Cuidados de enfermagem ao paciente psiquiátrico e ao paciente de outras especialidades: percepção da enfermagem

Autores

  • Renata Marques de Oliveira Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto SP , Brazil, Universidade de São Paulo - USP, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto. Ribeirão Preto, SP -Brasil. http://orcid.org/0000-0002-7169-8309
  • Antonio Carlos Siqueira Faculdade de Medicina de Marília, Marília SP , Brazil, Faculdade de Medicina de Marília - FAMEMA. Marília, SP - Brasil. http://orcid.org/0000-0003-2351-6256
  • Antonia Regina Ferreira Furegato Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto SP , Brazil, Universidade de São Paulo - USP, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto. Ribeirão Preto, SP -Brasil. http://orcid.org/0000-0002-7901-2965

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2019.49765

Palavras-chave:

Cuidados de Enfermagem, Unidade Hospitalar de Psiquiatria, Saúde Mental, Enfermagem Psiquiátrica

Resumo

Objetivo: estudo exploratório visando identificar a percepção de enfermeiros e auxiliares de Enfermagem que atuam em Unidade Psiquiátrica de Hospital Geral (UPHG), a respeito do cuidado de Enfermagem nesse serviço, em comparação aos cuidados de Enfermagem aos pacientes internados em outras enfermarias clínicas. Médoto: participaram seis enfermeiros e 10 auxiliares de enfermagem de uma UPHG do interior paulista. As entrevistas focalizaram possíveis diferenças no cuidado ao paciente psiquiátrico e não psiquiátrico, bem como o preparo emocional do profissional de enfermagem para o cuidado. Análise temática do conteúdo das respostas. Resultados: os sujeitos (68% mulheres) concordaram que existem diferenças no cuidado de enfermagem aos pacientes da UPHG e aos pacientes de outras especialidades. Afirmaram que o cuidado de enfermagem nas enfermarias clínicas não avalia o estado mental, é mais técnico e mecânico, favorecendo o distanciamento. Nas UPHGs, o contato é mais próximo, porém estressante, com negligência ao exame físico. Conclusão: os profissionais sentiam-se sobrecarregados emocionalmente no cuidado aos pacientes psiquiátricos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Ministério da Saúde (BR). Saúde mental no SUS: as novas fronteiras da reforma psiquiátrica. Relatório de gestão 2007-2010. Brasília: MS; 2011[citado em 2017 out. 19]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_mental_fronteiras_reforma_psiquiatrica.pdf

Barker P editor. Psychiatric and mental health nursing - the craft of caring. London: Hodder Arnold; 2008.

Botega NJ. Prática psiquiátrica no hospital geral: interconsulta e emergência. Porto Alegre: Artmed; 2012.

Ministério da Saúde (BR). Saúde mental em dados. Informativo Eletrônico. 2010[citado em 2018 out. 15]; 5(7). Disponível em: http://ltc-ead.nutes.ufrj.br/constructore/objetos/saude_mental_emdados.pdf

Ministério da Saúde (BR). Saúde mental em dados. Informativo Eletrônico. 2012[citado em 2018 out. 15]; 7(11). Disponível em: http://psiquiatriabh.com.br/wp/wp-content/uploads/2015/01/Dados-da-rede-assistencial-brasileira-2012-Ministerio-da-Saude.pdf

Ministério da Saúde (BR). Portaria no 148/de 31 de janeiro de 2012. [citado em 2018 out. 10]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2012/prt0148_31_01_2012.html

World Health Organization. Mental Health Atlas 2014. Switzerland: WHO; 2014[citado em 2018 out. 15]. Disponível em: http://www.who.int/mental_health/evidence/atlas/mental_health_atlas_2014/en

Hercelinskyj G, Cruickshank M, Brown P, Phillips B. Perceptions from the front line: professional identity in mental health nursing. Int J Ment Health Nurs. 2014[citado em 2018 out. 15];23(1):24-32. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23279301

Sercu C, Ayala RA, Bracke P. How does stigma influence mental health nursing identities? An ethnographic study of the meaning of stigma for nursing role identities in two Belgian Psychiatric Hospitals. Int J Nurs Stud. 2015[citado em 2018 out. 15];52(1):307-16. Disponível em: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S002074891400203X

Lantta T Anttila M, Kontio R, Adams CE, Vãlimãki M. Violent events, ward climate and ideas for violence prevention among nurses in psychiatric wards: a focus group study. Int J Ment Health Syst. 2016[citado em 2018 out. 15];10:27. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4820948

Yang CI, Hsieh WP, Lee LH, Chen SL. Assault experiences: lessons learned from mental health nurses in Taiwan. Int J Ment Health Nurs. 2016[citado em 2018 out. 15];25(3):225-33. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27170463

Zarea K, Fereidooni-Moghadam M, Baraz S, Tahery N. Challenges encountered by nurses working in acute psychiatric wards: a qualitative study in Iran. Issues Ment Health Nurs. 2018[citado em 2018 out. 15];39(3):244-250. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/7term=Challenges+Encountered+by+Nurses+Working+in+Acute+Psychiatric+Wards%3A+A+Qualitative+Study

Moll MF, Silva LC, Magalhães FHL, Ventura CAA. Profissionais de enfermagem e a internação psiquiátrica em hospital geral: percepções e capacitação profissional. Cogitare Enferm. 2017[citado em 2018 out. 15];22(2):e49933. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/49933

Prado MF, Sá MC, Miranda L. O paciente com transtorno mental grave no hospital geral: uma revisão bibliográfica. Saúde Debate. 2015[citado em 2018 out. 15];39:320-37. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/sdeb/v39nspe/0103-1104-sdeb-39-spe-00320.pdf

Seixas CT, Merhy EE, Baduy RS, Slomp Junior H. La integralidade desde la perspectiva del cuidado en salud: una experiencia del Sistema Unico de Salud en Brasil. Salud Colectiva. 2016[citado em 2018 out. 15];12(1):113-23. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/scol/2016.v12n1/113-123

Harrison CA, Hauck Y Hoffman R. Choosing and remaining in mental health nursing: perceptions of Western Australian nurses. Int J Ment Health Nurs. 2014[citado em 2018 out. 15];23(6):561-9. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25308149

Fertonani HP, Pires DEP, Biff D, Scherer MDA. Modelo asisstencial em saúde: conceitos e desafios para a atenção básica brasileira. Ciênc Saúde Coletiva. 2015[citado em 2019 jan. 12];20(6):1869-78. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232015000601869&script=sci_abstract

Lawrence D, Hancock KJ, Kisely S. The gap in life expectancy from preventable physical illness in psychiatric patients in Western Australia: retrospective analysis of population based registers. BMJ. 2013[citado 2018 out. 15];346(1):1-14. Disponível em: http://www.bmj.com/content/346/bmj.f2539

Bradshaw T Pedley R. Evolving role of mental health nurses in the physical health care of people with serious mental illness. Int J Ment Health Nurs. 2012[citado em 2018 out. 15];21(3):266-73. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22533334

Ehrlich C, Kendall E, Frey N, Kisely S, Crowe E, Crompton D. Improving the physical health of people with severe mental illness: boundaries of care provision. Int J Ment Health Nurs. 2014[citado em 2018 out. 15];23(3):243-51. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24779990

Townsend MC. Enfermagem psiquiátrica: conceitos de cuidados na prática baseada em evidências. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2014.

Shirama FH, Miasso AI. Consumption of psychiatric drugs by patients of medical and surgical clinics in a general hospital. Rev Latino-Am Enferm. 2013[citado em 2018 out. 15]; 21(4):948-55. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-11692013000400948

Silva PAS, Rocha SV, Santos LB, Santos CA, Amorim CR, Vilela ABA. The prevalence of common mental disorders and associated factors among the elderly in a Brazilian city. Ciênc Saúde Colet. 2018[citado em 2018 out. 16];23(2):639-46. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v23n2/1413-8123-csc-23-02-0639.pdf

Souza IAS, Pereira MO, Oliveira MAF, Pinho PH, Gonçalves RMDA. Processo de trabalho e seu impacto nos profissionais de enfermagem em serviço de saúde mental. Acta Paul Enferm. 2015[citado em 2018 out. 16];28(5):447-53. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-21002015000500447&script=sci_abstract&tlng=pt

Alves SR, Santos RP, Oliveira RG, Yamaguchi MU. Serviços de saúde mental: percepção da enfermagem em relação à sobrecarga e condições de trabalho. Rev Fund Care Online. 2018[citado em 2018 out. 16];10(1):25-9. Disponível em: http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=BDENF&lang=p&nextAction=lnk&exprSearch=32241&indexSearch=ID

Silva DLS, Knobloch F. A equipe enquanto lugar de formação: a educação permanente em um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras drogas. Interface (Botucatu). 2016[citado em 2018 out. 15];20(57):325-35. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414

Oliveira JF, Santos AM, Moreira FP Silva MRS, Primo LS, Domingues ES, et al. Satisfação profissional e sobrecarga de trabalho de enfermeiros da área de saúde mental. Ciênc Saúde Colet. 2017[citado em 2018 out. 16]. Disponível em: http://www.cienciaesaudecoletiva.com.br/artigos/satisfacao-profissional-e-sobrecarga-de-trabalho-de-enfermeiros-da-area-de-saude-mental/16477?id=16477

Hagerty TA, Samuels W, Norcini-Pala A, Gigliotti E. Peplau's Theory of Interpersonal Relations: an alternate factor structure for patient experience data? Nurs Sci Q. 2017[citado em 2018 out. 16];30(2):160-7. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28899257

Delaney KR, Shattell M, Johnson ME. Capturing the Interpersonal Process of Psychiatric Nurses: a model for engagement. Arch Psychiatr Nurs. 2017[citado em 2018 out. 16];31(6):634-40. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29179832

Furegato ARF, Scatena MCM. Bases do relacionamento interpessoal na Enfermagem. In: Leite MMJ, editor. PROENF - Programa de Atualização em Enfermagem Saúde do Adulto. Porto Alegre: Artmed; 2009. p. 45-72.

Ward L. Mental health nursing and stress: maintaining balance. Int J Ment Health Nurs. 2011[citado em 2018 out. 16];20(2):77-85. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21371222

Publicado

25-11-2019

Como Citar

1.
Oliveira RM de, Siqueira AC, Furegato ARF. Cuidados de enfermagem ao paciente psiquiátrico e ao paciente de outras especialidades: percepção da enfermagem. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 25º de novembro de 2019 [citado 27º de maio de 2024];23(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/49765

Edição

Seção

Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)