A atuação profissional em arquivos musicais: algumas considerações

Autores

  • Amanda Gomes

Resumo

Resumo: Tratar sobre as questões relativas aos arquivos musicais nos leva naturalmente a abordá-las a partir de duas áreas distintas: arquivologia e música, que se unem em prol de questionar, problematizar, refletir e procurar meios de intervir em favor da solução de problemáticas que perpassam a noção disciplinar de música e arquivística. O objetivo do presente trabalho consiste em apresentar algumas considerações relativas à atuação profissional junto aos acervos musicais que deve ser, inevitavelmente, interdisciplinar devido, sobretudo, as especificidades da documentação musical. Assume-se nesse trabalho, portanto, a ideia de integralidade entre as ações musicológicas e arquivísticas com relação ao tratamento da documentação nos arquivos e acervos musicais, ressaltando a necessidade de se empreender esforços interdisciplinares para lidar com a questão. Salienta-se os atuais diálogos estabelecidos com relação a interdisciplinaridade da atuação profissional em arquivos musicais, enfatizando os trabalhos desenvolvidos por musicólogos, arquivistas e profissionais da informação, em prol da sistematização destas atuações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-08-25

Como Citar

GOMES, A. A atuação profissional em arquivos musicais: algumas considerações. Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, [S. l.], v. 7, n. 1, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/moci/article/view/17021. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos