Foco e Escopo

Memorandum: Memória e História em Psicologia é uma revista eletrônica da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), vinculada ao setor de periódicos da UFMG. Tem como objetivo promover um espaço de debate sobre memória e história da psicologia. Nestes campos, propõe também diálogos com diversas áreas do conhecimento, tais como filosofia, história, educação, sociologia, antropologia, literatura, artes, dentre outras.

Publica apenas artigos originais  (relatos de pesquisa e resenhas) em que pelo menos um autor seja doutor, escritos em português, espanhol, inglês, italiano e francês. No caso de resenhas, pelo menos um autor deve ser mestre. Todos os textos que não são publicados em inglês contam com abstract e keywords na língua inglesa. O editorial de cada edição da revista é publicado em português e em inglês. 

Atualmente, a Memorandum é indexada nas Bases de Dados LILACS - Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde (http://lilacs.bvsalud.org/) e CLASE -Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (http://clase.unam.mx); nos Diretórios ROAD - Recursos Acadêmicos de Acesso Livre (http://road.issn.org) e Latindex - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal (http://www.latindex.org); no Portal de Periódicos CAPES (http://www.periodicos.capes.gov.br) e Google Acadêmico (https://scholar.google.com.br).

 

Processo de Avaliação pelos Pares

O processo de revisão editorial será iniciado se o texto obedecer a todas as normas indicadas nas diretrizes para autores e ser caracterizado como inédito ao ser submetido a sistemas de controle de plágio para verificação de sua autenticidade. Caso contrário, será solicitada a adequação às normas e, então, a realização de nova submissão.

Os trabalhos considerados adequados serão encaminhados para 2 (dois) consultores ad hoc  de reconhecida competência na área, escolhidos pela Comissão Editorial. O processo de avaliação por pares utiliza o sistema duplo cego, preservando a identidade dos autores e consultores. 

Os consultores ad hoc, após análise do texto, rejeitam, recomendam com sugestões de modificações ou indicam sua publicação. Os pareceres dos consultores são, em seguida, encaminhados aos autores

No caso de artigos recomendados para publicação com sugestões de modificações, os autores devem apresentar uma versão reformulada do texto no prazo estipulado pela Comissão Editorial. 

A decisão final sobre a publicação de um texto submetido à revista Memorandum: Memória e História em Psicologia cabe aos Editores, auxiliados pelos pareceres de Consultores e Conselheiros.

A Comissão Editorial se reserva o direito de realizar pequenas alterações de estilo ou gramaticais sem consultar os autores.

 

Periodicidade

A revista eletrônica Memorandum: Memória e História em Psicologia é divulgada em fluxo contínuo com uma edição por ano.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.  Não são cobradas taxas para submissão e processamento de artigos.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Histórico do periódico

Lançada em outubro de 2001, a Memorandum: História e Memória em Psicologia tem desde então publicação ininterrupta, com grande variedade temática nos artigos. Inicialmente, as discussões sobre história e memória em psicologia, contidas nos artigos pulicados pela Revista, tinham como principal campo de interlocução a filosofia. Esse diálogo, ao longo do tempo, foi gradativamente ampliado para outras áreas, evidenciando a consolidação de seu caráter interdisciplinar.

Ao longo deste período, a Revista ganhou notoriedade no cenário nacional por apresentar um fluxo homogêneo de artigos que se filiam à abordagem fenomenológica, os quais abrangem relações entre fenomenologia e psicologia sob perspectivas empíricas, teóricas, filosóficas, epistemológicas, sociais, culturais, antropológicas e clínicas. Além disso,  a Revista constituiu-se num veiculo muito importante de comunicação de pesquisas na área da história da psicologia e dos saberes psicológicos, no plano nacional e internacional, e de diálogo entre historiadores da psicologia e historiadores.

A revista eletrônica Memorandum: Memória e História em Psicologia  destaca-se ainda por possuir ampla abrangência nacional e internacional quanto à procedência institucional do Conselho Editorial (pesquisadores vinculados a 24 instituições, de 9 países distintos), bem como do Conselho Consultivo (pesquisadores vinculados a 19 instituições, de 4 países distintos), ambos compostos por pesquisadores de reconhecida competência nas áreas de Psicologia, História, Educação, Filosofia, Letras. Tal abrangência também se verifica na vinculação institucional dos autores dos artigos publicados, existindo em cada edição ao menos um artigo internacional, sendo a média de 2,5 artigos internacionais por edição. Além disso, todas as edições contam com distribuição regional dos artigos nacionais. 

No ano de 2018 fizemos uma atualização dos nossos colaboradores, incrementando a posição sempre adotada pela Memorandum de ter, em nosso Conselho Editorial e em nosso Conselho Consultivo, a representatividade de pesquisadores vinculados a instituições de diferentes regiões do país e de diferentes países. Fizemos ainda uma revisão das diretrizes para os autores, de modo a atender aos critérios de publicação impostos pelo novo sistema e, ao mesmo tempo, nos mantermos fieis à tradição temática da revista. Coroamos este processo de mudanças a partir do volume 36, que assume o formato de publicação contínua, tornando mais ágil nosso processo editorial.