EMPREGABILIDADE DO MÉTODO FUZZY CLUSTERING NA CARACTERIZAÇÃO DOS CLIMAS REGIONAIS DA PORÇÃO NORDESTE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

  • Fabrício Lisboa Vieira Machado IGC/UFMG

Resumo

A abordagem estática do clima historicamente o avaliou como variável cartesiana, cujos limites eram passíveis de delimitação. Entretanto o clima se manifesta em estados temporais dos mais variados, sendo necessário rever seus métodos e técnicas de análise. Para tanto, objetivou-se verificar a participação da Serra do Espinhaço na organização escalar das variáveis climáticas em escala regional, na porção nordeste de Minas Gerais, através do modelo fuzzy cluster, que permite a associação de um mesmo dado a diversos conjuntos simultaneamente. Os resultados segmentaram a região em quatro agrupamentos, onde fora possível ratificar o papel conjunto do relevo e dos controles sinóticos na organização escalar regional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-05-11
Seção
Artigos