OFICINAS EDUCATIVAS COMO ESTRATÉGIA DE INTERVENÇÃO NUTRICIONAL PARA MERENDEIRAS DE ESCOLAS PÚBLICAS DE PALMAS – TO

  • Ludmilla Henrique de Almeida Rocha Universidade Federal do Tocantins
  • Caroline Roberta Freitas Pires Universidade Federal do Tocantins
  • Viviane Ferreira Santos Universidade Federal do Tocantins
  • Diego Neves Sousa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Pesca e Aquicultura
  • Hellen Christina Almeida Kato Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Pesca e Aquicultura
Palavras-chave: Educação Alimentar e Nutricional;Hábitos Alimentares; Merendeiras; Alimentação Escolar

Resumo

Este estudo objetivou descrever oficinas educativas como estratégia de intervenção nutricional comfoco na adoção de hábitos saudáveis. Trat-se de umrelato de experiência de caráter descritivo, oriundo da realização de 4 oficinas de Educação Alimentar e Nutricional (EAN) para merendeiras de escolas´públicas do município de Palmas-TO. Foram aplicados 42 questionários para avaliar a aquisição de informações antes e depois da execução das oficinas. Entre os resultados,observou-se aumento no número de acertos e mudanças nos conceitos  prévios sobre o consumo alimentar. As intervenções  apresentaram potencial na construção doconhecimento acerca da adoção de hábitos de vida saudáveis. além disso, proporcionsou fortalecimento das atividades desenvolvidas pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), voltadas tanto para o bem-estar dos alunos,quanto aos profissionais inseridos no sistema  educacional brasileiro.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ludmilla Henrique de Almeida Rocha, Universidade Federal do Tocantins

Curso de Nutrição

Caroline Roberta Freitas Pires, Universidade Federal do Tocantins

Curso de nutrição.

Viviane Ferreira Santos, Universidade Federal do Tocantins

Curso de nutrição.

Publicado
2020-05-30
Seção
Relatos de experiência (até 15 páginas)