AÇÕES INTERSETORIAIS DO PROJETO SORRIR COM SAÚDE PARA A PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA INFÂNCIA

A IMPORTÂNCIA DA AQUISIÇÃO DE HÁBITOS SAUDÁVEIS

Autores

  • Thais Akemi Sako Universidade Estadual de Maringá
  • Gisselly Maria Campos da Silva Universidade Estadual de Maringá
  • Geórgia Rondó Peres Universidade do Oeste Paulista
  • Andrey Junior Cardoso dos Santos Universidade Estadual de Maringá
  • Mitsue Fujimaki Universidade Estadual de Maringá

Palavras-chave:

Educação em saúde bucal, Promoção em saúde, Colaboração intersetorial

Resumo

Este estudo, trata-se de um relato de experiência sobre atividades desenvolvidas no Projeto Sorrir com Saúde do Departamento de Odontologia da Universidade Estadual de Maringá –  PR, cujo objetivo é promover a saúde bucal por meio de ações intersetoriais em espaços sociais como centro de educação infantil, escolas, centro de convivência, instituição religiosa, localizados no noroeste do Estado do Paraná. Os resultados alcançados demonstraram aumento do acesso à atenção odontológica: cerca de 800 crianças participaram de ações de prevenção e promoção de saúde bucal, além dos atendimentos clínicos fora do consultório odontológico. O foco principal foi a sensibilização das crianças, das famílias e dos cuidadores para a importância dos hábitos saudáveis, valorização do autocuidado e do atendimento clínico preventivo, restaurador e cirúrgico. O projeto demonstrou ser uma alternativa viável e necessária para aumentar o acesso à atenção odontológica e para a promoção da saúde bucal em famílias em vulnerabilidade social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Abou El Fadl, R.; Blair, M.; Hassounah, S. (2016). Integrating Maternal and Children’s Oral Health Promotion into Nursing and Midwifery Practice – A Systematic Review. PLoS ONE, 11(11), 1-15.

Alsumait, A.; ElSalhy, M.; Behzadi, S.; Raine, K. D.; Gokiert, R.; Cor, K.; Almutawa, S.; Amin, M. (2019). Impact evolution of a school-based oral health program: Kuwait National Program. BMC Oral Health, 19(1), 1-10.

Arrow, P.; Klobas, E. (2017). Minimal intervention dentistry for early childhood caries and child dental anxiety: a randomized controlled trial. Australian Dental Journal, 62(2), 200-207.

Batista, M. J.; Lawrence, H. P.; Sousa, M. L. R. (2017). Oral health literacy and oral health outcomes in an adult population in Brazil. BMC Public Health, 18(1), 1-10.

Bernabé, E.; Marcenes, W. (2020). A odontologia de intervenção mínima pode ajudar a enfrentar o fardo global da cárie dentária não tratada? Br Dent J, 229(7), 487-491.

Costacurta M.; Benavoli, D.; Arcudi, G.; Docimo, R. (2015). Oral and dental signs of child abuse and neglect. Oral Implantol, 8(2), 68-73.

Dorri, M.; Martinez-Zapata, M. J.; Walsh, T.; Marinho, V. C.; Falecido, A. S.; Zaror, C. (2017). Tratamento restaurador atraumático versus tratamento restaurador convencional para tratamento de cárie dentária. Cochrane Database Syst Rev, 12, 1-68.

Duangthip, D.; Chen, K. J.; Gao, S. S.; Lo, E. C. M.; Chu, C. H. (2017). Managing Early Childhood Caries With Atraumatic Restorative Treatment and Topical Silver and Fluoride Agents. International Journal of Environmental Research and Public Health, 14(10), 1-13.

Franzin, L. C. S.; Albuquerque, N.; Umeda, J. E.; Freitas, K. M. S.; Rocha, N. B.; Fujimaki, M. (2021). Promoção de saúde bucal e Tratamento Restaurador Atraumático sob a ótica de pré- escolares, educadores e pais. Research, Society and Development, 10(10), 1-14.

Frencken, J. E.; Van't Hof, M. A.; Taifour, D.; Al Zaher I. (2007). Effectiveness of ART and traditional amalgam approach in restorative single-surface cavities in posterior teeth of permanent dentitions in school children after 6.3 years. Community Dentistry and Oral

Epidemiology, 35(3), 207-214.

Guiotoku, S. K., Nascimento, M. I., & Pardim, D. P. (2013). Tratamento restaurador atraumático (ART) como uma estratégia de promoção de saúde bucal na atenção básica. Revista de APS – Atenção Primária à Saúde, 16(3), 294-300.

Holmgren, C. J.; Roux, D.; Doméjean, S. (2013). Minimal intervention dentistry: part 5. Atraumatic restorative treatment (ART) – a minimum intervention and minimally invasive approach for the management of dental caries. British Dental Journal, 214, 11-18.

Jamieson, L.; Smithers, L.; Hedges, J.; Parker, E.; Mills, H.; Kapellas, K.; Lawrence, H. P.; Broughton, J.; Ju X. (2018). Dental disease outcomes following a 2-year oral health promotion program for Australian aboriginal children and their families: A 2-arm parallel , single blind, randomised controlled trial. eClinicalMedicine, 1, 43-50.

Kikwilu, E. N.; Frencken, J. E.; Mulder, M.; Masalu, J. R. (2009). Dental practitioners attitudes, subjective norms and intentions to practice Atraumatic Restorative Treatment (ART) in Tanzania. Journal of Applied Oral Science, 17(2), 97-102.

Kusma, S. Z.; Moysés, S. T.; Moysés, S. J. (2012). Promoção da saúde: perspectivas avaliativas para a saúde bucal na atenção primária em saúde. Cadernos de Saúde Pública, 28(Sup), S9-S19.

Larrañaga, S. C.; Ruiz, M. E.; Vela, P. C.; Conde, A. C.; Villarroya, L. A.; Gómez, A. G.; Hernández, A. R.; López, I. T. (2019). Atención Primaria y promoción de la salud bucodental: evaluación de una intervención educativa en población infantil. Atención Primaria, 51(7), 416-423.

Lima, L. H. G.; Rocha, N. B.; Antoniassi, C. P.; Moura, M. S.; Fujimaki, M. (2020). Prevalência e severidade da cárie dentária em escolares do Ensino Fundamental de um município vulnerável. Revista de Odontologia da UNESP, 49, 1-9.

Ministério da Saúde. (2011). Passo a passo PSE Programa Saúde na Escola. Biblioteca Virtual em Saúde.

Ministério da Saúde. (2012). Projeto SBBrasil 2010: Pesquisa Nacional de Saúde Bucal – Resultados Principais. Biblioteca Virtual em Saúde.

Mohebbi, S. Z.; Rabiei, S.; Yazdani, R.; Nieminen, P.; Virtanen, J. I. (2018). Evaluation of an educational intervention in oral health for primary care physicians: A cluster randomized controlled study. BMC Oral Health, 18(1), 1-7.

Nery, N. G.; Jordão, L. M. R.; Freire, M. C. M. (2019). School environment and oral health promotion: the National Survey of School Health (PeNSE). Revista de Saúde Pública, 53, 1-14.

Nkwocha, F. G.; Akinyamoju, G. A.; Ogbode, S. O.; Lawal, F. B. (2019). Management Of Dental Caries With Atraumatic Restorative Treatment Under Field Condition In Primary Schools In Oyo State, Nigeria. Annals of Ibadan Postgraduate Medicine, 17(1), 75-80.

Pereira, S. M.; Mialhe, F. L.; Pereira L. J.; Soares, M. F.; Tagliaferro, E. P. S.; Meneghim, M. C.; Pereira, A. C. (2011). Extensão Universitária e trabalho voluntário na formação do acadêmico em Odontologia. Arquivos em Odontologia, 47(2), 95-103.

Pitts, N. B.; Ekstrand, K. R. (2013) International Caries Detection and Assessment System (ICDAS) and its International Caries Classification and Management System (ICCMS) – methods for staging of the caries process and enabling dentists to manage caries. Community Dentistry And Oral Epidemiology, 41, e41-e52.

Razeghi, S.; Amiri, P.; Mohebbi, S. Z.; Kharazifard, M. J. (2020). Impact Of Health Promotion Interventions on Early Childhood Caries Prevention in Children Aged 2-5 Years Receiving Dental Treatment Under General Anesthesia. Frontiers in Public Health, 8, 1-7.

Resolução n.º 033, de 10 de outubro de 2017. Aprova o Regulamento para o Desenvolvimento de Projetos de Extensão na Universidade Estadual de Maringá e revoga as Resoluções nºs 040/1997-CEP e 087/1997-CEP. Disponível em: http://www.scs.uem.br/2017/cep/033cep2017.htm.

Rocha, M. F. E.; Fujimaki, M.; Pascotto, R. C.; Mendes, L. L. C.; Lacerda, C. M.; Pereira, O. C.; Werneck, R. I.; Terada, R. S. S. (2018). Survival analysis of ART restorations in primary molars of preschool children: 1 year follow-up. Revista de Odontologia da UNESP, 47(2), 112-118.

Rodrigues, A. L. L.; Prata, M. S.; Batalha, T. B. S.; Costa, C. L. N. A.; Passos Neto, I. F. (2013). Contribuições da Extensão Universitária na Sociedade. Cadernos de Graduação – Ciências Humanas e Sociais, 1(2), 141-148. Disponível em:

https://periodicos.set.edu.br/index.php/cadernohumanas/article/viewFile/494/254.

Secretaria de Estado da Saúde do Paraná; Superintendência de Atenção à Saúde. (2016). Linha guia rede de saúde bucal. Curitiba: SESA.

Umeda, J. E.; Chichakly, K.; Passos, G. F.; Terada, R. S. S., Pascotto, R. C.; Fujimaki, M. (2020). System dynamics modeling for tooth decay treatment in Brazilian children. Brazilian Oral Research, 34, 1-8.

Downloads

Publicado

2022-12-31

Como Citar

AKEMI SAKO, T. .; MARIA CAMPOS DA SILVA, G. .; RONDÓ PERES, G. .; JUNIOR CARDOSO DOS SANTOS , A.; FUJIMAKI, M. AÇÕES INTERSETORIAIS DO PROJETO SORRIR COM SAÚDE PARA A PROMOÇÃO DE SAÚDE BUCAL NA INFÂNCIA: A IMPORTÂNCIA DA AQUISIÇÃO DE HÁBITOS SAUDÁVEIS. Interfaces - Revista de Extensão da UFMG, [S. l.], v. 10, n. 2, 2022. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistainterfaces/article/view/29595. Acesso em: 4 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos