DICUMBA: UMA PROPOSTA METODOLÓGICA DE ENSINO A PARTIR DA PESQUISA EM SALA DE AULA

  • Everton Bedin Ulbra, UFRGS
  • José Claudio Del Pino UFRGS, UNIVATES
Palavras-chave: Professor facilitador, Aluno protagonista, Metodologia Dicumba

Resumo

Aprendendo que a metodologia docente utilizada em sala de aula faz com que o processo de ensino-aprendizagem se desenvolva de forma não qualificada, arbitrária e linear, este artigo propõe a metodologia Dicumba; uma metodologia de pesquisa em que o estudante se tornar construtor dos próprios saberes a partir da vivência, da curiosidade e do interesse. A metodologia foi desenvolvida em uma perspectiva de conhecimento modelado a partir da teia construtivista-colaborativa, possibilitando um planejamento de educação real e sistematizado, fundamentado na aprendizagem satisfatória e no pleno desenvolvimento do sujeito. Esta constitui a figura do professor como um facilitador do processo de aprendizagem, instigando o aluno, por meio da emoção e da problematização, a se compor como responsável pela sua formação, construindo e reconstruindo conhecimentos através das descobertas.

Biografia do Autor

Everton Bedin, Ulbra, UFRGS
Graduado em Química, Especialista em TICs na Educação, Mestre em Educação Química, Doutor em Educação em Ciências, Professor na Universidade Luterana do Brasil, coordenador do subprojeto Pibid/química desta Universidade e pós-doutorando em Educação em Ciências.
Publicado
2019-06-15
Seção
RELATOS DE PESQUISAS / RESEARCH REPORTS