USO DE METODOLOGIAS ATIVAS NO ENSINO DE PRIMEIROS SOCORROS EM AMBIENTE ESCOLAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores

  • Karen dos Santos Lago Universidade do Estado de Minas Gerais
  • Alessandra Aparecida da Silva Universidade do Estado de Minas Gerais
  • Maini Aparecida de Freitas Gomes Universidade do Estado de Minas Gerais
  • Nádia Cristina Rodrigues da Silva Universidade do Estado de Minas Gerais
  • Samuel Barroso Rodrigues Universidade de Itaúna
  • Camila Souza de Almeida Universidade do Estado de Minas Gerais

Palavras-chave:

Educação em Saúde; Educação Infantil; Metodologias ativas; Primeiros Socorros.

Resumo

O relato tem como objetivo descrever ações de um projeto de extensão cujo objetivo foi a capacitação de adolescentes escolares acerca dos Primeiros socorros em situações de emergência. Para tal feito foi utilizada a Simulação Realística como técnica de ensino-aprendizagem, tendo sido elencadas três temáticas para a realização das simulações: engasgamento, convulsões e Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP). Ao longo dos encontros foi possível observar que  os adolescentes e seus educadores conhecem pouco sobre técnicas de Primeiros Socorros. Conclui-se que a experiência vivenciada por meio do projeto de extensão permitiu identificar que a simulação realística se constituiu em importante ferramenta de ensino-aprendizagem sobre Primeiros Socorros, sobretudo pela carência de conhecimento sobre esta temática por parte dos adolescentes e seus educadores. Tais achados reforçam a necessidade de investir de forma mais difundida sobre essa temática no ambiente escolar, fundamentando a urgente necessidade da inserção da disciplina como matéria obrigatória desde a educação infantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-12-30

Edição

Seção

Artigos