Imitação e emulação de Catulo no Renascimento: o Basiorum Liber, de João Segundo

  • Ricardo da Cunha Lima USP
Palavras-chave: Basia, Beijos, Catulo, João Segundo, Ioannes Secundus, intertextualidade, alusão, imitação, emulação, literatura neolatina, tradução poética, poesia erótica

Resumo

Este artigo trata da imitação e emulação de Catulo na época do Renascimento. Usa como exemplo a obra Basiorum Liber (ou Basia), um conjunto de dezenove poemas sobre o tema do beijo. Essa obra, que teve imensa repercussão na literatura europeia, foi composta em latim pelo humanista holandês João Segundo (Ioannes Secundus), na década de 1530. A partir da análise de três poemas selecionados, procuramos apontar as características do estilo de Catulo presentes na poesia neolatina renascentista, em vários aspectos, como a temática, o vocabulário, a polimetria e as figuras de linguagem. Os três poemas foram traduzidos em versos metrificados, com notas. Também investigamos as alusões que eles fazem ao texto catuliano. Embora não seja o foco do artigo, examinamos ainda alusões a outros poetas clássicos, como Propércio, além da imitação de Catulo em autores da literatura francesa do século XVI, como Baïf e Ronsard. O artigo também contém uma explicação de alguns dos critérios de tradução adotados, como, por exemplo, sobre a métrica empregada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ACHCAR, F. Lírica e lugar-comum. São Paulo: Edusp, 1994.

ADAMS, J. N. The Latin Sexual Vocabulary. Londres: Duckworth, 1982.

ALLEN, J. H.; GREENOUGH, J. B. New Latin Grammar. Mineola: Dover Publications, 2006.

CARDOSO, Z. de A. A Literatura Latina. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

CATULLUS et alii. Catullus; Tibullus; Pervigilium Veneris. Edited by G. P. Goold. Cambridge: Harvard University Press, 2000. (Loeb Classical Library)

CÉARD, J.; TIN, L. G. Anthologie de la poésie française du XVIe siècle. Paris: Gallimard, 2005.

CECCARELLI, L. Prosodia e metrica latina classica con cenni di metrica greca. Roma: Società Editrice Dante Alighieri, 2018.

CESILA, R. T. Epigrama: Catulo e Marcial. Campinas: Editora Unicamp; Curitiba: Editora UFPR, 2017.

COLEMAN, D. G. The Gallo-Roman muse: aspects of Roman literary tradition in sixteenth-century France. Cambridge: CUP, 2010.

CRUSIUS, F. Iniciación en la métrica latina. Barcelona: Bosch, 1987.

FORD, P. The Basia of Joannes Secundus and Lyon Poetry. In: FORD, P.; JONDORF, G. Intellectual Life in Renaissance Lyon. Proceedings of the Cambridge Lyon Colloquium 14-16 April 1991. Cambridge: Cambridge French Colloquia/CUP, 1993.

GAISSER, J. H. Catullus and his Renaissance readers. Oxford: Clarendon Press, 1993.

GAISSER, J. H. Catullus in the Renaissance. In: SKINNER, M. B. A Companion to Catullus. Oxford: Blackwell Publishing, 2007. p. 439-460. DOI: https://doi.org/10.1002/9780470751565.

JOHNSON, W. R. Neoteric Poetics. In: SKINNER, M. B. A Companion to Catullus. Oxford: Blackwell Publishing, 2007. p. 175-189. DOI: https://doi.org/10.1002/9780470751565.

JONES, P.; SIDWELL, K. Aprendendo latim. São Paulo: Odysseus, 2012.

LAIGNEAU-FONTAINE, S. Introduction. In: BOURBON, N. Nugae-Bagatelles (1533). Genebra: Droz, 2008. p. 9-194.

LAIGNEAU-FONTAINE, S. Introduction. In: DUCHER, G. Épigrammes. Paris : Honoré Champion, 2015. p. 9-140.

LAURENS, P. Anthologie de la poésie lyrique latine de la Renaissance. Paris: Gallimard, 2004.

LAUSBERG, H. Elementos de Retórica Literária. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1993.

MAROUZEAU, J. Traité de stylistique latine. Paris : Les Belles Lettres, 1946.

OLIVA NETO, J. A. (org.). O livro de Catulo. São Paulo: Edusp, 1996.

OLIVA NETO, J. A. 11 poemas de Propércio (I, 1-11) traduzidos com o verdadeiro dístico elegíaco de Péricles Eugênio da Silva Ramos. Cadernos de Literatura em Tradução, São Paulo, n. 15, p. 151-184, 2015. Disponível em http://www.revistas.usp.br/clt/article/view/114400/112260. Acesso em: 10 abr. 2020.

OLIVA NETO, J. A. Falo no jardim: Priapeia grega, Priapeia latina. Cotia: Ateliê; Campinas: Editora Unicamp, 2006.

OXFORD Latin Dictionary. Edited by P. G. W Glare. Oxford: Clarendon Press, 1996.

PINHO, S. T. A viagem marítima como metáfora da criação literária: o exemplo paradigmático de Aires Barbosa. In: PANTANI, I.; MIRANDA, M.; MANSO, H. (ed.). Aires Barbosa na Cosmopólis Renascentista. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2014. Disponível em https://digitalis.uc.pt/pt-pt/livro/viagem_mar%C3%ADtima_como_met%C3%A1fora_da_cria%C3%A7%C3%A3o_liter%C3%A1ria_o_exemplo_paradigm%C3%A1tico_do_humanista_aires. Acesso em: 10 abr. 2020.

PLATNAUER, M. Latin elegiac verse. Hamden: Archon Books, 1971.

PROPÉRCIO, S. Elegias. Edição crítica de Guilherme Gontijo Flores. Belo Horizonte: Autêntica, 2019.

PUTNAM, M. Tibullus: a commentary. Norman: University of Oklahoma Press, 1973.

REYNOLDS, L. D. Scribes and scholars. A guide to the transmission of Greek and Latin literature. Oxford: Clarendon Press, 1991.

RONSARD, P. Œuvres complètes. Édition critique par Paul Laumonier. Société des textes français modernes. Paris : Librairie Marcel Didier, 1967. v. 18.

SACRÉ, D. The Low Countries. In: KNIGHT, S.; TILG, S. The Oxford Handbook of Neo-Latin. Oxford: OUP, 2015. p. 477-492. DOI: https://doi.org/10.1093/oxfordhb/9780199948178.001.0001.

SECOND, J. Œuvres complètes : Basiorum Liber et Odarum Liber. Édition critique par Roland Guillot. Paris: Honoré Champion, 2005. t. I.

SHEETS, G. A. Elements of Style in Catullus. In: SKINNER, M. B. A Companion to Catullus. Oxford: Blackwell Publishing, 2007. p. 190-211. DOI: https://doi.org/10.1002/9780470751565.

SKINNER, M. B. A Companion to Catullus. Oxford: Blackwell Publishing, 2007. DOI: https://doi.org/10.1002/9780470751565.

VASCONCELLOS, P. S. Efeitos intertextuais na Eneida de Virgílio. São Paulo: Humanitas, 2001.

VASCONCELLOS, P. S. O cancioneiro de Lésbia. São Paulo: Hucitec, 1991.

VIRGIL. Aeneid 7-12, Appendix Vergiliana. Translated by H. R. Fairclough. Revised by G. P. Goold. Cambridge: Harvard University Press, 2000. (Loeb Classical Library)

VIRGIL. Eclogues, Georgics, Aeneid 1-6. Translated by H. R. Fairclough. Revised by G. P. Goold. Cambridge: Harvard University Press, 2006. (Loeb Classical Library)

Publicado
2020-07-23
Como Citar
da Cunha Lima, R. (2020). Imitação e emulação de Catulo no Renascimento: o Basiorum Liber, de João Segundo. Nuntius Antiquus, 16(1), 157-191. https://doi.org/10.35699/1983-3636.20393