Ocorrência de intempéries no extremo oeste paulista

Autores

  • Antonio Jaschke Machado Universidade Estadual Paulista - UNESP

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-549X.2020.16866

Palavras-chave:

Justiça atmosférica, Monção, Fluxos radiativos

Resumo

Este artigo relata uma demanda recebida pelo pesquisador a partir da justiça civil, envolvendo dois episódios em que supostamente haveriam ocorrido danos e prejuízos materiais associados a intempéries. A análise do ciclo diário, com resolução temporal de 5-min, dos fluxos radiativos em ondas curtas e longas, além da temperatura do ar e umidade absoluta observada, traz à luz indícios da ocorrência de frentes de rajada associadas ao desenvolvimento e colapso de sistemas convectivos. Mesmo não se tendo medido o vento, a incorporação do conceito de monção aos registros realizados evidencia a possibilidade da pesquisa em climatologia dos fluxos energéticos subsidiar decisões judiciais, respeitadas as limitações escalares concernentes ao fenômeno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AZEVEDO, T. R. Precipitação na Cidade de São Paulo em função da atividade urbana. In: XII Congresso Brasileiro de Meteorologia, 2002, Foz do Iguaçu. Anais... São Paulo: Sociedade Brasileira de Meteorologia, 2002.

CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, 2019. Disponível em https://cetesb.sp.gov.br/ar/qualar/. Acessado em 16 de janeiro de 2019.

GOETHE, J. W. von. Ensaios científicos: uma metodologia para o estudo da natureza. São Paulo: Ad Verbum, 2012

HOLANDA, S. B. Monções e capítulos de Expansão Paulista. 2ª ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2019. Disponível em https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados.html. Acessado em 18 de janeiro de 2019.

INMET – Instituto Nacional de Meteorologia, 2019. Disponível em http://www.inmet.gov.br/portal/index.php?r=estacoes/estacoesConvencionais. Acessado em 16 de janeiro de 2019.

IPMET – Instituto de Pesquisas Meteorológicas, 2019. Disponível em https://www.ipmet.unesp.br/. Acessado em 16 de janeiro de 2019.

MACHADO, A. J. Uma visão dos sistemas de transferência de energia e água no Oeste Paulista. Revista Brasileira de Geografia Física, v.10, n.1, p.239-246, jan/fev. 2017.

OFFERLE, B.; GRIMMOND, C. S. B.; FORTUNIAK, K.; KLYSIK, K.; OKE, T. R. Temporal variations in heat fluxes over a central European city centre. Theoretical and Applied Climatology, v.84, n.1, p.103-115, mar/abr. 2006.

OKE, T. R. Boundary Layer Climates. 2.ed. London: Routledge, 1987.

SERRA, A. L.; RATISBONA, R. L. As massas de ar da América do Sul. Rio de Janeiro: Ministério da Agricultura, Serviço de Meteorologia, 1942.

VANDERHEIDEN, S. Atmospheric justice: a political theory of climate change. Oxford: University Press, 2008.

Downloads

Publicado

2020-08-11 — Atualizado em 2022-04-15

Versões

Como Citar

Machado, A. J. (2022). Ocorrência de intempéries no extremo oeste paulista. Revista Geografias, 28(1), 62–76. https://doi.org/10.35699/2237-549X.2020.16866 (Original work published 11º de agosto de 2020)

Edição

Seção

Artigos