Narcisismo e subjetividade

  • Gabriel Almeida Almenida Assumpção Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais,

Resumo

O conceito de narcisismo é de essencial valor no curso da metapsicologia
freudiana, dadas suas implicações que conduziram a mudanças no modelo
de psiquismo apresentado por Freud na Primeira Tópica, no capítulo VII da
Interpretação de Sonhos (1900). No presente trabalho buscamos expor,
primeiramente, a noção freudiana do eu em dois momentos distintos de sua
obra, a saber: o Projeto de uma Psicologia de 1895 e A Interpretação de
Sonhos. Em seguida, tencionamos demonstrar – com ênfase nos artigos
metapsicológicos (1915-1917) – como o conceito de narcisismo subverte as
duas concepções anteriores do eu, a partir da sua articulação com a teoria
das pulsões, devido às investigações trazidas pela psicanálise no campo da
psicopatologia. Finalmente, pretendemos refletir acerca das implicações
da nova noção de eu trazida pelo narcisismo para se observar como se
entrelaçam psicanálise e subjetividade.
Palavras-chave: Eu; narcisismo; pulsões; subjetividade.

Como Citar
Assumpção, G. A. A. (1). Narcisismo e subjetividade. Mosaico: Estudos Em Psicologia, 1(1). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/mosaico/article/view/6226
Seção
Artigos 2007-2013