Desejo e formação de mundo em Sartre

breve contraponto com Merleau-Ponty

  • Reinaldo Furlan Universidade de São Paulo
Palavras-chave: fenomenologia, Sartre, desejo, Merleau-Ponty

Resumo

A realidade humana aparece em Sartre como uma falta ontológica no seio da realidade das coisas. Essa falta é a consciência, ocasião de deflagração do Ser e desejo de ser. Nesse sentido o homem é projeto, buscando realizar seu próprio ser através do ser das coisas, assim configurando o mundo. Essa tentativa é sempre fracassada, ou sempre iniciada, na medida em que a consciência não pode se transformar em ser algum, ou só é ultrapassando os projetos nos quais procura realizar o próprio ser. A noção de encarnação se destaca na medida em que representa um princípio de má-fé da consciência que, em seu projeto de ser, busca se perder no ser-em-si da matéria sensível. O uso da filosofia de Merleau-Ponty, no artigo, visa apenas evidenciar, por diferença, as noções de desejo e encarnação em Sartre, e indicar a passagem para outra filosofia através da inversão do significado das mesmas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Reinaldo Furlan, Universidade de São Paulo
professor de filosofia no Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto – USP

Referências

Barbaras, R. (2003). Désir et totalité: sur l‟ontologie sartrienne. Em R. Barbaras. Vie et Intentionnalité (pp. 55-63). Paris: Vrin.

Deleuze, G. & Guattari, F. (1992). O que é a filosofia? (B. Prado Jr. & A. A. Muñoz, Trads.). Rio de Janeiro: Editora 34. (Original publicado em 1991).

Heidegger, M. (1979). Que é metafísica? (E. Stein, Trad.). (Coleção Os Pensadores). São Paulo: Abril Cultural. (Original publicado em 1929).

Houaiss, A, Villar, M. S. & Franco, F. M. M. (2001). Dicionário de língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva.

Merleau-Ponty, M. (2002). La structure du comportement (2a ed.). Paris: PUF. (Original publicado em 1942).

Merleau-Ponty, M. (1994). Fenomenologia da percepção (C. A. R. Moura, Trad.). São Paulo: Martins Fontes. (Original publicado em 1945).

Merleau-Ponty, M. (1984). O filósofo e sua sombra (M. S. Chauí, Trad.). (Coleção Os Pensadores). São Paulo: Abril Cultural (Original publicado em 1960).

Merleau-Ponty, M. (2000). A natureza (A. Cabral, Trad.). São Paulo: Martins Fontes. (Originais de 1957-1960, Cursos no Collège de France).

Merleau-Ponty, M. (1964). Le visible et l’invisible. Paris: Gallimard.

Merleau-Ponty, M. (2000). O visível e o invisível (J. A. Gianotti & A. M. d‟Oliveira, Trads.). São Paulo: Perspectiva. (Original publicado em 1964).

Sartre, J. P. (1976). L’être et le néant. Paris: Gallimard. (Original publicado em 1940).

Silva, F. L. (2003). Ética e literatura em Sartre. São Paulo: Edunesp.

Tréguier, J-M. (1996) Le corps selon la chair. Paris: Kimé.

Publicado
2012-04-14
Como Citar
Furlan, R. (2012). Desejo e formação de mundo em Sartre. Memorandum: Memória E História Em Psicologia, 22, 117-127. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/memorandum/article/view/6593
Seção
Artigos