A LGPD e a atuação de arquivistas e cidadãos em relação à proteção de dados pessoais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-6658.2022.42046

Palavras-chave:

Vigilância e privacidade, Capitalismo de vigilância, Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, Arquivistas e cidadãos

Resumo

A partir do capitalismo de vigilância, reflete sobre a importância do debate da proteção de dados pessoais por profissionais com formação em Arquivologia e pelos cidadãos, tendo em vista que a temática vigilância e privacidade impacta esses dois grupos. Com isso, apresenta parte dos dispositivos da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, além de discussões sobre a gestão e a elaboração de estudos de usuários de arquivo com base em dados pessoais e acerca de casos em que instituições agiram incorretamente em relação ao tratamento de dados. Considera que é necessário que arquivistas atuem respeitando princípios éticos e observando os dispositivos da Lei, que os cidadãos reflitam criticamente sobre a atuação de instituição públicas e privadas em relação ao tratamento de seus dados, assim como que políticas públicas que envolvam vigilância e privacidade sejam construídas pelo Estado em conjunto com a sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARQUIVO NACIONAL (BRASIL). Revista Acervo, Rio de Janeiro, n. 3, set./dez. 2021. Disponível em: http://revistaacervo.an.gov.br/index.php/revistaacervo/issue/view/85. Acesso em: 06 dez. 2022.

BBC NEWS. Entenda o escândalo de uso político de dados que derrubou valor do Facebook e o colocou na mira das autoridades. Publicado em 20 mar. 2018. Disponível em: https://g1.globo.com/economia/tecnologia/noticia/entenda-o-escandalo-de-uso-politico-de-dados-que-derrubou-valor-do-facebook-e-o-colocou-na-mira-de-autoridades.ghtml. Acesso em: 06 dez. 2022.

BIONI, Bruno. Por que a proteção de dados pessoais importa? TEDx Pinheiros. YouTube, [2018]. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=TzI5VfvQA6I&list=PLhBAp9bhJ5WnXX01WxSwCYfQ9TuHZMO_x&index=5&ab_channel=TEDxTalks. Acesso em: 07 dez. 2022.

BRASIL. Decreto n. 11.016, de 29 de março de 2022. Regulamenta o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, instituído pelo art. 6º-F da Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2019-2022/2022/Decreto/D11016.htm#art15. Acesso em: 07 dez. 2022.

BRASIL. Lei n. 12.527, de 18 de novembro de 2011. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5º, no inciso II do § 3º do art. 37 e no § 2º do art. 216 da Constituição Federal; altera a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990; revoga a Lei nº 11.111, de 5 de maio de 2005, e dispositivos da Lei nº 8.159, de 8 de janeiro de 1991; e dá outras providências. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/lei/l12527.htm. Acesso em: 06 dez. 2022.

BRASIL. Lei n. 13.709, de 14 de agosto de 2018. Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/lei/l13709.htm. Acesso em: 06 dez. 2022.

CAPES (COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR). Tabela de Áreas de Conhecimento/Avaliação. Publicado em 19 set. 2020. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/acesso-a-informacao/acoes-e-programas/avaliacao/instrumentos/documentos-de-apoio-1/tabela-de-areas-de-conhecimento-avaliacao. Acesso em: 06 dez. 2022.

CASSINO, João Francisco. O sul global e os desafios pós-coloniais na era digital. In: SILVEIRA, Sérgio Amadeu da; SOUZA, Joyce; CASSINO, João Francisco (Orgs.). Colonialismo de dados: como opera a trincheira algorítmica na guerra neoliberal. São Paulo: Autonomia Literária, 2021. p. 13- 31.

FACEBOOK. Criar nova conta. Disponível em: facebook.com. Acesso em: 06 dez. 2022.

FERREIRA, Daniel. Recebeu auxílio emergencial e foi bem na Fuvest? O seu CPF foi exposto. Publicado em Pindorama, em 26 jul. 2021. Disponível em: https://pindograma.com.br/2021/07/26/fuvest.html. Acesso em: 07 dez. 2022.

GODOY, Claudio Luiz Bueno de. Enciclopédia jurídica da PUC-SP. Privacidade. Publicado em 01 dez. 2021. Disponível em: https://enciclopediajuridica.pucsp.br/verbete/474/edicao-1/privacidade. Acesso em: 06 dez. 2022.

GZH CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Agência Brasil. Google é investigado sobre possível violação à privacidade dos usuários no Brasil. Publicado em 22 ago. 2019. Disponível em: https://gauchazh.clicrbs.com.br/tecnologia/noticia/2019/08/google-e-investigado-sobre-possivel-violacao-a-privacidade-dos-usuarios-no-brasil-cjzn19fjg052d01pa0u5ryeht.html. Acesso em: 07 dez. 2022.

JARDIM, José Maria. Políticas públicas arquivísticas: princípios, atores e processos. Arquivo & Administração, Rio de Janeiro, v. 5, n. 2, 2006. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/51586. Acesso em: 06 dez. 2022.

LORENZON, Laila Neves. Análise comparada entre regulamentações de dados pessoais no Brasil e na União Europeia (LGPD e GDPR) e seus respectivos instrumentos de enforcement. In: FGV Direito Rio. (Org.). Revista do Centro de Excelência Jean Monnet da FGV Direito Rio. 1 ed. Rio de Janeiro: FGV Direito Rio, 2021, v. 1, p. 38-52. Disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rpdue/article/view/83423. Acesso em: 06 dez. 2022.

MICHAELLIS. Dicionário brasileiro da língua portuguesa. [s.l.]: Editora Melhoramentos, 2022. Disponível em: michaelis.uol.com.br. Acesso em: 06 dez. 2022.

OLIVEIRA, Adriana Carla Silva de; ARAÚJO, Douglas da Silva. O compartilhamento de dados pessoais dos beneficiários do auxílio emergencial à luz da Lei Geral de Proteção de Dados. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 16, n. 2, p. 1-11, dez. 2020. Disponível em: https://revista.ibict.br/liinc/article/view/5318. Acesso em: 06 dez. 2022.

O’NEIL, Cathy. Algoritmo de destruição em massa. Santo André: Editora Rua do Sabão, 2020.

ROCKEMBACH, Moisés. Estudos de usuários de arquivo e os desafios da Lei Geral de Proteção de Dados. Acervo, Rio de Janeiro, v. 33, n. 3, p. 102-115, set. /dez. 2020. Disponível em: https://revista.an.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1554. Acesso em: 06 dez. 2022.

SILVEIRA, Sérgio Amadeu. A hipótese do colonialismo de dados e o neoliberalismo. In: SILVEIRA, Sérgio Amadeu da; SOUZA, Joyce; CASSINO, João Francisco (Orgs.). Colonialismo de dados: como opera a trincheira algorítmica na guerra neoliberal. São Paulo: Autonomia Literária, 2021. p. 33-51.

SCHWAITZER, Lenora; NASCIMENTO, Natália; COSTA, Alexandre de Souza. Reflexões sobre a contribuição da gestão de documentos para programas de adequação à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Acervo, [S. l.], v. 34, n. 3, p. 1–17, 2021. Disponível em: http://revistaacervo.an.gov.br/index.php/revistaacervo/article/view/1732. Acesso em: 6 dez. 2022.

TITÃS. Homem primata. [s.l.]: Wander Music: 1985. CD (3’25’’).

ZUBOFF, Shoshana. A era do capitalismo de vigilância: a luta por um futuro humano na nova fronteira de poder. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora Intrínseca Ltda., 2021.

Downloads

Publicado

2023-01-17

Como Citar

MELO, S. A. de. A LGPD e a atuação de arquivistas e cidadãos em relação à proteção de dados pessoais. Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, [S. l.], v. 12, 2023. DOI: 10.35699/2237-6658.2022.42046. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/moci/article/view/42046. Acesso em: 4 fev. 2023.