PROTOCOLO DE PNEUMONIA ASSOCIADA À ASSISTÊNCIA À SAÚDE: EDUCAÇÃO EM SAÚDE COM ACOMPANHANTES NA ATENÇÃO TERCIÁRIA

  • Keila Maria de Azevedo Ponte Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Joaquim Ismael de Sousa Teixeira Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA)
  • Isabelly Oliveira Ferreira Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Paloma Macedo de Farias Universidade Estadual Vale do Acaraú
Palavras-chave: Atenção Terciária à Saúde, Educação em Saúde, Pneumonia

Resumo

Este artigo tem como objetivo relatar uma estratégia de educação em saúde sobre o Protocolo de Pneumonia Associada a Assistência à Saúde (PRAS) com acompanhantes de pacientes de um hospital da região norte do Ceará. Trata-se de um relato de experiência, realizado de maio a junho de 2019 acerca de uma ação educativa sobre o protocolo PRAS realizada por acadêmicos de Enfermagem da Universidade Estadual Vale do Acaraú. Utilizou-se do jogo verdadeiro ou falso e confeccionado plaquinhas com as assertivas, sendo elaborado afirmações para serem julgadas como certo ou errado. Muitos dos acompanhantes não conheciam o protocolo, nem sabiam dos riscos da broncoaspiração. Aqueles que relataram ter conhecimento sobre o PRAS, eram acompanhantes de pacientes internados a mais tempo. Compreende-se que práticas educativas devem ter agenda cativa nos serviços hospitalares, contribuindo para um melhor entendimento do cuidado a partir do repasse de informações importantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-11
Seção
Relatos de experiência (até 15 páginas)