POLÍTICAS CULTURAIS PARA BIBLIOTECAS PÚBLICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO: análise dos investimentos culturais

Autores

  • Adriana Azenha Barilon Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Rosângela Formentini Caldas Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Giulia de Sousa Ferrazoli Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Palavras-chave:

Erebd. Bibliotecas públicas. Políticas culturais. Políticas públicas.

Resumo

As bibliotecas públicas são fundamentais para a democratização do conhecimento, o exercício da cidadania, formação de leitores críticos, acessibilidade dos conteúdos informacionais e o desenvolvimento e fomento às mais variadas atividades culturais. Embora cada instituição contenha preceitos comuns na ordem social e sejam definidas pelo contexto que se inserem, são capazes de possibilitar a coesão da comunidade e seu desenvolvimento territorial. Desta forma, buscou-se verificar quais políticas culturais do Estado se destinavam às bibliotecas públicas, bem como discuti-las. Neste sentido, objetiva-se verificar a distribuição de políticas públicas propostas pelo Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. Assim sendo, o estudo teve por pretensão entender a contribuição das políticas propostas pelo Estado de São Paulo perante as bibliotecas do Estado. Observou-se que grande parte das políticas culturais estão concentradas na cidade de São Paulo e que há uma pequena porcentagem dos investimentos voltados para as bibliotecas, apenas 14%. Assim, entende-se que as políticas culturais devem nortear a atuação das bibliotecas públicas, no entanto, além da pequena porcentagem de recursos destinada às bibliotecas públicas, muitos investimentos não possuem abrangência estadual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-11-17

Como Citar

BARILON, A. A.; CALDAS, R. F.; FERRAZOLI, G. de S. POLÍTICAS CULTURAIS PARA BIBLIOTECAS PÚBLICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO: análise dos investimentos culturais. Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, [S. l.], v. 8, n. 2, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/moci/article/view/16893. Acesso em: 22 jan. 2022.

Edição

Seção

GT1 - Cultura, informação e sociedade