Política de indexação na prática

a dinâmica de planejamento e constituição atrelada ao ensino em Biblioteconomia

Autores

  • Sara da Cruz Vieira Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Lais Pereira de Oliveira Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Daniel Martínez-Ávila Universidade Estadual Paulista (Unesp) e Universidade Carlos III de Madrid (UC3M)

Palavras-chave:

Política de indexação escolar, Ensino em Biblioteconomia, Indexação de assunto, Comunidade escolar

Resumo

Aborda a política de indexação no contexto do ensino em Biblioteconomia. Objetiva correlacionar a dinâmica de planejamento e constituição da política, voltada a uma biblioteca escolar, à formação biblioteconômica em Indexação e Resumos. Constitui pesquisa descritiva de abordagem qualitativa, com aplicação do método do estudo de caso, posto que se volta à realidade em um lócus específico, qual seja o cenário acadêmico de formação no curso de graduação em Biblioteconomia da Universidade Federal de Goiás, tecendo interpretações detidas a esse universo. A investigação foi executada a partir de pesquisa documental comparativa, sustentada no roteiro de atividades que orientou o trabalho prático e na política de indexação construída durante a disciplina. Os resultados demonstram uma conexão importante entre essas vias no caso estudado, na medida em que o arsenal teórico relativo aos elementos da política foi trabalhado e colocado em prática. Conclui-se, com a construção dessa política, que é valoroso sempre considerar as características da unidade de informação para elaborar uma política de indexação que seja condizente com a sua realidade, se adaptando da melhor forma às necessidades dos usuários que utilizarão os produtos frutos da indexação de assunto. Além de se compreender o quanto é relevante utilizar as práticas presentes na indexação para a organização das informações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sara da Cruz Vieira, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Graduanda em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Goiás (UFG).

Lais Pereira de Oliveira, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Docente do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal de Goiás (UFG). Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp). Mestre em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília (UnB). Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Goiás (UFG).

Daniel Martínez-Ávila, Universidade Estadual Paulista (Unesp) e Universidade Carlos III de Madrid (UC3M)

Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) da Universidade Estadual Paulista (UNESP). Possui graduação em Biblioteconomía y Documentación pela Universidad Carlos III de Madrid (2005), Licenciado en Documentación pela Universidad Carlos III de Madrid (2007), Mestrado em Investigación en Documentación pela Universidad Carlos III de Madrid (2009), e Doutorado internacional pelo Programa Oficial de Doctorado en Documentación pela Universidad Carlos III de Madrid (2012). Foi Pesquisador e Instrutor Adjunto na University of Wisconsin-Milwauke até setembro de 2014 e Professor Assistente Doutor da Universidad Carlos III de Madrid até setembro de 2013 e desde setembro de 2019. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Organização da Informação. Membro do International Society for Knowlege Organization (ISKO) Scientific Advisory Board. 

Referências

ANÍZIO, Jamilly de Lima Alcântara; NASCIMENTO, Geysa Flávia Câmara de Lima. Avaliação do processo de indexação na Biblioteca da Assessoria Jurídica do Banco do Brasil. Biblionline, João Pessoa, v. 8, n. esp., p. 122-133, 2012.

BAPTISTA, Dulce Maria; ARAÚJO JÚNIOR, Rogério Henrique de; CARLAN, Eliana. O escopo da análise da informação. In: ROBREDO, Jaime; BRÄSCHER, Marisa (Orgs.). Passeios pelo bosque da informação: estudos sobre representação e organização da informação e do conhecimento. Brasília: IBICT, 2010. p. 61-80.

BARACHO, Renata Maria Abrantes; CENDÓN, Beatriz Valadares. Esquema de classificação para recuperação de informação em projetos de engenharia. In: LARA, Marilda Lopes Ginez de; SMIT, Johanna Wilhelmina (Orgs.). Temas de pesquisa em Ciência da Informação no Brasil. São Paulo: Escola de Comunicações e Artes/USP, 2010. p. 105-119.

BARCELLOS, Barbara França; CARVALHO, Telma de. Metodologias ativas de ensino aprendizagem na formação de bibliotecários: uma necessidade emergente. ConCI: Convergências em Ciência da Informação, São Cristóvão/SE, v. 1, n. 2, ed. especial, p. 123-130, maio/ago. 2018.

BARITÉ, Mario. Diccionario de organización del conocimiento: classificación, indización, terminología. 6. ed. corr. aum. Montevideo: CSIC, 2015. Disponível em: <www.universidad.edu.uy/renderResource/index/resourceId/45887/siteId/3>. Acesso em: 18 jan. 2019.

BRAZ, Márcia Ivo; CARVALHO, Evanise Souza de. Práticas em tratamento temático da informação: interfaces de ensino e aprendizagem. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 13, n. esp. CBBD 2017.

BRUZINGA, Graciane Silva; MACULAN, Benildes Coura Moreira dos Santos; LIMA, Gercina Ângela Borém de Oliveira. Indexação automática e semântica: estudo da análise do conteúdo de teses e dissertações. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 8., 2007. Anais... Salvador: PPGCI/UFBA, 2007.

CAFÉ, Lígia Maria Arruda; SALES, Rodrigo de. Organização da informação: conceitos básicos e breve fundamentação teórica. In: ROBREDO, Jaime; BRÄSCHER, Marisa. Passeios pelo bosque da informação: estudos sobre representação e organização da informação e do conhecimento. Brasília: IBICT, 2010. p. 115-129.

CARNEIRO, M. V. Diretrizes para uma política de indexação. Revista da escola de Biblioteconomia da UFMG, Belo Horizonte, v. 14, n. 2, p. 221, set. 1985.

CHAUMIER, Jacques. Indexação: conceito, etapas e instrumentos. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 21, n. 1/2, p. 63-79, jan./jun. 1988.

CRUZ, Robson Soares. Desenvolvimento de uma política de indexação para o Observatório de Gestão da Informação. 34 f. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biblioteconomia e Gestão de Unidades de Informação) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2011.

DAL’EVEDOVE, Paula Regina; FUJITA, Mariângela Spotti Lopes. Formação do bibliotecário indexador no Brasil: análise dos aspectos temáticos em planos de ensino. In: ENREDO – ENCONTRO DE REPRESENTAÇÃO DOCUMENTAL, 1., 2017. Anais... São Carlos: Universidade de São Carlos, 2017.

FUJITA, Mariângela Spotti Lopes. A leitura do indexador: estudo de observação. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 4, n. 1, p. 101-116, jan./jun. 1999.

FUJITA, Mariângela Spotti Lopes. O contexto profissional do indexador no ensino de indexação. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 15, n. 30, p. 91-104, 2010.

FUJITA, Mariângela Spotti Lopes; RUBI, Milena Polsinelli; BOCCATO, Vera Regina Casari. As diferentes perspectivas teóricas e metodológicas sobre indexação e catalogação de assuntos. In: FUJITA, Mariângela Spotti Lopes (Org.). A indexação de livros: a percepção de catalogadores e usuários de bibliotecas universitárias – um estudo de observação do contexto sociocognitivo com protocolos verbais. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2009. p. 19-42.

FUJITA, Mariângela Spotti Lopes; SANTOS, Luciana Beatriz Piovezan dos. Política de indexação em bibliotecas universitárias: estudo diagnóstico e analítico com pesquisa participante. TransInformação, Campinas, v. 28, n. 1, p. 59-76, jan./abr. 2016.

GIL LEIVA, Isidoro; FUJITA, Mariângela Spotti Lopes (Eds.). Política de indexação. São Paulo: Cultura Acadêmica; Marília: Oficina Universitária, 2012.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves. Políticas de análisis y representación de contenido para la gestión del conocimiento en las organizaciones. Scire, v. 6, n. 2, p. 49-58, jul./dic. 2000.
GUINCHAT, Claire; MENOU, Michel. Introdução geral às ciências e técnicas da informação e documentação. Tradução de Míriam Vieira da Cunha. 2. ed. corr. aum. Brasília: IBICT, 1994.

HILLESHEIM, Araci Isaltina de Andrade; FACHIN, Gleisy Regina Bories. Prática de tratamento da informação: relato de experiência docente. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 21, n. 3, p. 627-638, ago./nov. 2016.

LANCASTER, F. W. Indexação e resumos: teoria e prática. Tradução de Antonio Agenor Briquet de Lemos. 2. ed. Brasília: Briquet de Lemos, 2004.

LAU, Luciana Ferreira; MARQUES, Luana Farias Sales. Indexação colaborativa de acervo de imagens em acesso aberto: a experiência do IBGE. Cadernos BAD, Lisboa, n. 1, p. 270-284, 2018.

LIMA, José Leonardo Oliveira; ALVARES, Lillian. Organização e representação da informação e do conhecimento. In: ALVARES, Lillian (Org.). Organização da informação e do conhecimento: conceitos, subsídios interdisciplinares e aplicações. São Paulo: B4 Editores, 2012. p. 21-47.

MENDES, Maria Teresa Pinto; SIMÕES, Maria da Graça. Indexação por assuntos: princípios gerais e normas. Lisboa: Gabinete de Estudos a&b, 2002.

NUNES, Cláudio Omar. Algumas considerações acerca da ausência de políticas de indexação em bibliotecas brasileiras. Biblos, Rio Grande, v. 16, p. 55-61, 2004.

OLIVEIRA, Lais Pereira de. Política de indexação: concepções acerca do conceito e percepções em torno de sua elaboração. Ciência da Informação em Revista, Maceió, v. 4, n. 2, p. 39-58, maio/ago. 2017.

OLIVEIRA, Lais Pereira de; CUNHA, Tatielle Marques; VIEIRA, Ana Paula da Fonseca. A política de indexação nas produções científicas brasileiras em Ciência da Informação. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 14, n. 2, p. 4-25, maio/ago. 2018.

SANTOS, Raimunda Fernanda dos; FELIPE, Carla Beatriz Marques. A formação dos(as) bibliotecários(as) frente às novas possibilidades de representação da informação: análise das propostas pedagógicas dos cursos de Biblioteconomia do Norte e do Nordeste do Brasil. ConCI: Convergências em Ciência da Informação, São Cristóvão/SE, v. 1, n. 2, Ed. especial, p. 26-33, maio/ago. 2018.

SILVA, Kamilla Pereira; ALAUZO, Jorge Luiz Cativo. Empoderamento no processo formativo da Biblioteconomia: utopia tecnicista ou realidade possível? Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 9, n. 1, p. 1-20, jul. 2019.

SOUSA, Brisa Pozzi de. Representação temática da informação e sua contextualização em biblioteca. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 9, n. 2, p. 132-146, jul./dez. 2013.

SOUZA, Fernanda Possenti de; HILLESHEIM, Araci Isaltina de Andrade. Tratamento da informação e o uso das tecnologias da informação e comunicação. Biblionline, João Pessoa, v. 10, n. 2, p. 81-96, 2014.

TARTAROTTI, R. C. D. E.; DAL´EVEDOVE, P. R.; FUJITA, M. S. L. Elaboração de tesauro conceitual de política de indexação para bibliotecas universitárias. ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 16., 2015. Anais... João Pessoa: UFPB, 2015.

Downloads

Publicado

2020-05-25

Como Citar

DA CRUZ VIEIRA, S.; PEREIRA DE OLIVEIRA, L.; MARTÍNEZ-ÁVILA, D. Política de indexação na prática: a dinâmica de planejamento e constituição atrelada ao ensino em Biblioteconomia. Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, [S. l.], v. 10, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/moci/article/view/20202. Acesso em: 31 out. 2020.

Edição

Seção

Relato de experiência