ação odontológica preventiva em paciente idoso dependente na Unidade de Terapia Intensiva: relato de caso. Rev Paul Odontol. 2010; 32 (1): 34-8.
5- Amaral SM, Cortês AQ, Pires FR. Pneumonia nosocomial: importância do microambiente oral. J Bras Pneumol. 2009; 35 (11): 1116-24.
6- Beraldo CC, Andrade D. Higiene bucal com clorexidina na prevenção de pneumonia associada à ventilação mecânica. J Bras Pneumol. 2008; 34 (9): 707-14.
7- Mesas AE, Trelha CS, Azevedo MJ. Saúde bucal de idosos restritos ao domicílio: Estudo descritivo de uma demanda Interdisciplinar. Physis (Rio J.). 2008; 18 (1): 61-75.
8- Domingos PAS, Moratelli RC, Oliveira ALBM. Atenção odontológica integral ao idoso: uma abordagem holística. Rev Odontol da Univ Cid
São Paulo. 2011; 23 (2): 143-53.
9- Shinkai RSA, Del Bel Cury AA. O papel da Odontologia na equipe interdisciplinar: contribuindo para a atenção integral ao idoso.
Cad. Saúde Pública. 2000; 16 (4): 1099-109.
10- Mattevi GS, Figueiredo DR, Patrício ZM, Rath IBS. A participação do cirurgião-dentista em equipe de saúde multidisciplinar na atenção à
saúde da criança no contexto hospitalar. Cienc Saúde Coletiva. 2011; 16 (10): 4229-36.
11- Brasil. Senado Federal. Projeto e atividades legislativas. Projetos e matérias legislativas. Acompanhamento de matéria. [acesso em 2014
nov 15]. Disponível em: http://www.senado. gov.br/atividade/materia/detalhes.asp?p_cod_
mate=112975
12- Barbosa AM, Ribeiro DM, Caldo-Teixeira AS. Conhecimentos e práticas em saúde bucal com crianças hospitalizadas com câncer. Cienc Saúde Coletiva. 2010; 15 Supl 1: 1113-22.
13- Rautemaa R, Lauhio A, Cullinan MP, Seymour GJ. Oral infections and systemic disease-an emerging problem in medicine. Clin Microbiol
Infect. 2007;13(11):1041-7.
14-Hospital Risoleta Tolentino Neves. Sitio informativo. [acesso em 2014 nov 13]. Disponível em: http://www.hrtn.fundep. ufmg.br/index.php?option=com_ content&task=view&id=161&It mid= 86
15- Souza AF, Guimaraes AC, Ferreira EF. Avaliação da implementação de novo protocolo de higiene bucal em um centro de terapia intensiva para prevenção de pneumonia associada a ventilação mecânica. REME Rev Min Enferm. 2013; 17(1): 177-84
16- Kanunga S, Sheller B, Williams BJ, Mancl L. A one-year survey of inpatient dental consultations at a children´s hospital. Spec Care Dentist. 2012; 32 (1): 26-31.
17- Morais TMN, Silva A, Avi ALRO, Souza PHR, Knobel E, Camargo LFA. A importância da atuação odontológica em pacientes internados
em Unidade de Terapia Intensiva. Rev Bras Ter Intensiva. 2006; 18 (4): 412-17.
18- Terezakis E, Needleman I, Kumar N, Moles D, Agudo E. The impact of hospitalization on oral health: a systematic review. J Clin Periodontol.
2011; 38: 628-36.
19- Medeiros AJ, Alves MSCF, Nunes JP, Costa ICC. Experiência extramural em hospital público e a promoção da saúde bucal coletiva. Rev Saúde Pública. 2005; 39 (2): 305-10.
20- Trieger N. Creating a model for graduate education in hospital dentistry: a memoir from Montefiore Medical Center and the Albert
Einstein College of Medicine. J Dent Res. 2007; 86 (9): 797-9.
21- Schimmel M, Schoeni P, Zulian GB, Muller F. Utilisation of dental services in a university hospital palliative and long-term care unit in
Geneva. Gerodontology. 2008; 25: 107-12.
22- Schimmel M, Leemann B, Christou P, Kiliaridis S, Schnider A, Herrmann FR, et al. Oral healthrelated quality of life in hospitalized stroke patients. Gerodontology. 2011; 28: 3-11.
23- Araújo RJG, Vinagre NPL, Sampaio JMS. Avaliação sobre a participação de cirurgiõesdentistas em equipes de assistência ao paciente. Acta Sci, Health Sci. 2009; 31(2): 153-7
7- Mesas AE, Trelha CS, Azevedo MJ. Saúde bucal de idosos restritos ao domicílio: Estudo descritivo de uma demanda Interdisciplinar. Physis (Rio J.). 2008; 18 (1): 61-75.
8- Domingos PAS, Moratelli RC, Oliveira ALBM. Atenção odontológica integral ao idoso: uma abordagem holística. Rev Odontol da Univ Cid
São Paulo. 2011; 23 (2): 143-53.
9- Shinkai RSA, Del Bel Cury AA. O papel da Odontologia na equipe interdisciplinar: contribuindo para a atenção integral ao idoso.
Cad. Saúde Pública. 2000; 16 (4): 1099-109.
10- Mattevi GS, Figueiredo DR, Patrício ZM, Rath IBS. A participação do cirurgião-dentista em equipe de saúde multidisciplinar na atenção à
saúde da criança no contexto hospitalar. Cienc Saúde Coletiva. 2011; 16 (10): 4229-36.
11- Brasil. Senado Federal. Projeto e atividades legislativas. Projetos e matérias legislativas. Acompanhamento de matéria. [acesso em 2014
nov 15]. Disponível em: http://www.senado. gov.br/atividade/materia/detalhes.asp?p_cod_ mate=112975
12- Barbosa AM, Ribeiro DM, Caldo-Teixeira AS Conhecimentos e práticas em saúde bucal com crianças hospitalizadas com câncer. Cienc Saúde Coletiva. 2010; 15 Supl 1: 1113-22.
13- Rautemaa R, Lauhio A, Cullinan MP, Seymour GJ. Oral infections and systemic disease-an emerging problem in medicine. Clin Microbiol
Infect. 2007;13(11):1041-7.
14-Hospital Risoleta Tolentino Neves. Sitio informativo. [acesso em 2014 nov 13]. Disponível em: http://www.hrtn.fundep. ufmg.br/index.php?option=com_ content&task=view&id=161&It mid= 86
15- Souza AF, Guimaraes AC, Ferreira EF. Avaliação da implementação de novo protocolo de higiene bucal em um centro de terapia intensiva para prevenção de pneumonia associada a ventilação mecânica. REME Rev Min Enferm. 2013; 17(1): 177-84
16- Kanunga S, Sheller B, Williams BJ, Mancl L. A one-year survey of inpatient dental consultations at a children´s hospital. Spec Care Dentist. 2012; 32 (1): 26-31.
17- Morais TMN, Silva A, Avi ALRO, Souza PHR, Knobel E, Camargo LFA. A importância da atuação odontológica em pacientes internados
em Unidade de Terapia Intensiva. Rev Bras Ter Intensiva. 2006; 18 (4): 412-17.
18- Terezakis E, Needleman I, Kumar N, Moles D, Agudo E. The impact of hospitalization on oral health: a systematic review. J Clin Periodontol.
2011; 38: 628-36.
19- Medeiros AJ, Alves MSCF, Nunes JP, Costa ICC. Experiência extramural em hospital público e a promoção da saúde bucal coletiva. Rev Saúde Pública. 2005; 39 (2): 305-10.
20- Trieger N. Creating a model for graduate education in hospital dentistry: a memoir from Montefiore Medical Center and the Albert
Einstein College of Medicine. J Dent Res. 2007; 86 (9): 797-9.
21- Schimmel M, Schoeni P, Zulian GB, Muller F. Utilisation of dental services in a university hospital palliative and long-term care unit in
Geneva. Gerodontology. 2008; 25: 107-12.
22- Schimmel M, Leemann B, Christou P, Kiliaridis S, Schnider A, Herrmann FR, et al. Oral healthrelated quality of life in hospitalized stroke patients. Gerodontology. 2011; 28: 3-11.
23- Araújo RJG, Vinagre NPL, Sampaio JMS. Avaliação sobre a participação de cirurgiõesdentistas em equipes de assistência ao paciente. Acta Sci, Health Sci. 2009; 31(2): 153-7.

Downloads

Publicado

2016-06-14

Como Citar

Rocha, A. L., & Ferreira, E. F. e. (2016). Odontologia hospitalar: a atuação do cirurgião dentista em equipe multiprofissional na atenção terciária. Arquivos Em Odontologia, 50(4). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3656

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2