Dois Barretos e um Rio de Janeiro

Autores

  • Maria Salete Magnoni Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-770X.2013.2676

Palavras-chave:

Lima Barreto, João do Rio, Rio de Janeiro

Resumo

O texto discute como os escritores/jornalistas Lima Barreto e João do Rio registraram o processo de reurbanização e modernização da cidade do Rio de Janeiro, ocorridos na primeira década do século XX. Antípodas do ponto de vista do lugar social e literário, foram agudos observadores da cidade e suas contradições nesse momento histórico. Essas observações trabalhadas literariamente são convergentes? Ou são tão díspares quanto suas trajetórias? Quanto ao trabalho no jornal e à importância dele nessa sociedade, qual é a posição de cada um? Ambos foram favoráveis às inovações tecnológicas que estavam sendo introduzidas no Rio de Janeiro da Belle Époque? São algumas das questões abordadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Salete Magnoni, Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP

Doutora em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo – USP. Pós-doutoranda em Teoria e História Literária no Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP (Brasil).

Referências

ANTELO, R. Introdução. In: RIO, J. A alma encantadora das ruas. Organização de Raúl Antelo. São Paulo: Cia das Letras, 1997. (Coleção Retratos do Brasil).

BARRETO, L. Vida e morte de M.J. Gonzaga de Sá. São Paulo: Brasiliense, 1956. BARRETO, L. Feiras e mafuás. 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 1961a.

BARRETO, L. Histórias e sonhos. 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 1961b.

BARRETO, L. Marginália. 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 1961c.

BARRETO, L. Vida urbana. 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 1961d.

BROCA, B. A vida literária no Brasil-1900. Rio de Janeiro: José Olympio, 1960.

CURY, M. Z. F. O avesso do cartão-postal: João do Rio perambula pela capital da República. Literatura e Sociedade: Revista do Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada da FFLCH/USP, São Paulo,n. 1, p. 45-53, 1996.

MAGALHÃES JR., R. A vida vertiginosa de João do Rio. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

RIO, J. A alma encantadora das ruas. Organização de Raúl Antelo. São Paulo: Cia das Letras, 1997. (Coleção Retratos do Brasil).

RIO, J. Cinematógrafo: crônicas cariocas. Rio de Janeiro: ABL, 2009a. (Coleção Afrânio Peixoto; v. 87).

RIO, J. O velho mercado. In: Cinematógrafo: crônicas cariocas. Rio de Janeiro: ABL, 2009b. (Coleção Afrânio Peixoto; v. 87).

RIO, J. Os humildes. In: Cinematógrafo: crônicas cariocas. Rio de Janeiro: ABL, 2009c. (Coleção Afrânio Peixoto; v. 87).

SÜSSEKIND, F. Cinematógrafo de letras: literatura, técnica e modernizaçãono Brasil. São Paulo: Cia das Letras, 1987.

Downloads

Publicado

2016-04-11

Como Citar

MAGNONI, M. S. Dois Barretos e um Rio de Janeiro. Revista da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 20, n. 1, p. 90–101, 2016. DOI: 10.35699/2316-770X.2013.2676. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistadaufmg/article/view/2676. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos