Algumas contribuições de Freud e Melanie Klein no campo das psicoses: confluências e divergências

  • Maria Josefina Medeiros Santosi

Resumo

O artigo tem a intenção de estabelecer um paralelo entre algumas das construções teóricas de Melanie Klein e Freud acerca das psicoses. Embora o diálogo entre tais autores tenha sido limitado, o presente artigo visa demonstrar o quão ricas e relevantes foram suas teorizações no tocante ao fenômeno psicótico, construções que ainda hoje nos auxiliam no manejo com pacientes psicóticos. No que concerne ao trabalho freudiano, o artigo re-visita principalmente dois de seus textos: Neurose e psicose de 1923 e A perda da realidade na neurose e na psicose de 1924. Em relação à Melanie Klein, foi resgatado um de seus mais importantes trabalhos: Notas sobre alguns mecanismos esquizóides de 1946. Além disso, busca-se evidenciar de que maneira os mecanismos de defesa postulados por Klein se relacionam com o funcionamento psicótico, principalmente no tocante à identificação projetiva e o modo como essa reverbera na psicose.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-03-11
Como Citar
Santosi, M. J. M. (2019). Algumas contribuições de Freud e Melanie Klein no campo das psicoses: confluências e divergências. Mosaico: Estudos Em Psicologia, 4(1). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/mosaico/article/view/12153
Seção
Artigos 2007-2013