IMPLEMENTAÇÃO DE HORTA COMUNITÁRIA COMO LABORTERAPIA PARA USUÁRIOS DE UM INSTITUTO DE REABILITAÇÃO PSICOSSOCIAL

  • Paulo Rômulo Viana de Oliveira Filho
  • Kariane Gomes Cezário Roscoche
  • Renata Gomes Mota
Palavras-chave: Saúde Mental. Terapêutica. Jardinagem. Centros de Reabilitação.

Resumo

A partir da proposta da reforma psiquiátrica brasileira, surgem novos métodos terapêuticos objetivando a reinserção do paciente psiquiátrico na sociedade, desse modo, a laborterapia atua na potencialização das habilidades dos usuários e contribui na sua ressocialização. Descrever o processo de criação e implementação de uma horta comunitária, como alternativa laborterapêutica. Trata-se de um relato de experiência realizada em instituição de reabilitação psicossocial no município de Fortaleza, Ceará. A implantação envolveu usuários, coordenação da instituição e docente e acadêmicos de Enfermagem. Usuários participaram de modo ativo nos cuidados diretos com o solo e com a inserção das plantas, efetivando o desejo de construir uma horta no serviço. Durante oito semanas foi realizado o acompanhamento e incentivo à participação nos cuidados da horta. Observou-se o interesse e envolvimento crescentes na atividade laborterapêutica. Com o seguimento e envolvimento dos usuários, observou-se o fortalecimento na disciplina e autocontrole dos usuários, além de fortalecer as trocas de experiências e o relacionamento interpessoal entre os alunos, professor e usuários do serviço. A ação reforçou a implementação de medidas que favoreçam a inclusão e atividades que promovam autonomia entre pessoas com adoecimento psíquico.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-11
Seção
Relatos de experiência (até 15 páginas)