SPINOZA E MCTAGGART

Autores

Palavras-chave:

Spinoza, McTaggart, tempo, eternidade

Resumo

Alguns elementos da teoria do tempo do hegeliano inglês John M. E. McTaggart serão aplicados à filosofia de Spinoza para elucidar a diferença que esse último estabelece entre duração e eternidade. O próprio McTaggart encarrega-se de estabelecer essa relação com Spinoza em seu famoso artigo “A irrealidade do tempo” [“The Unreality of Time”]. Mostraremos que a concepção de eternidade e a tese de McTaggart sobre a irrealidade do tempo são incompatíveis com a teoria spinozana. O método comparativo aqui proposto será, justamente, o que nos permitirá melhor compreender, por contraste com as teses de McTaggart, a posição de Spinoza sobre o tempo e a eternidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

DELEUZE, G. «Spinoza et le problème de l’expression». Paris: Les Éditions du Minuit, 1968.

DUMMETT, M. “A Defense of McTaggart’s Proof of the Unreality of Time”. The Philosophical Review, Vol. 69, Nr. 4, Oct. 1960, pp. 497-504.

GUEROULT, M. “Spinoza II: L’Âme”. Paris: Aubier-Montaigne, 1974.

HALLETT, H. F. “Ӕternitas. A Spinozistic Study”. Oxford: Clarendon Press, 1930.

LEIBNIZ, G. W. “Principes de la philosophie ou Monadologie». In: G. W. Leibniz. Die philosophischen Schriften, Vol. 6. Ed. por C. I. Gerhardt. Olms: Hildesheim, 1962.

______. “Discours de métaphysique”. In: G. W. Leibniz. Die philosophischen Schriften, Vol. 4. Ed. por C. I. Gerhardt. Olms: Hildesheim, 1962.

McTAGGART, J. “The Unreality of Time”. Mind, New Series, Vol. 17, Nr. 68, 1908, pp. 457-474.

______. “The Meaning of Causality”. Mind, New Series, Vol. 24, Nr. 93, 1915, pp. 326-344.

RAMOND, C. «Qualité et quantité dans la philosophie de Spinoza». Paris: PUF, 1995.

SORABJI, R. “Time, Creation and the Continuum: Theories in Antiquity and the Early Middle Ages”. London: Duckworth, 1983.

SPINOZA, B. “Baruch de Spinoza Opera”. Ed. de Carl Gebhardt. Heidelberg: Carl Winters, 1925. 4 Vol.

______. “Ética”. Edição bilíngue. Tradução do Grupo de Estudos Espinosanos; coordenação de Marilena Chauí. São Paulo: Edusp, 2015a.

______. “Tratado da emenda do intelecto”. Tradução de Cristiano Novaes de Rezende. Campinas: Ed. Unicamp, 2015b.

Downloads

Publicado

05-01-2023

Como Citar

PINHEIRO, U. SPINOZA E MCTAGGART. Revista Kriterion, [S. l.], v. 63, n. 153, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/kriterion/article/view/35438. Acesso em: 4 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos