MUDANÇAS DE PESSOAS SEM PERDER O CONHECIMENTO

Transferência e documentação de conhecimento, um estudo de caso em autarquia municipal

  • Maria das Graças Barbosa Universidade Federal de Minas Gerais
  • Ricardo Rodrigues Brabosa Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Gestão do conhecimento, transferência de conhecimento, compartilhamento de conhecimento tácito, retenção de conhecimento organizacional, organização do conhecimento.

Resumo

Os objetivos deste trabalho são a descrição e a análise de estudo de caso, realizado em uma organização da administração pública municipal, no Brasil. Insere-se nos estudos da Gestão da Informação e do Conhecimento, com destaque para a transferência dos conhecimentos explícitos, tácitos e respectiva organização, como instrumentos gerenciais contributivos para a elevação da efetividade. As abordagens dos autores Sveiby (1998); Nona- ka e Takeuchi (1997); Davenport e Prusak (1998) e de Choo (1998) na área substanciam a compreensão do processo de gestão do conhecimento organizacional, referente à eficácia na utilização, a espiral do conhecimento e à capacidade organizacional distribuída em redes de conhecimentos, respectivamente. Compartilha práticas inovadoras para a administração pública, que enfrenta desafios para se adaptar às novas realidades, onde o alcance dos propósitos e dos resultados institucionais torna-se condição essencial para efetividade dos serviços prestados e melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. Assegurou a continuidade das atribuições da autarquia, diante do risco da saída dos profissionais qualificados que detinham os conhecimentos prioritários para a realização dos processos de trabalhos da referida organização.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-01-31