Previsibilidade da pressão atmosférica local a partir de flutuações altimétricas registradas no Oeste Paulista

Autores

  • Antonio Jaschke Machado

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-549X..13437

Palavras-chave:

Gravitação, Problema dos três corpos, Hipsometria.

Resumo

Este artigo propõe a hipótese dos ciclos diário e sazonal da pressão atmosférica poder ser induzidos a partir da altitude local observada, revelado a partir da identificação de flutuações periódicas na altitude medida em relação ao nível do mar. Causa surpresa como a curva suavizada das flutuações na altitude assemelha-se ao ciclo diário da pressão atmosférica observada, apenas defasada por cerca de uma hora. Sugere-se que a localidade não permanece de fato fixa, mas, ao contrário, à deriva, tanto na direção vertical quanto na direção meridional, sujeita às interações gravitacionais do sistema Terra – Sol – Lua.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Azevedo, T. R. de, 2006. A interferência dos astros em sua vida. Revista do Departamento de Geografia 18, 42-47.

Boczko, R., 1984. Conceitos de astronomia. São Paulo: Edgard Blücher.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2015. Disponível em < http://www.censo2014.ibge.gov.br/ >. Acessado em 3 de julho de 2015.

Wallace, J. M.; Hobbs, P. V., 2006. Atmospheric science – an introductory survey. 2nd edition. London: Academic Press.

Wilks, D. S., 2006. Statistical methods in the atmospheric sciences. 2nd edition. London: Academic Press.

Downloads

Publicado

2018-07-06

Como Citar

Machado, A. J. (2018). Previsibilidade da pressão atmosférica local a partir de flutuações altimétricas registradas no Oeste Paulista. Revista Geografias, 96–105. https://doi.org/10.35699/2237-549X.13437

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)