Teores totais e distribuição dos metais pesados Cu, Cd, Cr, Ni, Pb e Zn nos sedimentos de corrente e fundo do rio do Formoso – MG

  • Hernando Baggio Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)
  • Adolf Heinrich Horn Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Palavras-chave: Metais pesados, Sedimentos, Natural, Antrópico, Valores orientadores

Resumo

O Rio do Formoso é um importante tributário do Rio São Francisco no noroeste do estado de Minas Gerais. Sua bacia encontra-se inserida no Bioma Cerrado, suas águas drenam imensos latifúndios com forte tendência agropecuária, influenciando diretamente nas características físico-químicas e químicas da água superficial e do sedimento de corrente e fundo. Foram coletadas 11 amostras de sedimentos, nos quais foram determinadas as concentrações de Cu, Cd, Cr, Ni, Pb, Zn por ICP-OES, com, extração parcial ácida. Os resultados foram comparados à resolução CONAMA 344/2004. A caracterização mineral foi obtida por difratometria de Raios-X - DXR e, a composição geoquímica dos litotipos foi determinada por ICP-OES. Os teores totais dos metais Cd e Cr nos sedimentos ultrapassaram os valores de referência estabelecidos pela Resolução CONAMA 344/2004. A disponibilidade desses metais nos sedimentos é resultado direto dos resíduos metalorgânicos gerados pela agricultura comercial. A assinatura geoquímica para o elemento cromo presente no sedimento confirma a contribuição natural geológica. O mineral predominante é o quartzo, a presença de minerais de argila, sugere uma maior ou menor troca de cátion metálicos do sedimento para a coluna de água.

Biografia do Autor

Hernando Baggio, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)
Hernando Baggio é Doutor em Geologia.
Adolf Heinrich Horn, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Adolf Heinrich Horn é Doutor em Geologia.
Publicado
2010-07-01
Seção
Artigos