LAZER, COMIDA NA RUA E FOOD PARKS: RESSIGNIFICAÇÃO DOS ESPAÇOS URBANOS DA CIDADE DE NATAL/RN

Autores

Palavras-chave:

Comida de rua, Cultura, Espaço Urbano, Lazer, Natal/RN.

Resumo

À medida que cresce a sua presença nas ruas, ocupando espaços físicos e simbólicos da cidade, os food trucks carregam a oportunidade de discutir o papel que a comida de rua desempenha em nossa sociedade urbana. Mais que as pressões circunstanciais do cotidiano contemporâneo, outros fatores podem ter colaborado para sua ascensão, como por exemplo, a percepção do ato de comer na rua como uma forma de lazer ou entretenimento ao alcance daqueles que habitam as grandes cidades. Este artigo tem por base um estudo exploratório realizado em Natal/RN em torno da comida de rua procurando coletar impressões de como essa atividade interfere no cotidiano da cidade, sobretudo nos aspectos cultural, social e lazer. O objetivo foi investigar o potencial da comida de rua como geradora de experiências de lazer, através da sua interferência nos espaços da cidade. Foi utilizada uma estratégia qualitativa, com o emprego da observação participante periférica, observação reflexiva, pesquisa documental e entrevistas semiestruturadas realizadas com frequentadores dos food parks em Natal/RN. Conclui-se com reflexões a respeito do potencial da comida de rua para criar locais de experiência de lazer.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson Leonardo de Castro Seabra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Discente do Programa de Pós-Graduação em Estudos Urbanos e Regionais da UFRN.

Downloads

Publicado

2018-03-02