ANÁLISE COMPARATIVA DOS MÉTODOS DE CLASSIFICAÇÃO DA VEGETAÇÃO NDVI E ANÁLISE POR COMPONENTES PRINCIPAIS EM UMA IMAGEM RAPIDEYE

  • José Irley Ferreira Júnior UFMG

Resumo

O uso do sensoriamento remoto tem crescido relevantemente e contribuído de forma
multidisciplinar. Várias áreas utilizam-se desta ferramenta na busca de automatização de rotinas
que antes eram feitas manualmente e com isso economizando tempo e custo. Na área ambiental
isso caracteriza em mapeamentos agilizados, diminuição de trabalhos de campo desnecessários
entre outros. Contudo não se descarta a importância do trabalho de campo uma vez que as
análises de dados em sensoriamento remoto precisam do conhecimento in loco. Esse trabalho foi
desenvolvido somente em etapa de escritório utilizando-se de um fragmento de cena de imagem
Rapideye. O objetivo foi realizar uma análise comparativa no mapeamento da vegetação densa
através das técnicas de Índice de Vegetação por Diferença Normalizada – NDVI e Análise por
Componentes Principais – CPA. Após a geração e classificação de cada imagem (NDVI e CPA),
e análise das matrizes de confusão e coeficiente de Kappa, chegou-se à conclusão que CPA e
NDVI apresentaram resultados similares no mapeamento da vegetação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-05-11
Seção
Artigos