HISTÓRIAS EM QUADRINHOS PARA A POPULARIZAÇÃO DO USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS

Autores

Palavras-chave:

Uso Racional de Medicamentos. Educação em Saúde. Popularização do Conhecimento. Histórias em Quadrinhos.

Resumo

O uso irracional de medicamentos é uma preocupação mundial, por isso a educação em saúde é fundamental para mitigação dessa prática em saúde. O presente trabalho teve por objetivo descrever as atividades de promoção do uso racional de medicamentos desenvolvidos pela Farmácia Universitária (FU), na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT).  Trata-se de um relato de experiência descrevendo a elaboração de histórias em quadrinhos e o desenvolvimento das atividades com cerca de cinco mil alunos do ensino médio e fundamental de escolas públicas, localizadas no município do Rio de Janeiro. Os temas abordaram: o uso racional de antimicrobianos; automedicação; medicamentos fora do prazo de validade; descarte de medicamentos e descontinuidade no tratamento, como caminho para ampliar o conhecimento dos participantes. Pode-se concluir que as histórias em quadrinhos foram instrumentos eficientes para educação em saúde, e uma estratégia para o seu desenvolvimento na SNCT de 2019.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luis Phillipe Nagem Lopes, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Aluno de graduação do Curso de Farmácia da UFRJ.

Luiz Eduardo Fileto Caldeira, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Aluno de graduação do Curso de Pintura - Escola de Belas Artes, Bolsista do Programa Institucional de Fomento Único de Ações de Extensão (PROFAEX).

Dalila dos Santos Cerqueira Pinto, http://orcid.org/0000-0002-4285-6603

Diretora Adjunta de Extensão da Escola de Belas Artes/UFRJ.
Profa de Desenho do Departamento de Análise da Forma da Escola de Belas Artes/UFRJ.
Doutorado em Artes Visuais - PPGAV/UFRJ.

Márcia Maria Barros dos Passos, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Profa de Farmácia Hospitalar e Farmacovilângia do Departamento de Fármacos e Medicamentos - Faculdade de Farmácia/ UFRJ.
Doutorado em Saúde Coletiva (UERJ).

Mariana Sato de Souza de Bustamante Monteiro, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Profa. de Farmacotécnica II, Estágio Supervisionado em Manipulação Alopática, Monitoria do Departamento de Fármacos e Medicamentos - Faculdade de Farmácia/ UFRJ.
Tutora do Programa de Educação Tutorial (PET) da Faculdade de Farmácia.
Co-responsável pelo Programa Farmácia Universitária da UFRJ.
Doutorado em Ciências e Tecnologia de Polímeros no Instituto de Macromoléculas Professora Eloisa Mano (IMA) / UFRJ, em parceria com o Instituto Superior Técnico, Lisboa / Portugal.

Zaida Maria Faria Freitas, Farmácia Universitária da Faculdade de Farmácia da UFRJ

Farmacêutica, doutora em Fármacos e Medicamentos, FCF-USP/SP

Colaboraboradora em Projetos de Extensão

Departamento de Fármacos e Medicamentos

Área: Biofarmacotécnica

Elisabete Pereira dos Santos, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Coordenadora do Programa de Extensão Farmácia Universitária.
Profa de Dermocosméticos do Departamento de Fármacos e Medicamentos - Faculdade de Farmácia/ UFRJ.
Doutorado em Química Orgânica - IME.

Publicado

2020-12-30

Edição

Seção

Artigos