Aspectos geoquímicos que controlam a formação de Leques Arenosos na Bacia do Rio do Formoso-MG/Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-549X..13250

Palavras-chave:

Litoestruturas, Paleoclimas, Feições geomórficas, Paisagem, Aqüíferos e leques arenosos

Resumo

Este trabalho visa investigar a influência das condicionantes litoestruturais e geoquímicas no desenvolvimento de leques arenosos na Bacia Hidrográfica do Rio do Formoso. A área de estudo localiza-se no Norte de Minas Gerais (Buritizeiro-MG), estando totalmente inserida na Bacia Sedimentar do São Francisco (porção sul do Cráton homônimo). Para a realização deste trabalho, foram utilizados os procedimentos metodológicos: revisão bibliográfica e cartográfica, análise química dos litotipos (ICP-AAS) e água, separação gravimétrica, elaboração e análise de Modelo Digital de Elevação e análise têmporo-espacial por meio de Imagens Landsat III (1980) e CBERS II (2007). A interpretação dos dados gerados indica que as condicionantes litogeomórficas e os aspectos diagenéticos dos arenitos do Grupo Areado e Mata da Corda, respectivamente Cretáceo Inferior e Superior, apresentam pré-disponibilidade para gênese e desenvolvimento dos leques arenosos, evidenciados pelo índice de mobilização de elementos químicos (Fe) e pelas condicionantes topomórficas. O domínio dos litotipos cretácicos controla a dinâmica hídrica local, representando as áreas de recarga (aqüíferos cretácicos), responsável pela perenidade do Rio do Formoso. Nesse contexto existe a necessidade de se conhecer a gênese e a evolução dessa paisagem a fim de se criar um plano de manejo adequado às fragilidades e potencialidades naturais da área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wallace Magalhães Trindade,

Wallace Magalhães Trindade é Graduado em Geografia, UFMG.

Elizêne Veloso Ribeiro,

Elizêne Veloso Ribeiro é Graduada em Geografia, UFMG.

Hernando Baggio, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Hernando Baggio é Doutor em Geologia, UNIMONTES.

Adolf Heinrich Horn, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Adolf Heinrich Horn é Pós-Doutor em Geologia, UFMG.

Referências

AB’SÁBER, Nacib Aziz. Os domínios de natureza no Brasil - potencialidades paisagísticas. São Paulo: Ateliê Editorial, 2003.

CPRM, Companhia de Pesquisa e Recursos Minerais. Projeto São Francisco. Belo Horizonte, 2003.

DUARTE, Isabel Maria. Ratolo. (2002). Solos residuais de rochas granitóides ao sul do tejo, características geológicas e geotécnicas. Tese de Doutoramento. Universidade de Évora. 373p.

SGARBI, Geraldo Norbeto Chave. Bacia Sanfranciscana: O registro do Fanerozóico da Bacia do São Francisco. In Pinto, Claiton Piva & MartinsNeto, Marcelo. Bacia do São Francisco: Geologia e recursos naturas(ed). Belo Horizonte. SBGMG,2001. 93-138.

SUERTEGARAY, Dirce Maria Antuenes. A trajetória da natureza. Um estudo geomorfológico sobre os areiais de Quarai-RS. Tese de Doutouramento. São Paulo:Universidade de São Paulo, 1987.

SUERTEGARAY, Dirce Maria Antuenes. Atlas da Arenização Sudoeste do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Secretaria da Coordenação e Planejamento e Secretaria da Ciência e Tecnologia Governo do Estado do RS, 2001.

SANT’ANA NETO, João Lima & NERY, Jonas Teixeira. Os climas das cidades brasileiras. In SOUZA, Célia Regina de Guveia (ed). Quaternário do Brasil.Ribeirão Preto: Holos, 2005.28-50.

Downloads

Publicado

2008-12-01

Como Citar

Trindade, W. M., Ribeiro, E. V., Baggio, H., & Horn, A. H. (2008). Aspectos geoquímicos que controlam a formação de Leques Arenosos na Bacia do Rio do Formoso-MG/Brasil. Revista Geografias, 37–44. https://doi.org/10.35699/2237-549X.13250

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)