A reforma psiquiátrica em contextos periféricos: o Piauí em análise

  • João Paulo Macedo Universidade Federal do Piauí
  • Magda Dimenstein Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Resumo

Para contribuir com o debate sobre a reforma psiquiátrica em localidades periféricas, objetiva-se conhecer a realidade piauiense, evidenciando os principais desafios que constituíram seu processo reformista e particularidades perante a realidade nacional e regional. Trata-se de um estudo qualitativo com base no levantamento documental e pesquisa participante para acompanhar as movimentações sociopolíticas mais recentes do contexto investigado. Como resultado, identificou-se que o Piauí foi marcado por significativo atraso quanto à implantação da rede psicossocial. Porém, rapidamente, o Estado alcançou boa cobertura de serviços devido à participação do Ministério Público como principal ator do processo reformista local. Se antes, o desafio era reverter à rede manicomial de serviços para a psicossocial; hoje, mais do que nunca, é urgente fazê-la operar sob tal perspectiva para compor ações de continuidade do cuidado e afirmação da cidadania, especialmente em contextos periféricos ou “minúsculos”, onde a cultura manicomial ainda se mantém forte ou absoluta.

Palavras-chave: reforma psiquiátrica – história; Piauí; atenção psicossocial; formulação de políticas

Biografia do Autor

João Paulo Macedo, Universidade Federal do Piauí
Doutor em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e docente do Depto. de Psicologia da Universidade Federal do Piauí.
Magda Dimenstein, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Doutora em Saúde Mental pelo Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro e Professora Titular do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
Publicado
2012-04-14
Como Citar
Macedo, J. P., & Dimenstein, M. (2012). A reforma psiquiátrica em contextos periféricos: o Piauí em análise. Memorandum: Memória E História Em Psicologia, 22, 138-164. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/memorandum/article/view/6595
Seção
Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##