A liderança coaching na avaliação de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem

Autores

  • Alexandre Pazetto Balsanelli Universidade Federal de São Paulo - Unifesp, Escola Paulista de Enfermagem, São Paulo SP , Brasil, Universidade Federal de São Paulo - Unifesp, Escola Paulista de Enfermagem - São Paulo, SP - Brasil. http://orcid.org/0000-0003-3757-1061
  • Kazuy Familia de Araújo Universidade Federal de São Paulo - Unifesp, Escola Paulista de Enfermagem, São Paulo SP , Brasil, Universidade Federal de São Paulo - Unifesp, Escola Paulista de Enfermagem - São Paulo, SP - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-2841-2256
  • Agatha Cavalcante Ferreira Universidade Federal de São Paulo - Unifesp, Escola Paulista de Enfermagem, São Paulo SP , Brasil, Universidade Federal de São Paulo - Unifesp, Escola Paulista de Enfermagem - São Paulo, SP - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-1362-5240

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2020.49945

Palavras-chave:

Liderança, Tutoria, Enfermagem

Resumo

Objetivos: identificar autoavaliação dos enfermeiros sobre liderança coaching e a avaliação dos técnicos e auxiliares de Enfermagem sobre seu líder. Correlacionar as variáveis: idade, sexo, graduação, pós-graduação, tempos de instituição e formação, cargo e turno de trabalho com os domínios da liderança coaching (comunicação, feedback, poder e influência). Método: estudo correlacional em dois hospitais (A e B) de São Paulo, SP, Brasil. Para coleta de dados usaram-se dois questionários validados denominados: “Questionário de autopercepção do enfermeiro no exercício da liderança” e o outro destinado aos técnicos e auxiliares de Enfermagem (liderados): “Questionário de percepção do técnico e auxiliar de Enfermagem no exercício da liderança”. A amostra, por conveniência, constituiu-se de 104 duplas, sendo 52 enfermeiros e 52 técnicos/auxiliares do hospital A e igual quantidade no hospital B. Utilizaram-se estatística descritiva e o teste de Mann-Whitney (p<0,010). Resultados: no hospital A houve divergência entre autopercepção dos enfermeiros sobre sua liderança coaching e avaliação dos técnicos e auxiliares de Enfermagem a respeito do seu líder (p=0,008), considerando a pontuação total das escalas. Já no hospital B, apenas o domínio “comunicação” foi diferente (p=0,010) e, nesse local, a variável graduação dos técnicos e auxiliares foi significativa para “poder” (p=0,03). Conclusão: os líderes foram reconhecidos de maneira distinta pelos seus liderados, considerando os domínios da liderança coaching. Isso deve ser uma oportunidade de melhoria para estabelecer novos caminhos ao liderar uma equipe e alcançar as metas estabelecidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Balsanelli AP, Cunha ICKO. Liderança no contexto da Enfermagem. Rev Esc Enferm USP. 2006[citado em 2019 jul. 20];40(1):117-22. Disponível em: https://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342006000100017

Balsanelli AP, Cunha ICKO, Whitaker IY. Estilos de liderança e perfil profissional de enfermeiros em Unidade de Terapia Intensiva. Acta Paul Enferm. 2008[citado em 2019 jul. 20];21(2):300-4. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002008000200011

Amestoy SC, Backes VMS, Thofehrn MB, Martini JG, Meirelles BHS, Trindade LL. Gerenciamento de conflitos: desafios vivenciados pelos enfermeiros-líder no ambiente hospitalar. Rev Gaúch Enferm. 2014[citado em 2019 set. 20];35(2):79-85. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1983-1447.2014.02.40155

Amestoy SC, Backes VMS, Thofehrn MB, Martini JG, Meirelles BHS, Trindade LL. Dialogic leadership: strategies for application in the hospital environment. Invest Educ Enferm. 2014[citado em 2019 set. 20];32(1):119-27. Disponível em: http://www.scielo.org.co/pdf/iee/v32n1/v32n1a14.pdf

Hayashida KY, Bernardes A, Moura AA, Gabriel CS, Balsanelli AP. A liderança coaching exercida pelos enfermeiros no contexto hospitalar. Cogitare Enferm. 2019[citado em 2019 jun. 14];24:e59789. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v24i0.59789

Silva DS, Bernardes A, Gabriel CS, Rocha FLR, Caldana G. A liderança do enfermeiro no contexto dos serviços de urgência e emergência. Rev Eletrônica Enferm. 2014[citado em 2019 jun. 28];16(1):211-9. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5216/ree.v16i1.19615

Almeida E, Piexak DR, Ilha S, Marchiori MRCT, Backes DS. Leadership of the nurse technically responsible: a necessity for the professional practice. Rev Pesq Cuid Fundam online. 2016[citado em 2018 dez. 20];6(3):998-1006. Disponível em: doi:10.9789/2175-5361.2014v6n3p998

Sanna MC. Os processos de trabalho em Enfermagem. Rev Bras Enferm. 2007[citado em 2019 set. 20];60(2):221-4. Disponível em: https://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672007000200018

Rojas LV, Klijn TP. Coaching educativo como estratégia para fortalecer el liderazgo em enfermeira. Ciênc Enferm. 2012[citado em 2019 maio 25];18(2):111-7. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/3704/370441810012.pdf

Wong CA, Giallonardo LM. Authentic leadership and nurse-assessed adverse patient outcomes. J Nurs Manag. 2013[citado em 2019 jun. 14];21:740-52. Disponível em: http://onlinelibrary.Wiley.com/doi/10.1111/jonm.12075/pdf

Lavoie-Tremblay M, Fernet C, Lavigne GL, Austin S. Transformational and abusive leadership practices: impact son novice nurses, quality of care and intention to leave. J Adv Nurs. 2016[citado em 2019 jun. 14];72(3):582-92. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1111/jan.12860

Chavaglia SRR, Dela Coleta MF, Dela Coleta JA, Mendes IAC, Trevizan MA. Adaptação e validação da Escala de Liderança Carismática Socializada. Acta Paul Enferm. 2013[citado em 2019 set. 20];26(5):444-54. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002013000500007

Cardoso MLAP, Ramos LH, D’Innocenzo M. Liderança coaching: um modelo de referência para o exercício do enfermeiro líder no contexto hospitalar. Rev Esc Enferm USP. 2011[citado em 2019 jul. 29];45(3):730-7. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342011000300026

Lin PY, MacLennan S, Hunt N, Cox T. The influences of nursing transformational leadership style on the quality of nurses’ working lives in Taiwan: across-sectional quantitative study. BMC Nurs. 2015[citado em 2019 jun. 28];14:33. Disponível em: https://doi.org/10.1186/s12912-015-0082-x

Cardoso MLAP, Ramos LH, D’Innocenzo M. Liderança coaching: questionários de avaliação de percepções de líderes e liderados na Enfermagem. Einstein (São Paulo). 2014[citado em 2019 set. 20];12(1):66-74. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1679-45082014AO2888

Hayashida KY, Bernardes A, Maziero VG, Gabriel CS. A tomada de decisão da equipe de Enfermagem após revitalização do modelo compartilhado de gestão. Texto Context Enferm. 2014[citado em 2019 jun. 14];23(2):286-93. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072014001190013

Moura GMSS, Inchauspe JAF, Dall ’Agnol CM, Magalhães AMM, Hoffmeister LV. Expectations of the nursing staff in relationship to leadership. Acta Paul Enferm. 2013[citado em 2019 jun. 14];26(2):198-204. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002013000200015

Machado BP, Paes LG, Tonini TFF, Lampert AN, Lima SBS. Coaching en la Enfermería: revisión integradora. Index Enferm. 2014[citado em 2019 dez. 06];23(1-2). Disponível em: http://dx.doi.org/10.4321/S1132-12962014000100011

Weinstock B. The hidden challenges in role transitions and how leadership coaching can help new leaders find solid ground. Holist Nurs Pract. 2011[citado em 2019 dez. 06];25(4). Disponível em: http://dx.doi.org/10.1097/HNP.0b013e31822270ec

Pereira LA, Primo LS, Tomaschewisk-Barlem JG, Barlem ELD, Ramos AM, Hirsch CD. Nursing and leadership: perceptions of nurse managers from a hospital in southern Brazil. Rev Pesq Cuid Fundam online. 2015[citado em 2019 jun. 14];7(1):1875-82. Disponível em: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2015.v7i1.1875-82

Faria CC, Santos MCM, Luz NC, Pereira LF, Lima RS, Haddad JGV, et al. How leader nurse communicates in a hospital: an analysis of discursive practices. Rev Pesq Cuid Fundam Online. 2017[citado em 2019 jun. 14];9(1):152-8. Disponível em: http://doi.org/10.9789/2175-5361.2017.v9i1.152-158

Rahayu CD, Hartiti T, Rofi’i M. A review of the quality improvement in discharge planning through coaching in nursing. Nurse Media J Nurs. 2016[citado em 2019 dez. 06];6(1). Disponível em: https://ejournal.undip.Ac.id/index.php/medianers/article/view/11817/90_40

Serio IJ. Using coaching to create empowered nursing leadership to change lives. J Contin Educ Nurs. 2014[citado em 2019 dez. 06];45(1). Disponível em: https://doi.org/10.3928/00220124-20140103-14

Publicado

07-08-2020

Como Citar

1.
Balsanelli AP, Araújo KF de, Ferreira AC. A liderança coaching na avaliação de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 7º de agosto de 2020 [citado 26º de maio de 2024];24(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/49945

Edição

Seção

Pesquisa

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.